Ano 2017 - Volume 37, Número 10


Título
Incidência de Candida spp. segundo a sazonalidade em excretas de aves silvestres cativas analisadas no Laboratório ADN/Poços de Caldas-MG, Brasil (2010-2014), 37(10):1153-1158
Autores

Resumo
RESUMO.- Alves J.N., Elston L.B. & Brisola M.L. 2017. [Seasonal incidence of Candida spp. found in feces of captive wild and exotic birds by ADN Laboratory/Poços de Caldas-MG, Brazil (2010-2014).] Incidência de Candida spp. segundo a sazonalidade em excretas de aves silvestres cativas analisadas no Laboratório ADN/Poços de Caldas-MG, Brasil (2010-2014). Pesquisa Veterinária Brasileira 37(10):1153-1158. Faculdade de Medicina Veterinária, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Campus Poços de Caldas, Av. Padre Francis Cletus Cox 1661, Poços de Caldas, MG 37701-355, Brazil. E-mail: jackeline.an.medvet@gmail.com

Candidíase é a doença causada pelas leveduras do gênero Candida spp., agindo tanto como agentes primários ou secundários de doenças importantes em aves e humanos. O presente estudo teve por objetivo estudar as 599 amostras com pedido de diagnóstico para Candida spp. em um laboratório diagnóstico comercial na cidade de Poços de Caldas, MG-Brasil, no período de 2010 à 2014, levando em consideração a sazonalidade (verão, outono, inverno e primavera) e origem geográfica das amostras. Ao analisar o grupo com todas as ordens de aves em todo território brasileiro, foram 28,05% resultados positivos (168/599) e 71,95% resultados negativos (431/599), sendo 19,9% (119/599) dos resultados obtidos no verão, 30,6% (183/599) no outono, 28,04% (168/599) no inverno e 21,54% (129/599) na primavera. Dentro dos resultados obtidos, no verão 31,09% (37/119) foram positivos; no outono 31,15% (57/183); no inverno 30,4% (51/168) e por fim, na primavera 17,83% (23/129) (Quadro 3), tendo sido demonstrada baixa incidência nesta última estação (p=0,003) pelo teste de Qui-Quadrado. Com base nestes achados conclui-se que durante a primavera, há diminuição da incidência de resultados positivos para Candida spp. possivelmente devido a um aumento da imunocompetência destes animais durante esta estação, sendo necessários mais estudos para associar resultados clínico-práticos aos estatísticos encontrados nesta pesquisa.
Download / Visualização