Ano 2012 - Volume 32, Número 7


Título
Pythium insidiosum: identificação morfológica e molecular de isolados brasileiros, 32(7):619-622
Autores

Resumo
RESUMO.- Azevedo M.I., Pereira D.I.B., Botton S.A., Costa M.M., Mahl C.D., Alves S.A. & Santurio J.M. 2012. Pythium insidiosum: Morphological and molecular identification of Brazilian isolates. Pesquisa Veterinária Brasileira 32(7):619-622. Laboratório de Pesquisas Micológicas, Departamento de Microbiologia e Parasitologia, Universidade Federal de Santa Maria, Camobi, Santa Maria, RS 97105-900, Brazil. E-mail: janio.santurio@gmail.com

Pythium insidiosum é um oomiceto pertencente ao Reino Stramenopila e agente etiológico da pitiose, uma doença infecciosa com riscos de morte. A pitiose é caracterizada pelo desenvolvimento de lesões crônicas sobre os tecidos cutâneos, subcutâneas, intestinal e ósseo em humanos e muitas espécies de animais. A identificação de P. insidiosum é importante, a fim de se obter um diagnóstico rápido e definitivo, bem como um tratamento eficaz. Este estudo relata a identificação de 54 isolados de P. insidiosum de cavalos, cães e ovelhas que apresentavam lesões compatíveis e suspeita clínicas de pitiose, provenientes de diferentes regiões do Brasil, através de métodos morfológicos e moleculares. Através da PCR foi possível confirmar a identidade de todos os isolados brasileiros como sendo P. insidiosum.
Download / Visualização