Ano 2017 - Volume 37, Número 10


Título
Caracterização clínica e histopatológica de bulbos oculares de cães e gatos (2005-2015), 37(10):1125-1132
Autores

Resumo
ABSTRACT.- Galera P.D., Araújo R.L.S., Sant’Ana F.J.F. & Castro M.B. 2017. [Clinical and histopathologic characterization of ocular bulbs in dogs and cats (2005-2015).] Caracterização clínica e histopatológica de bulbos oculares de cães e gatos (2005-2015). Pesquisa Veterinária Brasileira 37(10):1125-1132. Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Universidade de Brasília, Campus Universitário Darcy Ribeiro, Avenida L4 Norte, Asa Norte, Brasília, DF 70910-900, Brazil, E-mail: dra.paulagalera@gmail.com

Objetivou-se realizar a caracterização clínica e histopatológica de bulbos oculares de cães e gatos, removidos cirurgicamente por indicação clínica, no período entre 2005-2015. Foram realizados 101 procedimentos de remoção do bulbo ocular, 93 enucleações (92%) e 8 exenterações (8%). Os procedimentos foram realizados em 80 cães, (79% dos casos) e em 21 gatos (21% dos casos). Os cães submetidos à intervenção cirúrgica apresentavam perfurações oculares (n=31, 39%), glaucoma (n=19, 24%), protrusão ocular (n=13, 16%), diagnósticos sugestivos de neoplasia (n=10, 12,5%) e outros (n=3, 2,97%). Dentre os gatos os diagnósticos clínicos compreenderam perfuração ocular (n=9, 49%), glaucoma (n=3, 14,2%), microftalmia (n=3, 14,2%), sugestivo de neoplasia (n=2, 9,5%), protrusão ocular (n=2, 9,5%) e outros (n=2, 9,5%). Vinte e sete amostras de bulbos oculares foram submetidas para avaliação histopatológica, sendo 23 provenientes de cães e quatro de gatos. Dentre as amostras de origem canina, sete exibiram achados histopatológicos compatíveis com glaucoma, sete perfurações oculares, seis neoplasias intraoculares, duas panoftalmites e um quadro de Phthisis bulbi. Nos bulbos oculares de gatos foram diagnosticadas duas neoplasias intraoculares, uma microftalmia e uma perfuração ocular. Constatou-se que o glaucoma secundário, as neoplasias e as perfurações oculares estão entre as principais causas de enucleação em cães, e associadas a alterações primárias como a ceratoconjuntivite seca e as uveítes. Estas afecções, diferentemente das neoplasias, podem ter êxito terapêutico mediante diagnóstico e tratamento precoces, prevenindo a cegueira e a remoção do bulbo ocular.
Download / Visualização