Ano 2016 - Volume 36, Número 11


Título
Polimorfismos no gene da proteína priônica em bovinos no Brasil, 36(11):1059-1066
Autores

Resumo
RESUMO.- Sanches C.C., Rosinha G.M.S., Galvão C.E., Feijó G.L.D., Araújo F.R. & Soares C.O. 2016. Polymorphisms in the Prion Protein Gene of cattle breeds from Brazil. [Polimorfismos no gene da proteína priônica em bovinos no Brasil.] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(11):1059-1066. Programa de Doutorado em Ciência Animal, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Av. Senador Filinto Müller 2443, Cidade Universitária, Cx. Postal 549, Campo Grande, MS 79070-500, Brazil. E-mail: cleber.soares@embrapa.br

Uma das mudanças que ocorrem no gene PRNP em bovinos é a inserção e/ou deleção (indels) de sequências de bases, em determinadas regiões como, por exemplo, as indels de 12 pares de bases (pb) no íntron 1 e 23pb na região promotora. O alelo de deleção de 23pb está relacionado com a suscetibilidade à Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), assim como a presença do alelo de deleção de 12pb. Neste estudo foi genotipada a variabilidade de nucleotídeos da região promotora e íntron 1 do gene PRNP em bovinos das raças Angus, Canchim, Nelore e Simental, para identificar os perfis genotípicos de resistência e/ou suscetibilidade à EEB de cada animal. Foi realizada a extração de DNA genômico para amplificação das regiões alvo do gene PRNP, por meio da reação em cadeia de polimerase (PCR) utilizando-se primers específicos. Os produtos da PCR foram submetidos à eletroforese em gel de agarose a 3%, e sequenciamento para a realização da genotipagem. Com exceção da raça Angus, a maioria das raças apresentaram maiores frequências do alelo de deleção tanto para 12pb como 23pb, em comparação com seus respectivos alelos de inserção, para as duas regiões. Esses resultados abrem caminhos para o conhecimento de como o rebanho brasileiro está sendo formado com relação aos polimorfismos do gene PRNP bovino.
Download / Visualização