Ano 2014 - Volume 34, Número 7


Título
Actinomicose atípica em bovinos, 34(7):663-666
Autores

Resumo
RESUMO.- Tessele B., Vielmo A., Hammerschmitt M. & Barros C.S.L. 2014. [Atypical actinomycosis in cattle.] Actinomicose atípica em bovinos. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(7):663-666. De­partamento de Patologia, Universidade Federal de Santa Maria, Camobi, Santa Maria, RS 97105-900, Brazil. E-mail: claudioslbarros@uol.com.br

Casos de actinomicose com apresentação atípica são descritos em dois bovinos. Em ambos os casos notou-se uma aumento de volume extenso e duro na maxila. A maxila dos dois bovinos tomou um aspecto de favo de mel como resultado da rarefação destrutiva e da proliferação óssea regenerativa. Na superfície de corte as lesões consistiam de tecido fibroso branco e brilhante em meio ao qual numerosos grânulos amarelos podiam ser vistos. Tratos fistulosos podiam ser demonstrados em meio às lesões. Em cortes corados pela hematoxilina e eosina as lesões consistiam de ilhas de inflamação piogranulomatosa em meio a extenso estroma fibroso. No centro do granuloma havia uma massa basofílica de forma irregular cercada por uma zona com projeções eosinofílicas radiadas (reação de Splendore-Hoeppli). Ao redor da massa radiada havia uma zona de neutrófilos cercada por uma camada de macrófagos epitelioides e ocasionais células gigantes multinucleadas. Uma camada externa de linfócitos e plasmócitos limitava o granuloma do extenso estroma conjuntivo que o cercava. Na coloração de Gram, a parte central da colônia revelava um aglomerado de micro-organismos em forma de bastonetes, com morfologia compatível com Actinomyces bovis. Uma vez que a apresentação pouco usual das lesões levou a má interpretação diagnóstica inicial nestes casos, a descrição detalhada das lesões é feita aqui com o objetivo de ajudar no diagnóstico diferencial feito por veterinários clínicos e inspetores de carne.
Download / Visualização