Ano 2012 - Volume 32, Número 3


Título
Caracterização molecular de rotavírus bovino do Grupo A nas regiões Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, 32(3):237-242
Autores

Resumo
RESUMO.- Silva F.D.F., Gregori F., Gonçalves A.C.S., Samara S.I. & Buzinaro M.G. 2012. [Molecular characterization of group A bovine rotavirus in southeastern and central-western Brazil.] Caracterização molecular de rotavírus bovino do Grupo A nas regiões Sudeste e Centro-Oeste do Brasil. Pesquisa Veterinária Brasileira 32(3):237-242. Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Reprodução Animal, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Jaboticabal, SP 14884-900, Brazil. E-mail: vete_fer@yahoo.com.br

Rotavírus é uma importante causa de diarreia neonatal em humanos e várias espécies animais, incluindo bezerros. Foi realizado um estudo a partir de 792 amostras fecais colhidas de bezerros, provenientes de 65 rebanhos de leite e corte distribuídos em duas das maiores regiões produtoras no Brasil, com o objetivo de se detectar a ocorrência de rotavírus e realizar a sua caracterização molecular quanto aos genotipos G e P nestas regiões. Um total de 40 (5,05%) de amostras testadas foram positivas para rotavírus pela técnica de eletroforese em gel de poliacrilamida (PAGE). A caracterização molecular foi realizada através de reações do tipo Multiplex semi-nested RT-PCR demonstrando que as associações de genotipos circulantes em rebanhos da região Sudeste foram G6P[11], G10[P11], G[-]P[5]+[11], G[-]P[6] no Estado de São Paulo e G6P[11], G8P[5], G11P[11], G10P[11] no Estado de Minas Gerais. Na região Centro-Oeste, foram detectados no Estado de Goiás os genotipos G6P[5]+[11], G6P[5], G8P[-], G6P[11], G[-]P[1], G[-]P[11], G[-]P[5] enquanto os genotipos G6P[5], G8[P11], G6[P11], G8[P1], G8[P5], G6[P1] eram circulantes em rebanhos do Estado do Mato Grosso do Sul. A diversidade genotípica de rotavírus bovino encontrada em cada região estudada justifica a importância da caracterização das amostras circulantes para medidas profiláticas mais efetivas.
Download / Visualização