Ano 2014 - Volume 34, Número 12


Título
Cinquenta anos num piscar de olhos: um estudo retrospectivo sobre lesões oculares e perioculares em animais domésticos, 34(12):1215-1222
Autores

Resumo
RESUMO.- Martins T.B. & Barros C.S.L. 2014. Fifty years in the blink of an eye: a retrospective study of ocular and periocular lesions in domestic animals. [Cinquenta anos num piscar de olhos: um estudo retrospectivo sobre lesões oculares e perioculares em animais domésticos.] Pesquisa Veterinária Brasileira 34(12):1215-1222. Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária, Universidade Federal de Santa Maria, Camobi, Av. Roraima 1000, Santa Maria, RS 97105-900, Brazil. E-mail: claudioslbarros@uol.com.br

Foi realizada uma investigação para obter-se uma visão geral das lesões oculares e perioculares de mamíferos domésticos diagnosticadas ao longo de um período de 50 anos num laboratório de diagnóstico de patologia veterinária da Região Central do Rio Grande do Sul. Nesse laboratório, durante o período pesquisado foram realizados 33.075 exames histopatológicos, 540 dos quais (1,6%) eram de lesões oculares e perioculares. Por várias razões, 90 espécimes foram excluídos do estudo. As 450 amostras restantes consistiam espécimes de cães (53,5%), bovinos (28,2%), gatos (11,1%), cavalos (5,1%), ovelhas (1,3%), coelhos (0,4%), e porco (0,2%). As pálpebras foram o local mais prevalente (248/450) de ocorrência das lesões, seguidas da terceira pálpebra (73/450) e conjuntiva (27/450). Em cães (241 diagnósticos) as lesões nas glândulas sebáceas (incluindo as glândulas meibomianas) consistiram nos achados mais comuns (75/241), seguidos dos tumores melanocíticos (52/241) e de conjuntivites inespecíficas (13/241). Neoplasmas de células escamosas, tanto benignos como malignos, foram achados relativamente comuns. Em bovinos, os locais anatômicos afetados por lesões perioculares e oculares, em ordem decrescente de frequência, foram pálpebra, córnea e terceira pálpebra. Somente o carcinoma de células escamosas (CCE) perfez 80,3% de todos os diagnósticos, enquanto todas as lesões neoplásicas juntas perfizeram 85,0% das lesões diagnosticadas em bovinos. Em gatos, a maioria (39/50 casos) das lesões diagnosticadas era de neoplasia maligna e CCE, hemangiossarcoma e fibrosarcoma foram os diagnósticos mais frequentes. Em equinos 19 de 23 submissões eram neoplasmas e os mais comuns foram sarcoide (8/23) e CCE (8/23). Em ovinos foram encontradas seis submissões, todas casos de CCE de pálpebra (5/6) ou terceira pálpebra (1/6) de ovinos de pele despigmentada.
Download / Visualização