Ano 2012 - Volume 32, Número 10


Título
Ferrageamento corretivo em equinos: análise do período de adaptação à nova condição imposta, 32(10):1001-1004
Autores

Resumo
RESUMO.- Albernaz R.M., Basile R.C., Dias D.P.M., Gomide L.M.W., Milaré, A.S., Bernardi N.S., Queiroz Neto A. & Lacerda Neto J.C. 2012. Corrective shoeing in horses: Analysis of the adaptation period to the new condition imposed. Pesquisa Veterinária Brasileira 32(10):1001-1004. Departamento de Morfologia e Fisiologia Animal, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Via de Acesso Prof. Dr. Paulo Donato Castellane s/n, Jaboticabal, SP 14884-900, Brazil. E-mail: raquel_albernaz@hotmail.com

O ferrageamento corretivo é um método comumente utilizado para alterar o padrão do andamento dos animais, assim como na terapêutica de diversas afecções do sistema locomotor dos equinos. No entanto, não existem, até o momento, estudos científicos que revelem o período de adaptação do andamento dos animais a este tipo de intervenção. O objetivo deste estudo foi avaliar o período de adaptação à ferraduras com elevação em seis graus da pinça ou talões em equinos caminhando em esteira rolante. O período de adaptação à ferradura foi avaliado nos tempos 0, 48 e 96 horas após cada tipo de ferrageamento proposto. Os animais foram gravados caminhando em esteira rolante. O comprimento da passada e a análise qualitativa do andamento foram realizados com o auxílio do programa Dvideow. O nível de significância adotado foi de 5%. No presente estudo, não houve diferença significativa entre os dias avaliados, a elevação em seis graus da pinça ou talões não gerou desconforto durante a passada, portanto, os animais podem retornar às atividades regulares de exercício e treinamento imediatamente após o ferrageamento.
Download / Visualização