Ano 2014 - Volume 34, Número 7


Título
Histoquímica e morfometria da placenta de ratas tratadas com dexametasona, 34(7):703-708
Autores

Resumo
RESUMO.- Lemos A.J.J.M., Silva F.C.A., Melo I.M.F., Silva-Junior V.A., Teixeira A.A.C. & Wanderley-Teixeira V. 2014. [Placental morphometry and histochemistry in rats treated with dexamethasone in early pregnancy.] Histoquímica e morfometria da placenta de ratas tratadas com dexametasona. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(7):703-708. Departamento de Morfologia e Fisiologia Animal, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Rua Dom Manoel de Medeiros s/n, Bairro Dois Irmãos, Recife, PE 52171-900, Brazil. E-mail: valeria@dmfa.ufrpe.br

A dexametasona, um glicocorticóide sintético, tem a capacidade de atravessar a placenta aumentando o nível de circulação de corticosteróides da mãe para o feto durante a prenhez. Quando administrada nas fases finais da prenhez pode produzir efeitos indesejáveis na formação da placenta e em vários órgãos da prole. Assim, o presente estudo objetivou investigar o efeito da administração da dexametasona (0,8mg/dia/animal) nos cinco primeiros dias da prenhez, sobre o desenvolvimento placentário de ratas. Utilizou-se 30 ratas albinas, divididas em dois grupos: Grupo I - ratas prenhes sem aplicação de dexametasona, sacrificadas ao 7o e 14o dia; Grupo II - ratas submetidas à aplicação de dexametasona nos cinco primeiros dias de prenhez, sacrificadas ao 7o e 14o dia. Os resultados mostraram que a dexametasona não afetou o número e a histologia dos sítios de implantação, porém, promoveu alteração no disco placentário ocasionando hipertrofia na camada de células trofoblásticas gigantes. Não foram evidenciadas alterações no teor de colágeno, porém houve interferência no metabolismo do glicogênio no espongiotrofoblasto trofospongio. Na morfometria de linhas houve diferença entre os grupos na região de labirinto e células trofoblásticas gigantes, porém a morfometria de pontos só ratificou as alterações percebidas na região do labirinto.
Download / Visualização