Ano 2016 - Volume 36, Número 10


Título
Celulose bacteriana e composto de celulose bacteriana/policaprolactone para substituto tissular na córnea de coelho, 36(10):986-992
Autores

Resumo
RESUMO.- Sepúlveda R.V., Valente F.L., Reis E.C.C., Araújo F.R., Eleotério R.B., Queiroz P.V.S. & Borges A.P.B. 2016. Bacterial cellulose and bacterial cellulose/ polycaprolactone composite as tissue substitutes in rabbits’ cornea. [Celulose bacteriana e composto de celulose bacteriana/policaprolactone para substituto tissular na córnea de coelho.] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(10):986-992. Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária, Departamento de Veterinária, Universidade Federal de Viçosa, Avenida Peter Henry Rolfs s/n, Viçosa, MG 36570-900, Brazil. E-mail: andrea@ufv.br

Com objetivo de testar o desempenho do compósito celulose bacteriana/policaprolactona (CB/PCL) e da celulose bacteriana pura (CB) como substitutos teciduais em córnea de coelhos, foi realizada uma úlcera superficial de 5 mm de diâmetro e 0,2 mm de profundidade na córnea direita de 36 coelhos, criando-se um bolso interlamelar a partir da base dessa úlcera. Doze animais receberam a membrana do compósito CB/PCL e 12 foram tratados com membranas de CB, ambas com 8 mm de diâmetro, os coelhos restantes não receberam nenhuma membrana, constituindo o grupo controle. Os animais foram acompanhados clinicamente até 45 dias. Três animais de cada grupo sofreram eutanásia aos três, sete, 21 e 45 dias após o implante das membranas para análise histológica da córnea juntamente com o implante. À observação clínica, houve sinais de processo inflamatório moderado, diminuindo a partir do 20º dia nos grupos implantados. A histologia demonstrou ausência de epitélio sobre as membranas, fibroplasia próxima aos implantes, infiltrado inflamatório linfo-histiocitário com células gigantes, desorganização do colágeno, com predominância de fibras imaturas de colágeno em ambos os grupos com implantes. Embora a resposta inflamatória seja aceitável, as membranas utilizadas não desempenharam satisfatoriamente o papel de substituto tecidual para a córnea, no período estudado.
Download / Visualização