Ano 2016 - Volume 36, Número 8


Título
Desenvolvimento do sistema nervoso central em guinea pig (Cavia porcellus, Rodentia, Caviidae, 36(8):753-760
Autores

Resumo
RESUMO.- Silva F.M.O., Alcantara D., Carvalho R.C., Favaron P.O., Santos A.C., Viana D.C. & Miglino M.A. 2016. Development of the central nervous system in guinea pig (Cavia porcellus, Rodentia, Caviidae). [Desenvolvimento do sistema nervoso central em guinea pig (Cavia porcellus, Rodentia, Caviidae).] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(8):753-760. Departamento de Cirurgia, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87, Cidade Universitária, São Paulo, SP 05508-270, Brazil. E-mail: fernanda_fmos@hotmail.com

Este estudo descreve o desenvolvimento do sistema nervoso central em guinea pig do 12º dia pós-concepção (dpc) até ao nascimento. No total, 41 embriões e fetos foram analisados macroscopicamente e por microscopia de luz e eletrônica. O fechamento do tubo neural foi observado no dia 14 e o desenvolvimento da medula espinhal e diferenciação das vesículas primitivas do sistema nervoso central foram observados no dia 20. Histologicamente, o tecido cerebral indiferenciado foi observado como uma massa de tecido mesenquimal entre os dias 18 e 20 e no 25º dia o tecido no interior do canal medular apresentou maior densidade. No dia 30 o tecido cerebral apresentou-se diferenciado, período no qual a medula espinhal preenchia todo o canal vertebral e foi possível observar os estratos cerebral e cerebelar. No dia 45 as intumescências cervical e lombar foram visualizadas e os hemisférios cerebrais estavam divididos, com uma clara distinção entre substância branca e cinzenta no cérebro e cerebelo. O sulco mediano dorsal da medula espinhal e a cauda equina foram evidentes apenas no dia 50. Não houve diferenças estruturais significativas em fetos de 50 e 60 dpc e animais a termo eram todos lisencefálicos. Estudos morfológicos do sistema nervoso em guinea pig podem fornecer informações importantes para estudos clínicos em seres humanos devido ao alto grau de maturidade neurológica em relação ao seu período de gestação curto, fato que servir como excelente ferramenta em estudos neurológicos.
Download / Visualização