Ano 2014 - Volume 34, Número 1001


Título
Avaliação da vitalidade de cordeiros nascidos de partos eutócicos e cesarianas, 34(Supl.1):11-16
Autores

Resumo
RESUMO.- Bovino F., Camargo D.G., Araújo M.A., Costa F.P., Santos P.S.P., Mendes L.C.N., Peiró J.R. & Feitosa F.L.F. 2014. [Evaluation of vitality in lambs born by normal delivery and cesarean section.] Avaliação da vitalidade de cordeiros nascidos de partos eutócicos e cesarianas. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(Supl.1):11-16. Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade Estadual Paulista, Campus de Araçatuba, Rua Clóvis Pestana 793, Araçatuba, SP 16050-680, Brazil. E-mail: ferbovino@yahoo.com.br

O trabalho teve como objetivo avaliar a vitalidade de cordeiros nascidos de parto normal e de cesariana, ao longo das primeiras 48 horas de vida, por meio da pontuação no escore Apgar, do seu comportamento e da aferição dos parâmetros vitais. Os animais foram divididos em três grupos, sendo o primeiro constituído por cordeiros nascidos de parto normal (NORMAL) e os outros dois de cesarianas, porém com dois protocolos anestésicos diferentes, ou seja, por meio de anestesias inalatória (INAL) e total intravenosa (ATI). Os animais do grupo NORMAL obtiveram pontuação maior no escore Apgar. Ao nascimento e aos 15 minutos, 93,75% dos cordeiros do grupo NORMAL obtiveram pontuação máxima (7-8), enquanto que nenhum dos animais nascidos de cesarianas atingiu essa pontuação, ao nascimento. Aos 15 minutos, 25,00% dos animais do grupo INAL recebeu a mesma soma de pontos. A frequência cardíaca permaneceu praticamente inalterada para ambos os grupos, com tendência à diminuição dos valores, às 24 horas, para animais do grupo ATI. A frequência respiratória (FR) ao nascimento foi significativamente menor nos animais nascidos de cesarianas (26±25mpm, INAL; 5±5mpm, ATI), encontrando-se, porém, próxima aos valores dos animais do grupo NORMAL, aos 60 minutos. Constatou-se tendência à diminuição nos valores de temperatura até os 15 minutos de vida em todos os grupos, prolongando-se, até os 60 minutos, nos animais pertencentes ao grupo ATI. Os animais nascidos de cesarianas possuem vitalidade inferior aos nascidos de partos normais.
Download / Visualização