Ano 2014 - Volume 34, Número 4


Título
Intoxicação aguda por Pteridium arachnoideum e Pteridium caudatum em bovinos e distribuição das plantas em Mato Grosso, 34(4):343-348
Autores

Resumo
RESUMO.- Furlan F.H., Mendes E.R.S., Ducatti K.R., Marcon G.C., Dombrosky T., Amorim T.M. & Riet-Correa F. 2014. [Acute poisoning by Pteridium arachnoideum and Pteridium caudatum in cattle and distribution of the plants in Mato Grosso.] Intoxicação aguda por Pteridium aracnoideum e Pteridium caudatum em bovinos e distribuição das plantas em Mato Grosso. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(4):343-348. Laboratório de Patologia Animal, Hospital Veterinário, Instituto de Ciências da Saúde, Centro Universitário de Sinop, Universidade Federal de Mato Grosso, Av. Alexandre Ferronato 1200, Distrito Industrial, Sinop, MT 78550-000, Brazil. E-mail: furlan@ufmt.br

São descritos os aspectos epidemiológicos, clínicos e patológicos de um surto de intoxicação por Pteridium arachnoideum e Pteridium caudatum em bovinos no Estado de Mato Grosso. A distribuição dessas plantas no Estado, a intensidade de invasão de pastagens e alguns fatores associados à invasão das pastagens por Pteridium spp. são também descritos. Pteridium spp. foi observada em 83 propriedades de nove municípios de Mato Grosso e deste total, amostras de 22 propriedades foram coletadas para identificação taxonômica. Em 22 propriedades identifica-se P. arachnoideum e em duas dessas havia também P. caudatum. O desmatamento e a realização de queimadas parecem estar relacionados com a invasão de Pteridium spp. nas pastagens. Na propriedade em que ocorreu a doença, 306 bovinos foram introduzidos em uma pastagem formada por Brachiaria brizantha intensamente invadida por P. arachnoideum e P. caudatum e desses 22 bovinos adoeceram e morreram. Os principais sinais clínicos foram febre alta, apatia, fadiga, fraqueza e decúbito. Na necropsia havia graus variáveis de hemorragias em vários órgãos e cavidades e infartos ocasionais. Microscopicamente, a alteração mais importante consistiu em aplasia severa da medula óssea vermelha. Os achados epidemiológicos, clínicos e patológicos associados à identoificação taxonômica da planta fundamentam o diagnóstico de intoxicação aguda por P. arachnoideum e P. caudatum em bovinos. O crescente desmatamento e a frequente utilização de queimadas em Mato Grosso podem contribuir para que esta doença venha a ser uma importante fonte de prejuízos para a pecuária do Estado.
Download / Visualização