Ano 2012 - Volume 32, Número 9


Título
Percepção de criadores de Gir a respeito da otite parasitária de bovinos em três estados brasileiros, 2009, 32(9):855-858
Autores

Resumo
RESUMO.- Leite P.V.B., Cunha L.M., Oliveira P.R., Leite L.B. & Leite R.C. 2012. Farmers’ perception about parasitic otitis in Gyr breed from three states of Brazil. Pesquisa Veterinária Brasileira 32(9):855-858. Departamento de Medicina Veterinária Preventiva, Escola de Veterinária, Universidade Federal de Minas Gerais, Av. Antônio Carlos 6627, Pampulha, Cx. Postal 567, Belo Horizonte, MG 30123-970, Brazil. E-mail: patriciabossileite@gmail.com

Este estudo objetivou conhecer a percepção de criadores e responsáveis técnicos de rebanhos bovinos da raça Gir frente à otite parasitária, inclusive suas práticas relativas aos métodos de controle e tratamento. Utilizou-se um questionário contendo tópicos específicos relacionados à doença. Os resultados mostraram que a otite esteve presente em 25 (89,3%) das 28 propriedades estudadas, sendo os nematóides do gênero Rhabditis o principal agente etiológico encontrado. A maioria dos entrevistados considerou a doença como um sério problema do rebanho, ocorrendo principalmente nos animais com mais de oito anos de idade. Cerca de metade dos entrevistados não observaram correlação entre a época do ano e maior prevalência da doença, por sua vez, 30.8% deles relataram o aumento da frequência de casos de otite durante a estação chuvosa. Verificou-se, além da grande variedade de métodos e produtos para o tratamento da rhabditiose, a ausência de padronização dos protocolos preventivos ou curativos, sugerindo conhecimento insuficiente a respeito do seu controle.
Download / Visualização