Ano 2017 - Volume 37, Número 11


Título
Avaliação de peptídeo natriurético em cães doentes renais crônicos, 37(11):1322-1326
Autores

Resumo
RESUMO.- Cruz F.A.C.S., Torres M.M., Poletto D., Mendonça A.J., Guimaraes L.D., Almeida A.B.P.F., Silva F.G. & Sousa V.R.F. 2017. [Natriuretic peptide assessment in dogs with chronic kidney disease.] Avaliação de peptídeo natriurético em cães doentes renais crônicos. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(11):1322-1326. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, Universidade Federal do Mato Grosso, Av. Fernando Corrêa da Costa 2367, Bairro Boa Esperança, Cuiabá, MT 78060-900, Brazil. E-mail: valeriaregia27@gmail.com

Na doença renal crônica (DRC), a hipertensão arterial é uma das complicações mais comuns, que pode estar associada a liberação dos peptídeos natriuréticos e a hipertrofia ventricular no homem. Em cães os peptídeos natriuréticos são estudados como biomarcadores cardíacos, mas ainda se desconhece sua função em cães com DRC. Desta forma, este estudo teve como objetivo relacionar a concentração sérica de peptídeo natriurético B aos achados de pressão arterial, eletrocardiográficos, eletrolíticos, hematológicos e bioquímicos séricos e urinários em cães nos distintos estágios da DRC. Foram constatadas diferenças significativas na relação de proteína creatinina urinária (UPC, p=0,006), anemia, creatinina e uréia sérica (p<0,001) nos grupos de doentes renais comparado com saudáveis. Apesar das variações de pressão arterial, amplitude e intervalo QRS e fósforo não serem significativas, foi observada tendência de alteração desses valores com o avanço da doença. Não foi observado correlação entre BNP (peptídeo natriurético cerebral) e DRC.
Download / Visualização