Ano 2010 - Volume 30, Número 8


Título
Estudo morfofuncional das glândulas mamárias de Mão Pelada, Procyon cancrivorus, 30(8):689-695
Autores

Resumo
RESUMO.- Bellatine T., Mançanares C.A.F., Franciolli A.L.R., Ambrósio C.E., Martins D.S., Miglino M.A. & Carvalho A.F. 2010. [Morphofunctional study of Crab-eating Raccoon (Procyon cancrivorus) mammary gland.] Estudo morfofuncional das glândulas mamárias de Mão Pelada, Procyon cancrivorus. Pesquisa Veterinária Brasileira 30(8):689-695. Departamento de Morfologia, Faculdade de Medicina Veterinária, Centro Universitário da Fundação de Ensino Octávio Bastos, Avenida Octávio Bastos s/n, Jardim Nova São João, São João da Boa Vista, SP 13870-000, Brazil. E-mail: labvet01@unifeob.edu.br

Para a descrição macro e microscópica das glândulas mamárias foram utilizadas três fêmeas de Mão Pelada (Procyon cancrivorus). As amostras das glândulas foram processadas conforme técnicas rotineiras para histologia. As fêmeas estudadas apresentaram 3 pares de glândulas mamárias, sendo um par de glândula mamária abdominal cranial, um par de abdominal caudal e um par de inguinal. As papilas mamárias apresentaram formato pendular, como os canídeos domésticos. Microscopicamente, a glândula mamária apresentou da porção externa para a interna: epiderme (epitélio estratificado pavimentoso queratinizado), derme (tecido conjuntivo frouxo e tecido conjuntivo denso não modelado), fibras musculares lisas e ductos papilíferos que abrem em vários ósteos papilares em formato de “chuveiro”. A porção secretora glandular era caracteristicamente túbulo alveolar, com células cuboidais dispostas em camada simples. Os resultados indicam que o conjunto glandular estudado é semelhante ao da cadela (Cannis familiaris) tanto em seu aspecto macroscópico quanto em seu aspecto microscópico, este fato sugere que podemos utilizar o Mão Pelada e o Cão como modelos similares de estudo, para identificação de patologias relacionadas a este sistema.
Download / Visualização