Ano 2016 - Volume 36, Número 1001


Título
Alterações nos parâmetros hematológico durante a gestação e no pós-parto de cabras da raça Saanen criadas no sul do Espírito Santo, 36(Supl.1):15-20
Autores

Resumo
RESUMO.- Pacheco A., Quirino C.R., Madella-Oliveira A.F., Menário Costa W., Rua M.A.S. & Vega W.H.O. 2016. [Changes in hematological parameters during the gestation period and postpartum in Saanen goats raised in southern Espirito Santo, Brazil.] Alterações nos parâmetros hematológico durante a gestação e no pós-parto de cabras da raça Saanen criadas no sul do Espírito Santo. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(Supl.1):15-20. Laboratório de Reprodução e Melhoramento Genético Animal, Universidade Estadual do Norte Fluminense, Av. Alberto Lamego 2000, Parque Califórnia, Campos dos Goytacazes, RJ 28013-602, Brazil. E-mail: apvuff@yahoo.com.br

O objetivo deste estudo foi avaliar o perfil hematológico de cabras da raça Saanen em diferentes fases da gestação e no pós-parto. Para sua realização foram utilizadas 24 cabras gestantes e 10 não gestantes da raça Saanen, criadas em condições intensivas no município de Alegre, Espírito Santo. As amostras foram coletadas dos 60 aos 135 dias de gestação, com intervalos de 15 dias entre as coletas. Após a parição foram realizadas mais duas coletas, também com intervalos de 15 dias. As amostras de sangue coletadas foram refrigeradas até a chegada ao laboratório, onde foi realizado o eritrograma e a leucometria global em analisador automático e as contagens diferenciais em esfregaço sanguíneo. Após análise dos resultados pode-se observar que, nas cabras avaliadas, houve influência do período de gestação, do pós-parto e da ordem de parto sobre os valores do eritrograma. Todos parâmetros avaliados, exceto VGM, diminuiram com o avançar da gestação até os quinze dias pós-parto, sendo que as maiores alterações ocorreram no final da gestação. A leucometria global (LG) e específica também apresentaram diferenças significativas de acordo com o estado fisiológicos das fêmeas. Os valores médios de LG foram de 10.579 a 15.836 leucócitos/mm3. Fêmeas não gestantes apresentaram maiores valores de LG, diminuindo com a gestação até os 15 dias do pós-parto. Trinta dias pós-parto o valor de LG aumentou, assemelhando-se aos valores das cabras não gestantes. Os valores absolutos de neutrófilos segmentados seguiram a mesma tendência da LG. A quantidade de linfócitos apresentou diminuição a partir dos 120 dias de gestação, aumentando a partir dos trinta dias pós-parto. A quantidade de eosinófilos não sofreu alteração de acordo com o estado fisiológico e a quantidade de basófilos foi maior em fêmeas não gestantes. Para monócitos os resultados foram em geral superiores nas cabras não gestantes e com 120 a 135 dias de gestação. Com relação a ordem de parição observou-se que fêmeas com mais de quatro partos apresentaram menores valores de VG, não havendo diferenças nos outros parâmetros do eritrograma. A LG foi maior na cabras com quatro partos, principalmente devido ao aumento de neutrófilos, enquanto que a quantidade de linfócitos foi menor nestas cabras. Os resultados encontrados evidenciaram a influência da gestação, do pós-parto e da ordem de parto das fêmeas da raça Saanen estudadas sobre os parâmetros hematológicos e também a necessidade da realização de estudos para se determinar os valores de referência do hemograma dos caprinos para cada tipo de criação, estado fisiológico e raça.
Download / Visualização