Ano 2017 - Volume 37, Número 10


Título
Concentração de elementos traços em serpentes do litoral e da região serrana do Espírito Santo, 37(10):1146-1152
Autores

Resumo
RESUMO.- Frossard A., Carneiro M.T.W.D., Silva E.L.F., Camargo Filho C.B. & Rossi Jr J.L. 2017. [Trace element concentration in snakes of coastal and serrana region of the State of Espírito Santo, Brazil.] Concentração de elementos traços em serpentes do litoral e da região serrana do Espírito Santo. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(10):1146-1152. Programa de Pós-Graduação em Ecologia de Ecossistemas, Universidade Vila Velha, Rua Comissário José Dantas de Melo 21, Boa Vista, Vila Velha, ES 29102-920, Brazil. E-mail: xandfrossard@yahoo.com.br

Os elementos químicos, em sua maioria, encontram-se em ciclos bioquímicos e geoquímicos fechados e em concentrações que não causam efeitos nocivos aos organismos. Contudo, ações antrópicas aceleradas promovem alterações ambientais, como o aumento no aporte de contaminantes. Com essas informações, o presente trabalho buscou caracterizar a presença aos elementos traços em duas espécies de serpentes comuns na região sudeste, Boa constrictor e Bothrops jararaca. Os exemplares de B. constrictor (n=18) foram provenientes de atropelamentos ocorridos no trecho da Rodovia ES-060 do Km 0 ao Km 67,5. Os exemplares de B. jararaca (n=18) foram capturados por fazendeiros na zona rural da região serrana do Espírito Santo. Foram analisados 1 grama de fragmento de rim, de espécimes necropsiados. Os rins coletados foram digeridos com mistura ácida (HNO3;HCl; 1:1) a 300oC, 40min e a quantificação de microelementos (Cd, Co, Cr, Cu, Fe, Mn, Ni, Pb e Zn) foi realizada por espectrometria de emissão óptica com plasma indutivamente acoplado (ICP OES). Não foram observadas diferenças significativas entre machos e fêmeas, exceto para Cromo nas B. constrictor (p=0,03), com média de 1,6595 nas concentrações de Cr nas fêmeas e 0,2896 em machos. Contudo, quando foram comparadas as diferentes espécies de serpentes, diferentes concentrações foram encontradas, para todos os elementos determinados, com destaque para o Ferro com uma concentração de 106,2mg/g em B. constrictor e 120,3mg/g em B. jararaca, provavelmente por esses animais virem de áreas próximas à portos de minério de ferro. A concentração de Zinco em B. constrictor foi de 1261,8mg/g e em B. jararaca foi de 28,4mg/g. O presente estudo indica que as serpentes analisadas, que habitam as regiões da Grande Vitória e serrana do Espírito Santo apresentam elevadas concentrações dos microelementos Zn e Fe.
Download / Visualização