Resultado da pesquisa (4)

Termo utilizado na pesquisa Acevedo-Nieto E.C

#1 - Profile of Taenia saginata cysticerci implantation in unusual sites and its importance for public health

Abstract in English:

Cysticercosis is a worldwide zoonosis, which demands proper control and monitoring during all beef production chain. In Brazil, the key point for controlling this zoonosis is the anatomopathological exam conducted in slaughterhouses during the post-morten inspection. This study aimed to describe the cysticerci location in tissues not usually examined during the inspection, and to check their viability in bovines infected with Taenia saginata eggs (group 1: experimental; group 2: natural). After slaughtering, animal from both groups were routinely examined for cysticercosis, according official Brazilian standards; group 1 animals were also examined in additional anatomic regions: end cuts (chuck, rump, strip loin, and shoulder), liver, esophagus, diaphragm and pillars. In group 1, cysticerci were identified in chuck (8.2%), shoulder (6.6%), strip loin (6.2%), and rump (5.8%), and also in tissues that are not usually considered during routine inspection, such as diaphragm (2.7%), liver (12.0%) and esophagus (1.2%). Still in group 1, the routine inspection identified cysticerci in hearth (37.7%), head muscles (17.1%), and tongue (2.3%). In group 2, cysticerci were identified in hearth (61.8%), head muscles (38.2%), and liver (10.2%). The viability of cysticerci were predominant in rump (80.0%), diaphragm (71.4%) and esophagus (66.7%) in animals from group 1, while non-viable cysticerci were more frequent in head muscles (77.3%), hearth (76.3%), liver (71.0%), and tongue (50.0%). In group 2, head muscles presented 68.3% of the viable cysticerci, while non-viable cysticerci were identified in liver (87.5%), tongue (66.7%), and hearth (63.2%). The high frequencies of viable cysticerci in end cuts available for consumers, including natural infected bovines, is a Public Health concern, once in Brazil these products were usually consumed without proper heat treatment, increasing the risks of T. saginata infection. The obtained results demonstrated the anatomopathological distribution of cysticercosis in different tissues in experimental and natural infected bovines, considering tissues that are routinely and not routinely examined during inspection. Then, the inspection procedures could be improved by adding such analysis in its routine procedures, in order to increase the proper control of the taeniasis-cysiticercosis complex and to decrease the Public Health risks.

Abstract in Portuguese:

A cisticercose bovina é uma zoonose de distribuição mundial. No Brasil, o controle é realizado através do diagnóstico anatomopatológico durante a inspeção post-mortem nos matadouros. Objetivou-se neste estudo determinar a localização de cisticercos nos tecidos rotineiramente inspecionados e sobretudo nos tecidos não rotineiramente inspecionados, verificando a viabilidade dos cisticercos em bovinos infectados de forma experimental (grupo 1) e natural (grupo 2) com ovos de Taenia saginata. Em ambos os grupos foram analisados os tecidos rotineiramente inspecionados nas linhas de inspeção, de acordo com os padrões estabelecidos na legislação do Brasil. Adicionalmente, no grupo 1 foram selecionadas outras regiões anatômicas, representadas por quatro cortes comerciais (acém, alcatra, contrafilé, paleta), além do fígado, esôfago, diafragma e pilares. Com relação à frequência dos cisticercos no grupo 1, nos cortes comerciais, foram encontrados 8,2% de cisticercos no acém, 6,6% na paleta, 6,2% no contrafilé e 5,8% na alcatra. Outros tecidos não rotineiramente inspecionados para a exclusiva pesquisa por cisticercos que apresentaram lesões foram o diafragma, fígado e o esôfago, com 2,7%, 12,0% e 1,2% respectivamente. No grupo 1, os sítios rotineiramente inspecionados predominantes foram o coração (37,7%), músculos mastigatórios (17,1%) e língua (2,3%). No grupo 2 foram encontrados 61,8% dos cisticercos totais no coração, seguido dos músculos mastigatórios (38,2%) e fígado (10,2%). Com relação à viabilidade dos cisticercos no grupo 1, os viáveis predominaram na alcatra (80,0%), diafragma (71,4%) e esôfago (66,7%), já os cisticercos inviáveis predominaram nos músculos mastigatórios (77,3%), coração (76,3%), fígado (71,0%) e língua (50%). No grupo 2, o fígado apresentou 87,5% de cisticercos inviáveis, seguidos da língua (66,7%) e coração (63,2%), e nos tecidos mastigatórios foram encontrados 68,3% de cisticercos viáveis (68,3%). O alto percentual de cisticercos viáveis encontrado nos cortes comerciais, inclusive nos bovinos naturalmente infectados, representa um alerta para a Saúde Pública, pois, no Brasil, são frequentemente consumidos sem sofrer o devido tratamento térmico para inativação do cisticerco, aumentando consideravelmente a chance de infecção por teniose. Os resultados revelaram amplo perfil da manifestação anatomopatológica da cisticercose em diferentes tecidos de bovinos experimentalmente e naturalmente infectados, considerando-se tecidos musculares rotineiramente inspecionados ou não. Assim, o aprimoramento da inspeção sanitária das carcaças bovinas pode incrementar o controle do complexo teniose-cisticercose, diminuindo os riscos para a saúde pública.


