Ano 2009 - Volume 29, Número 11


Título
Infecção experimental de coelhos com um, 29(11):913-918
Autores

Resumo
RESUMO.- Silva A.D., Franco A.C., Esteves P.A., Spilki F.R. & Roehe P.M. 2009. Experimental infection of rabbits with a recombinant bovine herpesvirus type 5 (BoHV-5) gI, gE and US9-negative. Pesquisa Veterinária Brasileira 29(11):913-918. Instituto de Pesquisas Veterinárias Desidério Finamor, Fepagro Saúde Animal, Estrada Municipal do Conde 6000, Caixa Postal 47, Eldorado do Sul, RS 92990-000, Brazil. E-mail: anafranco.ufrgs@gmail.com

O herpesvírus bovino tipo 5 é uma das principais causas de meningoencefalite viral em bovinos. A expressão de diferentes proteínas virais tem sido associada à neuropatogenia do BoHV-5. Entre estas, a gI, gE
e US9 têm sido consideradas essenciais para a indução de sinais neurológicos nos animais infectados. Para avaliar o papel das proteínas gI, gE e US9 na neurovirulência, construiu-se um recombinante no qual os genes que
codificam estas proteínas foram deletados, denominado BoHV-5 gI-/gE-/US9-. Este vírus foi inoculado em coelhos de idades diferentes (quatro e oito semanas de idade). Quando o vírus recombinante foi inoculado nos seios paranasais de coelhos de quatro semanas de idade, doença neurológica e morte foram observadas em 4 dos 13
(30,7 %) animais, enquanto que sinais clínicos e morte foram observados em 11/13 (84,6%) dos coelhos infectados com o vírus parental. Em coelhos de oito semanas de
idade, o BoHV-5 gI-/gE-/US9- não induziu sinais clínicos
aparentes e, após tentativa de reativação viral por tratamento com dexametasona, o vírus não foi re-excretado. Por outro lado, o vírus selvagem causou doença clínica em 55,5 % dos coelhos e foi re-excretado após tratamento com dexametasona. Estes achados revelam que a deleção simultânea dos genes gI, gE e US9 reduziu mas
não aboliu completamente a neurovirulência do BoHV-5 em coelhos, indicando que outros genes virais possam ter papel na indução da doença neurológica.
Download / Visualização