Ano 2016 - Volume 36, Número 5


Título
Intoxicação espontânea por Brachiaria decumbens em caprinos, 36(5):389-396
Autores

Resumo
RESUMO.- Rosa F.B., Rubin M.I.B., Martins T.B., Lemos R.A.A., Gomes D.C., Pupin R.C., Lima S.C. & Barros C.S.L. 2016. Spontaneous poisoning by Brachiaria decumbens in goats. [Intoxicação espontânea por Brachiaria decumbens em caprinos.] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(5):389-396. Departamento de Patologia, Universidade Federal de Santa Maria, Av. Roraima 1000, Camobi, Santa Maria, RS 97105-900, Brazil. E-mail: claudioslbarros@uol.com.br

Relata-se um surto de intoxicação por Brachiaria decumbens em caprinos no estado do Mato Grosso do Sul. De um rebanho de aproximadamente 1.000 caprinos, sete cabras morreram após apresentar fotossensibilização (3 de 7 cabras) e icterícia (4/7). Outros sinais clínicos incluíam apatia, desidratação e emagrecimento (7/7). Todas as cabras tinham alteração no tamanho do fígado - cinco estavam aumentados de volume e dois, diminuídos; o fígado de 6 cabras tinha alteração na cor - dois eram alaranjados, dois amarelados e dois, acinzentados; o fígado de duas cabras tinha acentuação do padrão lobular e outros dois apresentavam depressões fibrosas puntiformes, lineares ou estreladas, brancacentas distribuídas aleatoriamente pela superfície capsular. Adicionalmente, foram observadas alterações macroscópicas atribuídas à insuficiência hepática como hidropericárdio (2/7) e ascite (2/7). Alterações histopatológicas incluíam cristais refringentes nos ductos biliares e infiltrado de macrófagos espumosos no parênquima hepático de todas as cabras. Macrófagos espumosos também foram observados nos linfonodos mesentéricos e hepáticos em duas cabras. O diagnóstico de intoxicação por braquiária foi baseado na epidemiologia, achados clínicos, de necropsia e histopatológicos.
Download / Visualização