Ano 2010 - Volume 30, Número 9


Título
Ureia como marcador de diluição em amostras de lavado traqueobrônquico de potros com rodococose, 30(9):749-753
Autores

Resumo
RESUMO.- Porto A.C.R.C., Mirandola R.M.S., Mori C.S. & Fernandes W.R. 2010. [Urea as a dilution mark in tracheobronchial wash samples of foals with rodhococosis.] Ureia como marcador de diluição em amostras de lavado traqueobrônquico de potros com rodococose. Pesquisa Veterinária Brasileira 30(9):749-753. Departamento de Clínica Médica, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87, Cidade Universitária, São Paulo, SP 05508 270, Brazil. E-mail: carolporto@usp.br

No estudo das infecções e dos mecanismos inflamatórios do trato respiratório posterior, a diluição desconhecida de amostras de lavados traqueobrônquicos leva a um grave problema na interpretação das concentrações de várias substâncias. Foi investigada a amplitude da diluição em uma situação clínica verdadeira, com o objetivo de determinar a validez do uso da dosagem da ureia em lavados traqueobrônquicos para correção da diluição. As amostras do estudo consistiram em lavados traqueobrônquicos obtidos de sete potros com infecção por Rhodococcus equi. Foi realizada a contagem celular total e diferencial e comprado com o quadro clínico e a recuperação bacteriana de todas as amostras. Os fatores de diluição dos lavados variaram entre 14,3 e 130 (média 59,7). O uso da ureia como marcador de diluição melhorou a exatidão na determinação da concentração total de células nos lavados. Estes resultados sugerem que a prática de mensurar substâncias em lavado traqueobrônquico sem correção da diluição possa induzir a falsas conclusões.
Download / Visualização