Ano 2013 - Volume 33, Número 10


Título
Anatomia da cavidade bucofaringeana de Sorubim trigonocephalus (Siluriformes, Osteichthyes), 33(10):1256-1262
Autores

Resumo
RESUMO.- Schuingues C.O., Lima M.G. Lima A.R. Martins D.S & Costa G.M. 2013. [Anatomy of the buccopharyngea cavity of Sorubim trigonocephalus (Siluriformes, Osteichthyes).] Anatomia da cavidade bucofaringeana de Sorubim trigonocephalus (Siluriformes, Osteichthyes). Pesquisa Veterinária Brasileira 33(10):1256-1262. Departamento de Ciências Biológicas, Universidade do Estado de Mato Grosso, Campus I, Rodov. MT 208 Km 146, Alta Floresta, MT 78580-000, Brazil. E-mail: cristiano-af12@hotmail.com

Sorubim trigonocephalus Miranda et Ribeiro, 1920 conhecido popularmente como chinelo, é uma espécie migratória, de importância econômica. Bastante apreciado na gastronomia por apresentar sabor agradável e sem ossos intermusculares (espinhos). Os exemplares foram coletados em um trecho no Rio Teles Pires, localizado no município de Alta Floresta/MT. Anestesiados e sacrificados em solução aquosa de benzocaína, fixados com solução de formoldeído a 10%, transferidos para o Laboratório de Anatomia Animal/Unemat para descrição das características da cavidade bucofaringeana. Esta espécie apresentou uma pré-maxila bem desenvolvida e cabeça achatada dorsoventralmente, boca localizada na porção ventral média da cabeça, com fenda bucal ampla. Os lábios superiores apresentaram pigmentação cinza escuro com pequenas áreas claras, sendo mais largos que os inferiores e não apresentaram pigmentação. Foram identificadas quatro regiões dentígeras na porção anterior da cavidade bucal e duas na região da faringe, todas com dentes viliformes. A porção posterior da cavidade bucal era limitada lateralmente por quatro pares de arcos branquiais que decresciam em tamanho do primeiro ao último par, crânio-caudal, formados por dois ramos: o superior, mais curto, e o inferior, mais longo. A cavidade bucofaringeana de S. trigonocephalus se mostrou semelhante à de outros teleósteos descritos na literatura, estando adaptado ao hábito alimentar com dieta carnívoro-ictiofágica e diferindo apenas pela ausência de língua estrutural com pré maxila bem desenvolvida apresentando dentes viliformes.
Download / Visualização