#2 - Prevalence and risk factors for porcine cysticercosis in rural communities of eastern Minas Gerais, Brazil, 37(9):905-910

Abstract in English:

ABSTRACT.- Acevedo-Nieto E.C., Pinto P.S.A., Silva L.F., Guimarães-Peixoto R.P.M., Santos T.O., Ducas C.T.S. & Bevilacqua P.D. 2017. Prevalence and risk factors for porcine cysticercosis in rural communities of eastern Minas Gerais, Brazil. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(9):905-910. Setor de Medicina Veterinária Preventiva, Departamento de Veterinária, Universidade Federal de Viçosa, Avenida PH Rolfs s/n. Viçosa, MG 36570-900, Brazil. E-mail: ecanieto@gmail.com Cysticercosis is caused by Taenia solium, a parasitic zoonosis that affects human and pigs raised free-range in developing countries. The epidemiology of the taeniosis cysticercosis complex in Brazil is poorly understood especially when it comes to field research. The aim of this study was to estimate the prevalence and identify the risk factors associated with porcine cysticercosis in rural communities located in the east of Minas Gerais (MG), Brazil. From 371 farms in the county of Tumiritinga/MG, 101 farms from 14 communities were randomly sampled. Blood samples from pigs were collected, and epidemiological questionnaires were carried out. The serum samples obtained were analyzed through immunodiagnosis techniques, including ELISA and Western Blot, both for the detection of antibodies. The data obtained by different surveys were analyzed using EpiInfo 3.5.1 software to determine seroprevalence and risk factors associated with cysticercosis. The prevalence of farms with porcine cysticercosis was 9.9% (10/101) and antibody-based seropositive was 5.3% (13/247). The results indicate that cysticercosis occurs in high level in the rural area never studied before. These results suggest the presence of tapeworm carriers contributing to the occurrence and maintenance of this zoonotic life cycle in the county. Regarding risk factors, the most significant determinants for porcine cysticercosis in the field were free-range pig management (OR: 17.4, p: 0.0001), the method of disposal of human faeces in the environmental (OR: 7.6; p 0.012), and the size of the farm. Porcine cysticercosis was diagnosed only in areas represented by Agrarian Reform Settlements. From the results, it is possible to recommend as a means of control and prevention the destination of human faeces in appropriate sanitary landfills and the production of pigs in an enclosed area. Additionally, improving education in the communities sampled will indirectly affect the spreading of this disease. The results draw attention to the largest studies of this zoonotic disease in human settlements from rural areas due to the lack of knowledge about the epidemiology of the taeniosis-cysticercosis complex. The results could serve as the basis to support public policies aimed at creating an effective program to control the taeniosis-cysticercosis complex in the studied area. Awareness of TC among medical doctors, veterinarians, meat animal family producers and the public should be developed through appropriate information and education

