Ano 2017 - Volume 37, Número 1


Título
Uma técnica simples e rápida de amostrar costelas para análises químicas e densitométricas por meio de biópsias em bovinos, 37(1):31-35
Autores

Resumo
RESUMO.- Malafaia P., Salcedo Y.T.G., Uscategui R.A.R., Souza V.C., Costa D.F.A. & Berchielli T.T. 2017. A simple and fast sampling method for chemical analyses and densitometry of bones through rib biopsies in cattle. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(1):31-35. Departamento de Nutrição Animal e Pastagem, Instituto de Zootecnia, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Campus de Seropédica, BR 465-Km 7, Seropédica, RJ 23890-000, Brazil. E-mail: malafaia_ufrrj@yahoo.com.br

No presente estudo foi desenvolvida uma técnica para se obter, de forma rápida e simples, amostras da 12ª costela bovina por meio de biópsias. Avaliou-se a recuperação pós-operatória (durante 15 dias), o consumo de matéria seca (CMS) e o ganho de peso diário (GMD) de 36 novilhos Nelores, sendo nove animais controles e 27 submetidos à biópsia. A cada 30 dias biópsias de costelas foram realizadas em nove animais, usando uma furadeira elétrica acoplada a uma serra-copo com uma broca-guia de 3mm de diâmetro. Esta técnica de biópsia permitiu obter amostras ósseas de forma rápida, com o cirurgião operando sozinho e com os animais levemente sedados e em estação. Ao término do experimento (116 dias) o CMS e o GMD não foram afetados pelo procedimento cirúrgico. As amostras obtidas foram adequadas para exames radiográficos e subsequentes análises químicas. O conjunto de informações adquiridas com a técnica de biópsia de costelas permite aumentar a exatidão no diagnóstico da deficiência de fósforo em bovinos criados em pastagens e também realizar estudos sobre metabolismo ósseo em animais experimentais.
Download / Visualização