Ano 2016 - Volume 36, Número 1


Título
Avaliação de parâmetros cardiorrespirató-rios e recuperação da anestesia em pumas (Puma concolor) anestesiados com detomidina/cetamina e isoflurano ou sevoflurano, 36(1):33-38
Autores

Resumo
RESUMO.- Albuquerque V.B., Araújo M.A., Oliveira A.R., Cavalcanti G., Leal R.C., Santos E.B., Cavalvanti A.R. & Frazilio F.O. 2016. Evaluation of cardiopulmonary parameters and recovery in cougars (Puma concolor) undergoing anesthesia with detomidine/ketamine and isoflurane or sevoflurane. [Avaliação de parâmetros cardiorrespirató-rios e recuperação da anestesia em pumas (Puma concolor) anestesiados com detomidina/cetamina e isoflurano ou sevoflurano.] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(1):33-38. Setor de Anestesiologia Veterinária, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Av. Senador Filinto Müller 2443, Vila Ipiranga, Campo Grande, MS79074-460, Brazil. E-mail: fabrício.frazilio@ufms.br

O objetivo do presente estudo foi avaliar os efeitos cardiorrespiratórios e a recuperação anestésica de onças-pardas (Puma concolor) submetidas à anestesia com detomidina/cetamina e isofluorano ou sevofluorano para avaliação ultrassonográfica abdominal. Para isso, foram utilizados 14 animais divididos alea-toriamente em dois grupos experimentais GISO (n=7) e GSEVO (n=7). Foram submetidos à contenção química com detomidina 0,15mg/kg associada à cetamina 5mg/kg pela via intramuscular, induzidos com propofol 2mg/kg pela via intravenosa e mantidos com isofluorano (GISO) ou sevofluorano. Foram avaliados os parâmetros: frequência cardíaca e respiratória, pressão arterial sistólica, média e diastólica saturação de oxihemoglobina, temperatura retal, pressão venosa central e fração expirada de dióxido de carbono. O tempo para adoção de decúbito esternal e posição quadrupedal também foram avaliados. Não houve diferença estatística para as variáveis cardiorrespiratórias e no tempo para adoção da posição quadrupedal. O tempo para adoção de decúbito esternal foi significativamente menor no GSEVO em relação ao GISO. Concluiu-se que a anestesia de onças pardas com detomidina/cetamina e isoflurano ou sevoflurano foi realizada de maneira segura, com estabilidade cardiorrespiratória e com aumento no tempo para adoção de decúbito esternal no GISO.
Download / Visualização