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Acevedo-Nieto E.C., Pinto P.S.A., Silva L.F., Guimarães-Peixoto R.P.M., Santos T.O., Ducas C.T.S. & Bevilacqua P.D. 2017. Prevalence and risk factors for porcine cysticercosis in rural communities of eastern Minas Gerais, Brazil. [Prevalência e fatores de risco para cisticercose suína em comunidades rurais do leste de Minas Gerais.] Pesquisa Veterinária Brasileira 37(9):905-910. Setor de Medicina Veterinária Preventiva, Departamento de Veterinária, Universidade Federal de Viçosa, Avenida PH Rolfs s/n. Viçosa, MG 36570-900, Brazil. E-mail: ecanieto@gmail.com A cisticercose causada pela Taenia solium é uma zoonose parasitária que afeta humanos e suínos principalmente nos países em desenvolvimento. No Brasil, sua epidemiologia é ainda pouco compreendida em diversas regiões. O objetivo deste estudo foi estimar a prevalência e identificar os fatores de risco associados à cisticercose suína em comunidades rurais localizadas na região leste do estado de Minas Gerais (MG). A partir de 371 propriedades pertencentes à 14 comunidades rurais do município de Tumiritinga, 101 foram amostradas aleatoriamente. Foram coletadas amostras de sangue dos suínos e aplicados questionários epidemiológicos. As amostras séricas foram analisadas através de técnicas de imunodiagnóstico, ELISA e Western Blot, para a detecção de anticorpos. Os dados obtidos nos inquéritos foram analisados utilizando o software EpiInfo 3.5.1 para determinar os fatores de risco associados à cisticercose. A prevalência das propriedades com a presença da cisticercose suína foi de 9,9% (10/101), a soropositividade foi de 5,3% (13/247). Os resultados são alarmantes para a ocorrência da cisticercose suína, sugerindo a presença de portadores de tênia que contribuem manutenção deste ciclo zoonótico nas áreas amostradas. Em relação aos fatores de risco, os determinantes mais importantes para a ocorrência da cisticercose suína foram a criação de suínos soltos (OR:17,4, p:0,0001), a eliminação de fezes humanas no meio ambiente (OR:7,6, p:0,012 ) e o tamanho da propriedade. Cisticercose suína foi diagnosticada somente em áreas representadas por assentamentos de Reforma Agrária. Os resultados permitem recomendar como medida de controle, a destinação dos dejetos humanos em sistemas adequados, a utilização de fossas sépticas, a criação de suínos em sistemas confinados e investimentos em educação em saúde. Ainda, os resultados chamam a atenção para maiores estudos sobre esta zoonose nos assentamentos da reforma agrária do país, devido à sua presença e à falta de conhecimento sobre a epidemiologia da teníase-cisticercose nestas áreas. Estas informações podem servir de base para apoiar políticas públicas voltadas para a criação de um programa eficaz de controle da teníase-cisticercose na região estudada. Uma maior atenção para esta zoonose deve ser estimulada entre médicos, médicos veterinários e agricultores familiares, através da informação e educação.


#3 - Transmission and prevalence profile of bovine cysticercosis in rural properties of Triangulo Mineiro, Brazil, 36(9):793-797

Abstract in English:

