Ano 2013 - Volume 33, Número 1


Título
Avaliação do uso da glicerina proveniente da produção do biodiesel na conservação de peças anatômicas, 33(1):115-118
Autores

Resumo
RESUMO.- Carvalho Y.K., Zavarize K.C., Medeiros L.S. & Bombonato P.P. 2013. [Evaluation of the glycerin from biodiesel production in the preservation of anatomical parts.] Avaliação do uso da glicerina proveniente da produção do biodiesel na conservação de peças anatômicas. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(1):115-118. Centro de Ciências Biológicas e da Natureza, Universidade Federal do Acre, Rodov. BR 364 Km 4, Rio Branco, AC 69915-900, Brazil. E-mail: ykaracas@yahoo.com.br

O uso da glicerina pura é amplamente empregada na conservação de peças anatômicas, a qual é muito eficiente e não tóxica para os manipuladores, porém é extremamente cara e inviável para muitos laboratórios de anatomia. O propósito do estudo foi demonstrar a viabilidade da glicerina semipurificada proveniente da produção do biodiesel na conservação de peças anatômicas. O trabalho utilizou 15 corações e 30 rins de suínos provenientes de frigorífico. A glicerina foi adquirida em usina de biodiesel e apresentava a seguinte composição: Glicerol 80,5%; Umidade 12,8%; NaCl 6,3% e Ácidos Graxos 0,4%. As vísceras foram resfriadas, dissecadas, fixadas, desidratadas e glicerinizadas. Os órgãos foram mensurados, analisados e fotodocumentados antes e após protocolo de preservação. A glicerina semipurificada promoveu discreta diminuição nas dimensões das estruturas anatômicas (massa, altura e largura), todavia não houve diferença estatística. Essa glicerina preservou as características de consistência flexibilidade das peças anatômicas, além de reduzir o custo e a eliminação dos gases tóxicos. O principal alcance deste estudo foi a preservação das características morfológicas e a melhoria do processo ensino-aprendizagem.
Download / Visualização