Ano 2010 - Volume 30, Número 2


Título
Detecção do vírus da cinomose canina em cães assintomáticos e não vacinados, 30(2):139-144
Autores

Resumo
RESUMO.- Del Puerto H.L., Vasconcelos A.C., Moro L., Alves F., Braz G.F. & Martins A.S. 2010. Canine distemper virus detection in asymptomatic and non vaccinated dogs. Pesquisa Veterinária Brasileira 30(2):139-144. [Detecção do vírus da cinomose canina em cães assintomáticos e não vacinados.]Departamento de Patologia Geral, Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Minas Gerais, Campus Pampulha, Belo Horizonte, MG 31270-901, Brazil. E-mail: helendelpuerto@hotmail.com

A reação em cadeia da polimerase (PCR) em tempo real revelou a presença do vírus da cinomose canina em amostra de sangue de cães assintomáticos e não vacinados. Amostra de onze cães domésticos sem nenhum sinal clínico de cinomose e que não foram vacinados no mês da coleta de sangue foram utilizados para análise. Amostra vacinal do vírus da cinomose canina em células VERO foi utilizada como controle positivo. O RNA total foi isolado utilizando-se Trizol®, e tratadas com o Kit TURBO DNA-free. Os iniciadores foram desenhados para amplificar a região do nucleocapsídeo viral com 319pb e 84pb para a PCR convencional e PCR em tempo real, respectivamente. O fragmento alvo da b-actina canina com 93pb foi utilizado como controle endógeno e normalizador. Resultados quantitativos da PCR em tempo real gerados pelo programa ABI Prism 7000 SDS demonstraram que 54,5% dos cães assintomáticos foram positivos para o vírus da cinomose canina. As curvas de dissociação confirmaram a especificidade dos fragmentos da PCR em tempo real. A detecção precoce do RNA viral é importante para a identificação de cães subclinicamente infectados e limitar a difusão da doença.
Download / Visualização