Ano 2015 - Volume 35, Número 1


Título
Perfil hematológico de cabras Saanen e mestiças (½ Saanen e ½ Anglo-nubiana) criadas em clima tropical do Ceará, 35(1):99-104
Autores

Resumo
RESUMO.- Souza P.T., Salles M.G.F., Costa A.N.L., Carneiro H.A.V., Souza L.P., Rocha D.R. & Araújo A.A. 2015. [Hematological profile of Saanen and mixed-breed (½ Saanen x ½ Anglo-Nubian) raised in the tropical climate of Ceará, Brazil.] Perfil hematológico de cabras Saanen e mestiças (½ Saanen e ½ Anglo-nubiana) criadas em clima tropical do Ceará. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(1):99-104. Faculdade de Veterinária, Universidade Estadual do Ceará, Av. Paranjana 1700, Campus do Itaperi, Fortaleza, CE 60714-903, Brazil. E-mail: priscilatsvet@yahoo.com.br

Objetivou-se verificar a influência das condições climáticas sobre o perfil hematológico de cabras Saanen e mestiça (½ Saanen x ½ Anglo-nubiana), bem como determinar valores de referência para esses animais criados no Ceará. Foram utilizadas 30 cabras que tiveram o sangue coletado mensalmente durante a época chuvosa (fevereiro a maio) e seca (agosto a novembro) para realização do eritrograma e leucograma. As médias foram comparadas pelo teste t-Student e Mann Whitney, quando constatada distribuição paramétrica e não paramétrica dos dados, respectivamente, com significância quando p<0,05. Procedeu-se ainda um estudo de correlações simples de Pearson dos parâmetros hematológicos com variáveis ambientais e fisiológicas. O número de hemácias foi maior em cabras Saanen e na época chuvosa, enquanto que o hematócrito foi maior na época seca (p<0,05). Os leucócitos e linfócitos foram maiores em cabras mestiças nas duas épocas (p<0,05). Nos dois genótipos, os leucócitos e linfócitos foram maiores na época seca e os neutrófilos segmentados maiores na época chuvosa (p<0,05). Os demais parâmetros não diferiram (p>0,05). As hemácias e neutrófilos segmentados apresentaram uma correlação negativa com a temperatura ambiente, porém positiva com a umidade do ar e a temperatura retal (p<0,05). O hematócrito correlacionou-se positivamente com a temperatura ambiente e frequência respiratória (p<0,05). Os leucócitos e linfócitos mostraram uma correlação negativa com a temperatura retal (p<0,05). Conclui-se, portanto, que fêmeas Saanen sofrem mais influência das variações climáticas e a época chuvosa tem maior impacto negativo sobre os parâmetros hematológicos. Os valores obtidos poderão servir como referência para esses genótipos no Ceará.
Download / Visualização