Ano 2017 - Volume 37, Número 7


Título
Eficácia da ciclosporina no controle da dermatite atópica em cães, 37(7):729-733
Autores

Resumo
RE$SUMO.- Neto A.S., Farias M.R., Pimpão C.T., Quitzan J.G. & Anater A. 2017. [Efficacy of cyclosporine in the control of atopic dermatitis in dogs.] Eficácia da ciclosporina no controle da dermatite atópica em cães. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(7):729-733. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, Escola de Ciências Agrárias e Ambientais, Pontifícia Universidade Católica do Paraná, BR-376 Km 14, São José dos Pinhais, PR 83010-500, Brazil. E-mail: adriano.asn@hotmail.com

A dermatite atópica é uma dermatopatia inflamatória, pruriginosa, crônica, de origem genética, resultante da perda da função de barreira física da pele e da hiperreatividade à alérgenos ambientais, trofoalérgenos, alérgenos microbianos e a irritantes primários. Este estudo avaliou a eficácia da ciclosporina no controle do prurido e das lesões associadas à dermatite atópica em cães. Selecionaram-se 24 cães com diagnóstico de dermatite atópica baseados nos critérios de Favrot et al. (2010), os quais foram divididos em dois grupos de 12 cães, onde o Grupo 1, recebeu ciclosporina (5mg/kg/vo/24h), e o Grupo 2, foi tratado com prednisona (0,5mg/kg/vo/24h) em doses decrescentes, ambos por 60 dias. Os animais foram continuamente avaliados, e seus escores sintomato-lesionais, baseados na escala de CADESI-03, estabelecidos nos dias 0, 30 e 60. Em adição, os escores de prurido de cada animal, baseado nos critérios de Rybnicek, foram semanalmente avaliados, do dia 0 ao 63. Todos os dados coletados foram analisados pelo teste não paramétrico de Kruskal-Wallis, seguido do teste de Dunn´s e para as análises entre os grupos foi utilizado o teste t, considerado o nível de significância mínimo de 5%. A ciclosporina teve uma eficácia similar, no controle lesional, ao grupo que recebeu prednisona no dia (+30) (p<0,05) e no dia (+60) (p<0,001) do tratamento, em relação ao dia zero. Uma diferença significativa do escore do prurido foi observada nos dias +28, +35, +42, +49, +56 e +63 (p<0,001), e no dia +21 (p<0,01) em relação ao momento inicial do tratamento, porém sua eficácia foi inferior ao Grupo 2, a partir do 42º dia de avaliação, mantendo-se esta diferença nos dias +49, +56 e +63 (p>0,05). Apesar da ciclosporina ter sido menos eficaz no controle do prurido, este se manteve em níveis aceitáveis, e seu uso contínuo não foi associado a efeitos colaterais relevantes.
Download / Visualização