Ano 2014 - Volume 34, Número 4


Título
Aspectos epidemiológicos, clínicos e imuno-histoquímicos do linfoma canino na região de Porto Alegre, 34(4):349-354
Autores

Resumo
RESUMO.- Neuwald E.B., Teixeira L.V., Conrado F.O, Silva M.O.D., Hlavac N.R.C. & González F.H.D. 2014. Epidemiological, clinical and immunohistochemical aspects of canine lymphoma in the region of Porto Alegre, Brazil. [Aspectos epidemiológicos, clínicos e imuno-histoquímicos do linfoma canino na região de Porto Alegre.] Pesquisa Veterinária Brasileira 34(4):349-354. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Av. Bento Gonçalves 9090, Porto Alegre, RS 91540-000, Brazil. E-mail: eneuwald@ibest.com.br

Esse trabalho apresenta os achados epidemiológicos, clínicos e imuno-histoquímicos de linfomas caninos diagnosticados na região de Porto Alegre. Trinta cães foram incluídos no estudo; sendo principalmente machos (60%), sem raça definida (23%) e de meia-idade a idosos. A maioria (87%) dos cães afetados apresentou a forma anatômica multicêntrica. O imunofenótipo B foi detectado com mais frequência (62%); 37% dos cães apresentavam estadiamento clínico IV e 83% encontravam-se no subestádio “b”. Linfadenopatia foi observada em 67% dos casos; outros sinais clínicos comumente detectados foram dispneia, prostração, diminuição do apetite e vômitos. Anemia foi a alteração laboratorial mais frequente (57%), seguida por leucocitose (40%), trombocitopenia (33%), linfopenia (30%), hiperglobulinemia (20%), hiperproteinemia (17%) e hipercalcemia (13%). Os resultados do presente estudo indicam que as características epidemiológicas e clínicas de cães com linfoma na região de Porto Alegre são semelhantes às observadas em todo o mundo.
Download / Visualização