Ano 2016 - Volume 36, Número 6


Título
Ultrassonografia Modo-B e Doppler pulsado dos rins de ovinos hígidos de acordo com a idade, 36(6):545-550
Autores

Resumo
RESUMO.- Santarosa B.P., Ferreira D.O.L., Belotta A.F., Dias A., Mamprim M.J. & Gonçalves R.C. 2016. B-Mode and pulsed Doppler sonography of kidney in healthy sheep according to age. [Ultrassonografia Modo-B e Doppler pulsado dos rins de ovinos hígidos de acordo com a idade.] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(6):545-550. Departamento de Clínica Veterinária, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Estadual Paulista, Campus Botucatu, Distrito de Rubião Junior s/n, Botucatu, SP 18618-970, Brazil. E-mail: biancasantarosavet@gmail.com

Não há na literatura padronização do comprimento renal de ovinos, em diferentes idades, assim como existem poucos trabalhos sobre a vascularização renal nesta espécie. Utilizaram-se no total 80 ovinos hígidos de três faixas etárias, das raças Ile de France e White Dorper: 20 cordeiros, 30 borregos e 30 adultos (8 carneiros e 22 ovelhas). A higidez renal dos animais foi comprovada por exames bioquímicos séricos de ureia e creatinina e pela observação da arquitetura renal. Utilizou-se aparelho de Ultrassom portátil (My LabTM30 Vet Gold Esaote®, Esaote Healthcare), com transdutor convexo de frequência de 3,5MHz. Após identificação dos rins no modo bidimensional, foi realizada a mensuração do comprimento no corte sagital em todos os ovinos. Em seguida, Doppler colorido foi ativado para visualização das artérias renal e interlobar do rim direito, e mensurou-se o índice de resistividade dos borregos (n=30) e ovelhas (n=22). Os exames bioquímicos permaneceram dentro da normalidade e a arquitetura renal estava preservada. Os valores do comprimento renal direito e esquerdo foram diferentes entre os grupos, sendo crescente conforme a idade (4,34 e 4,31 em cordeiros, 6,08 e 6,23 em borregos, 7,57 e 7,37 em adultos). As medianas do IR da artéria renal foi estatisticamente diferente (p<0,05) entre os grupos dos borregos (0,57) e ovelhas (0,52). A mediana do IR da artéria interlobar não apresentou diferença entre borregos (0,58) e ovelhas (0,54).
Download / Visualização