Ano 2015 - Volume 35, Número 5


Título
Aspectos patológicos e parasitológicos da infecção por Tanaisia (Paratanaisia) bragai em pavões (Pavo cristatus), 35(5):466-469
Autores

Resumo
RESUMO.- Costa R.C., Ambrósio N.A., Soares B.A., Bezerra Jr P.S., Barçante T.A., Barrios P.R. & Barçante J.M.P. 2015. Pathological and parasitological aspects of the peacock (Pavo cristatus) infection by Tanaisia (Paratanaisia) bragai. [Aspectos patológicos e parasitológicos da infecção por Tanaisia (Paratanaisia) bragai em pavões (Pavo cristatus).] Pesquisa Veterinária Brasileira 35(5):466-469. Setor de Medicina Veterinária Preventiva, Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Campus Universitário, Cx. Postal 3037, Lavras, MG 37200-000, Brazil. E-mail: joziana@dmv.ufla.br

Os trematódeos da família Eucotylidae, incluindo Tanaisia (Paratanaisia) bragai Santos, 1934, são parasitos de rins e ureteres de várias espécies de aves domésticas e silvestres. Tanaisia bragai é considerada uma espécie pouco patogênica, mas que pode determinar complicações clínicas como apatia, perda de peso, diarreia e morte, quando em cargas parasitárias elevadas. No presente trabalho, descreve-se o primeiro relato de T. bragai parasitando pavões (Pavo cristatus Linnaeus, 1758), incluindo os achados parasitológicos e patológicos associados à infecção. A ausência de sinais clínicos evidencia uma infecção moderada, na qual, ao exame macroscópico dos órgãos internos, verificou-se a presença de pequenas manchas amareladas no fígado. Ao exame histopatológico, foram verificados espécimes de T. bragai nos ductos coletores dos rins, que se apresentavam marcadamente dilatados e com adelgaçamento das paredes. Verificou-se também moderada reação inflamatória (por vezes ausente) na parede dos ductos e pequenos pontos de calcificação ao redor dos mesmos. No interior do órgão foram recuperados parasitos de corpo alongado, com ventosa oral subterminal e bem desenvolvida, ventosa acetabular, faringe, esôfago curto, cecos intestinais em fundo cego, testículos simétricos e equatoriais e irregulares, glândulas vitelínicas presentes nas regiões pré e pós-ovarianas, útero longo e contendo grande quantidade de ovos. O presente achado sugere a necessidade de novos estudos diagnósticos a fim de determinar a prevalência e a importância deste parasito para pavões. Além disso, os pavões demonstraram ser hospedeiros definitivos de T. bragai, podendo servir de fonte de infecção para o ambiente, contribuindo para a dispersão do parasito.
Download / Visualização