Ano 2017 - Volume 37, Número 5


Título
Expressão do mRNA paraIGF-2 em oócitos e células do cumulus extraídos de folículos antrais e pré-antrais de ovelhas nativas do Estado de Pernambuco, 37(5):526-530
Autores

Resumo
RESUMO.- Melo A.N., Santos Júnior E.R., Silva D.E., Adrião M., Porto A.L.F. & Wischral A. 2017. [IGF-2 mRNA expression in oocytes and cumulus cells of antral and preantral native sheep follicles in Pernambuco State, Brazil.] Expressão do mRNA paraIGF-2 em oócitos e células do cumulus extraídos de folículos antrais e pré-antrais de ovelhas nativas do Estado de Pernambuco. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(5):526-530. Núcleo de Educação em Ciências Agrárias, Universidade Federal de Sergipe, Avenida 26 de Setembro 1126, Nossa Senhora da Glória, SE 49680-000, Brazil. E-mail: arthurnascimento@gmail.com

Objetivou-se avaliar a expressão do mRNA para o gene do fator de crescimento IGF-2 em oócitos e células do cumulus de ovelhas em diferentes estágios do desenvolvimento folicular. Os folículos classificados morfologicamente como antrais (terciários e pré-ovulatórios) foram aspirados manualmente para obtenção dos oócitos e células do cumulus. Os folículos pré-antrais (secundários) foram extraídos do córtex ovariano, por microdissecção, e os oócitos retirados. Nos dois grupos, os oócitos foram desnudados e agrupados em “pools” de dez células cada (Grupo A, n=10; Grupo B, n=10) e dez amostras com grupos de células do cumulus (Grupo A1, n=10, B1, n=10). O mRNA foi extraído e convertido em cDNA utilizando a técnica da RT-PCR, utilizando Oligo DT randômico para o mRNA. A análise da expressão confirmou a expressão gênica para IGF-2 nos grupos de oócitos e células do cumulus. Houve um aumento da expressão relativa do mRNA para IGF-2 nos grupos de oócitos durante a fase mais tardia do desenvolvimento folicular e as diferenças foram consideradas significantes (p<0,05). Não houve variação significante da expressão de IGF2 entre os grupos de células do cumulus. Conclui-se que o fator de crescimento IGF-2 tem níveis mais elevados de expressão em oócitos ovinos, na segunda fase do desenvolvimento folicular, mas expressão semelhante em células do cumulus durante as fases estudadas do desenvolvimento folicular.
Download / Visualização