Ano 2015 - Volume 35, Número 4


Título
Ocorrência e caracterização de isolados de Campylobacter spp. em cães, gatos e crianças, 35(4):365-370
Autores

Resumo
RESUMO.- Rodrigues C.G., Melo R.T., Fonseca B.B., Martins P.A., Ferreira F.A., Araújo M.B.J. & Rossi D.A. 2015. Occurrence and characterization of Campylobacter spp. isolates in dogs, cats and children. [Ocorrência e caracterização de isolados de Campylobacter spp. em cães, gatos e crianças.] Pesquisa Veterinária Brasileira 35(4):365-370. Laboratório de Biotecnologia Animal Aplicada, Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Uberlândia, Rua Ceará s/n, Bloco 2D, Sala 43, Bairro Umuarama, Uberlândia, MG 38402-018, Brazil. E-mail: bialucas@yahoo.com.br

Com o objetivo de melhorar o entendimento das infecções por Campylobacter spp. em cães, gatos e crianças no Brasil, foram avaliadas 160 amostras fecais de crianças e 120 swabs retais de pets (103 cães e 17 gatos). Do total das amostras das crianças, 6,87% foram positivas para Campylobacter spp. e em cães e gatos a positividade foi de 18,3%. Das 33 amostras positivas para Campylobacter spp., 57,6% foram identificadas como C. jejuni e 33,4% foram identificadas como C. coli. Mais de 50% das amostras isoladas de pets foram resistentes a ceftiofur, sulphazotrim, norfloxacina e tetraciclina. Em crianças, a maioria das amostras foi resistente a amoxilina, cefazolina, ceftiofur, eritromicina e norfloxacina. De 19 isolados de C. jejuni, 11 isolados de crianças e cinco (5) de cães tinham dois (2) dos quatro (4) genes de virulência flaA, pldA, cadF or ciaB. Associação positiva entre a presença de Campylobacter spp. e diarreia em cães e gatos foi observada em animais desverminados e com hemograma sugestivo de infecção bacteriana. Também houve associação positiva entre a presença dos genes de virulência e a ocorrência de diarreia, e entre o uso de antibióticos e a positividade para Campylobacter spp. em suabes fecais de pets. Os dados desse trabalho indicam que cepas virulentas de Campylobacter spp. são fatores de risco para diarreia em cães e a resistência antimicrobiana é comum em isolados de cães.
Download / Visualização