Ano 2014 - Volume 34, Número 9


Título
Patotipos de Escherichia coli causadores de diarreia em bezerros: uma atualização, 34(9):811-818
Autores

Resumo
RESUMO.- Coura F.M., Lage A.P. & Heinemann M.B. 2014. [Escherichia coli pathotypes associated with diarrhea in calves: an update.] Patotipos de Escherichia coli causadores de diarreia em bezerros: uma atualização. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(9):811-818. Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Saúde Animal, Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de São Paulo, Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87, Cidade Universitária, São Paulo, SP 05508-270, Brazil. E-mail: marcosbryan@usp.br

A diarreia é uma das doenças mais frequentes de bezerros com até 30 dias de idade e é uma importante causa de perdas econômicas. Sua etiologia é complexa e envolve a interação de diversos fatores infecciosos, nutricionais, imunológicos, gerenciais e ambientais. Os principais sinais clínicos são a diarreia, desidratação progressiva, acidose metabólica, desequilíbrio de eletrólitos e balanço energético negativo com ou sem hipoglicemia, que se não tratados, levam à morte do animal. Escherichia coli se destaca como um importante enteropatógeno envolvido na síndrome diarreica. Cepas de E. coli patogênicas são classificadas em grupos ou patotipos, de acordo com a produção de fatores de virulência e mecanismos pelos quais causam doença. Já foram identificados cinco patotipos de E. coli associados à diarreia em bezerros: E. coli enterotoxigênica (ETEC), E. coli enteropatogênica (EPEC), E. coli enterohemorrágica (EHEC), E. coli produtora de toxina Shiga (STEC) e E. coli necrotoxigênica (NTEC). Nesse artigo apresentamos as principais características e os atuais conhecimentos sobre os patotipos de E. coli causadores de diarreia em bezerros.
Download / Visualização