Ano 2016 - Volume 36, Número 10


Título
Caracterização molecular de Listeria monocytogenes oriundas de cortes cárneos bovinos e de abatedouros frigoríficos de bovinos localizados no Distrito Federal, Brasil, 36(10):957-964
Autores

Resumo
RESUMO.- Palma J.M., Lisboa R.C., Rodrigues D.P., Santos A.F.M., Hofer E. & Santana A.P. 2016. [Molecular characterization of Listeria monocytogenes from beef samples and cattle slaughterhouses located in the Federal District, Brazil.] Caracterização molecular de Listeria monocytogenes oriundas de cortes cárneos bovinos e de abatedouros frigoríficos de bovinos localizados no Distrito Federal, Brasil. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(10):957-964. Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Universidade de Brasília, Brasília, DF 70910-900, Brazil. E-mail: joanamarchesini@gmail.com

Este trabalho teve como objetivo realizar a detecção de cepas de Listeria monocytogenes de cortes cárneos bovinos bem como no ambiente de abatedouros frigoríficos localizados no Distrito Federal, promover a sorotipificação pela reação em cadeia da polimerase (PCR), realizar antibiograma e submeter às cepas à eletroforese de campo pulsado (Pulsed-field gel electrophoresis - PFGE). Foram analisados um total de 125 cortes cárneos bovinos, 45 amostras de swabs de carcaças e 43 amostras de swabs em que foram detectados 13 cepas de Listeria monocytogenes, sendo 11 em cortes cárneos bovinos e 2 swabs de ambiente em um abatedouro frigorifico. Não foram isoladas cepas de swabs de carcaça. Dentre as 13 cepas de Listeria monocytogenes foram encontradas seis cepas do sorotipo 4b, cinco do sorotipo 1/2c e duas cepas do sorotipo 1/2a. Dentre as 11 cepas de L. monocytogenes encontradas em cortes cárneos bovino, uma (9,1%) cepa apresentou resistência a eritromicina, outra (9,1%) cepa a gentamicina e outra a ciprofloxacina (9,1%) e todas as cepas (100%) apresentaram resistência ao Ác. Nalidíxico. Das duas (2) cepas oriundas de ralos de abatedouro frigorífico, todas (100%) apresentaram resistência ao Ác. Nalidíxico e a sulfonamidas. A análise por eletroforese de campo pulsante (PFGE) demonstrou 13 diferentes pulsotipos, em que foram agrupados em 3 diferentes grupos clonais, que coincidentemente se correlacionavam com os 3 diferentes sorotipos encontrados sugerindo uma ampla disseminação desses perfis no Distrito Federal.
Download / Visualização