Ano 2016 - Volume 36, Número 9


Título
Atividade antimicrobiana de moléculas bioativas produzidas por Streptomyces parvulus DPUA 1573 frente a Staphylococcus spp. multirresistentes de mastite bubalina, 36(9):805-810
Autores

Resumo
RESUMO.- Silva J.M., Clementino E.L., Carneiro da Cunha M.N., Porfírio K.P.S., Mota R.A., Teixeira M.F.S., Porto T.S., Porto A.L.F. & Porto C.S. 2016. [Antimicrobial activity of bioactive molecules produced by Streptomyces parvulus DPUA 1573 against Staphylococcus spp. multi-drug resistant isolates from mastitis buffalo.] Atividade antimicrobiana de moléculas bioativas produzidas por Streptomyces parvulus DPUA 1573 frente a Staphylococcus spp. multirresistentes de mastite bubalina. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(9):805-810. Departamento de Morfologia e Fisiologia Animal, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Rua Dom Manoel de Medeiros s/n, Recife, PE 52171-900, Brazil. E-mail: analuporto@yahoo.com.br

A mastite é uma inflamação na glândula mamária que pode acarretar perdas na produção e na qualidade do leite, gerando prejuízos econômicos para a pecuária leiteira. O tratamento é baseado na utilização de antibióticos, sendo, em muitos casos, ineficazes devido à resistência bacteriana já conhecida para esta doença. O objetivo deste trabalho foi selecionar linhagens de Streptomyces spp. produtoras de biocompostos com atividade antimicrobiana frente a isolados do gênero Staphylococcus multirresistentes de búfalas com mastite. Bem como, determinar os melhores parâmetros de produção, e avaliar a produção simultânea de ácido clavulânico. A seleção de Streptomyces spp. com capacidade de produzir compostos com atividade antimicrobiana foi realizada através da técnica bloco de gelose. Dentre as 30 espécies de Streptomyces spp. testadas, o micro-organismo Streptomyces parvulus DPUA 1573 apresentou melhores resultados, sendo capaz de inibir o crescimento de 7 isolados Staphylococcus spp. multirresistentes. Posteriormente, a espécie selecionada Streptomyces parvulus DPUA 1573 foi cultivada em diferentes condições pré-determinadas pelo planejamento fatorial 24, onde as variáveis independentes foram: concentração de soja (0,5; 1,0; 1,5%), glicose (0; 0,5; 1g/L), agitação (150; 200; 250rpm) e temperatura (28; 32; 37°C) e todos os ensaios do planejamento foram monitorados até 120 horas de cultivo. Todas as variáveis independentes influenciaram positivamente no crescimento celular, enquanto que para atividade antimicrobiana apenas as variáveis temperatura e agitação apresentaram efeitos significativos positivos. O líquido metabólito produzido por Streptomyces parvulus DPUA 1573 foi capaz de inibir o crescimento de sete Staphylococcus spp. multirresistentes. As melhores condições de cultivo para a produção de moléculas bioativas por este micro-organismo foi a 37°C, com 250rpm de agitação por período de 72 horas. Nos ensaios que apresentaram atividade antimicrobiana, foi avaliada a produção de ácido clavulânico ao longo do cultivo. A maior concentração de ácido clavulânico foi de 269,84g/L obtidas nas condições de 1,5% de farinha de soja em ausência de glicose no tempo de 96 horas. A linhagem Streptomyces parvulus DPUA 1573 foi eficiente contra Staphylococcus spp. multirresistentes isolados de mastite em búfalas, ainda apresentando concomitantemente produção de ácido clavulânico com o potencial uso farmacêutico.
Download / Visualização