Ano 2016 - Volume 36, Número 11


Título
Análise do extrato aquoso de Arachis hipoagea L. no combate à dislipidemia e ao ganho ponderal de ratos Wistar submetidos à dieta hiperlipídica, 36(11):1121-1126
Autores

Resumo
RESUMO.- Oliveira T.K.B., Almeida F.A.C., Falcão M.P.M.M., Lemos-Jordão A.J.J.M., Ramos K.R.L.P. & Silva J.F. 2016. [Analysis of the aqueous extract of Arachis hipoagea L. to reduce dyslipidemia and weight gain in Wistar rats with high fat diet.] Análise do extrato aquoso de Arachis hipoagea L. no combate à dislipidemia e ao ganho ponderal de ratos Wistar submetidos à dieta hiperlipídica. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(11):1121-1126. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola, Universidade Federal de Campina Grande, Av. Aprígio Veloso 882, Campina Grande, PB, Brazil. E-mail: tharcia_kiara@hotmail.com

O objetivo desse estudo foi avaliar os efeitos do Extrato Aquoso de Amendoim (EAA) no peso, bioquímica sérica e na histologia hepática de ratos Wistar submetidos a dietas normo e hiperlipídicas. A pesquisa foi realizada utilizando 40 ratos Wistar machos, divididos em quatro grupos (n=10): GA (dieta hiperlipídica), GB (dieta hiperlipídica +EAA), GC (dieta normolipídica) e GD (dieta normolipídica +EAA). Após 8 semanas, os animais foram eutanasiados e foram coletadas amostras sanguíneas para a avaliação de dados bioquímicos (Colesterol total e suas frações, triglicerídeos, uréia, creatinina, AST, ALT e glicemia) e fragmentos do fígado para análise histológica. Os animais do grupo GB tiveram um ganho de peso inferior quando comparados ao GA (XGB= versus XGA= p<0,05), já os grupos GC e GD não obtiveram diferenças estatísticas. Os animais que receberam o EAA tiveram uma redução nos níveis de colesterol (XGB= versus XGA= p<0,05 e XGD= versus XGA= p<0,01), dos triglicerídeos (XGB= versus XGA e XGD= versus XGA= p<0,001) e mais discretamente dos níveis de ALT. A glicemia, uréia e creatina permaneceram dentro dos valores de referência. As amostras hepáticas analisadas, dos ratos dos diferentes grupos, não apresentaram alterações histopatológicas. Conclui-se que O EAA apresentou efeitos preventivos sobre o ganho ponderal e dislipidemia.
Download / Visualização