ABSTRACT.- Duarte C.T.D., Pinto P.S.A., Silva L.F., Santos T.O., Acevedo-Nieto E.C. & Almeida L.P. 2016. [Transmission and prevalence profile of bovine cysticercosis in rural properties of Triangulo Mineiro, Brazil.] Perfil da transmissão e prevalência da cisticercose bovina em propriedades rurais do Triângulo Mineiro. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(9):793-797. Laboratório de Inspeção de Produtos de Origem Animal, Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Viçosa, Avenida PH Rolfs 500, Viçosa, MG 36570-000, Brazil. E-mail: camilla.ducas@ufv.br Cysticercosis can affect cattle which develop the larvae Taenia saginata. Despite the importance of cysticercosis for public animal health and for the economy, the epidemiological reality of such zoonosis in Brazil is little known. In the southeastern region of the State of Minas Gerais most of the data are obtained from the official Sanitary InspectionServices in slaughterhouses, but little information based on field data from live animals. In order to assess the epidemiological situation of bovine cysticercosis in small and medium-sized rural properties of four municipalities, located in the region of Triângulo Mineiro, we searched the occurrence and the major risk factors associated with transmission of the disease in those properties. We conducted a cross-sectional epidemiological study involving 68 properties located in rural areas of the four municipalities, where there were collected 1002 bovine blood samples and applied an epidemiological questionnaire. The serological diagnosis of cysticercosis was conducted by sorting through indirect ELISA test, and the suspected cases were subjected to Immunoblot for confirmation. This study revealed the prevalence of 4.7% of bovine cysticercosis in rural properties of the municipalities sampled from July to August 2013. The factors which were statistically significant for the transmission of cysticercosis were the expertise of those responsible for the property (OR 5.81 IC 1,87-8.66), the family income (OR 6.02 IC 1.33-8.77) and the water quality of the property (OR 9.40 IC 1.97-9.59). Other factors observed were of lower significance. These results identified the main factors which interfere in the transmission of bovine cysticercosis, allowing to subsidize preventive measures and to control this important zoonotic disease in the region of Triângulo Mineiro.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Duarte C.T.D., Pinto P.S.A., Silva L.F., Santos T.O., Acevedo-Nieto E.C. & Almeida L.P. 2016. [Transmission and prevalence profile of bovine cysticercosis in rural properties of Triangulo Mineiro, Brazil.] Perfil da transmissão e prevalência da cisticercose bovina em propriedades rurais do Triângulo Mineiro. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(9):793-797. Laboratório de Inspeção de Produtos de Origem Animal, Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Viçosa, Avenida PH Rolfs 500, Viçosa, MG 36570-000, Brazil. E-mail: camilla.ducas@ufv.br A cisticercose pode acometer o bovino, que desenvolve a larva da Taenia saginata. Apesar da importância da cisticercose para a saúde pública, para a saúde animal e para economia, a realidade epidemiológica da ocorrência dessa zoonose no Brasil é pouco conhecida. No estado de Minas Gerais a maioria dos dados é obtida dos serviços oficiais de Inspeção Sanitária nos matadouros-frigoríficos, sendo poucas as informações baseadas em dados de campo oriundos de animais vivos. Com o objetivo de avaliar a situação epidemiológica da cisticercose bovina em pequenas e médias propriedades rurais de quatro municípios, situados na região do Triângulo Mineiro, se pesquisou a ocorrência e os principais fatores de risco associados à transmissão da doença nessas propriedades. Dessa forma, foi realizado um estudo epidemiológico de corte transversal envolvendo as 68 propriedades localizadas nas zonas rurais dos quatro municípios, onde foram coletadas 1002 amostras de sangue bovino e aplicado um questionário epidemiológico. O diagnóstico sorológico da cisticercose foi realizado por triagem pelo teste ELISA indireto e os casos suspeitos foram submetidos ao Imunoblot para confirmação. Este estudo revelou a prevalência de 4,7% de cisticercose bovina nas propriedades da zona rural dos municípios amostrados, no período de julho a agosto de 2013. Os fatores que se mostraram estatisticamente significantes para a transmissão da cisticercose foram a expertiness do responsável pela propriedade (RC 5,81 IC 1,87-8,66), a renda familiar (RC 6,02 IC 1,33-8,77) e a qualidade da água da propriedade (RC 9,40 IC 1,97-9,59). Outros fatores foram observados com menor significância. Esses resultados identificaram os principais fatores que interferem na transmissão da cisticercose bovina, permitindo subsidiar medidas de prevenção e controle dessa importante zoonose na região do Triângulo Mineiro.


#4 - Testing pigs of non-technified rearing farms for serum antibodies against Taenia solium in a region of the state of São Paulo, Brazil, 36(3):141-144

Abstract in English:

ABSTRACT.- Rossi G.A.M., Almeida H.M.S., Guimarães-Peixoto R.P.M., Acevedo-Nieto E.C., Pinto P.S.A., Vidal A.M.C., Mathias L.A. & Oliveira L.G. 2016. Testing pigs of non-technified rearing farms for serum antibodies against Taenia solium in a region of the state of São Paulo, Brazil. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(3):141-144. Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Reprodução Animal, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Via de acesso Paulo Castellane s/n, Jaboticabal, SP 14884-900, Brazil. E-mail: gabrielrossiveterinario@gmail.com Taenia solium is a zoonotic tapeworm of great importance in developing countries, due to the occurrence of human taeniasis and cysticercosis. Pigs have an important role in the biological cycle of the parasite as intermediate hosts. The scientific literature has been describing risk factors associated with the occurrence of this disease that must be avoided in countries with poor sanitation, in order to reduce the exposure of swine to the parasite eggs. This research focused on testing pigs of non-technified rearing farms for serum antibodies against Taenia solium in the region of Jaboticabal municipality, in the state of São Paulo, Brazil. The found prevalence was 6.82% (CI 95% 4.18 - 9.45) at animal level and 28.87% (CI 95% 16.74 – 40.40) at herd level. These figures are probably associated with low technification adoption during animal rearing in the studied area, which increased the exposure of the animals to risk factors associated with the occurrence of Taenia solium complex. The results found based on serological evidences of swine cysticercosis in the studied region serves as a warning to public sanitary authorities to improve public health and control T. solium.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Rossi G.A.M., Almeida H.M.S., Guimarães-Peixoto R.P.M., Acevedo-Nieto E.C., Pinto P.S.A., Vidal A.M.C., Mathias L.A. & Oliveira L.G. 2016. Testing pigs of non-technified rearing farms for serum antibodies against Taenia solium in a region of the state of São Paulo, Brazil. [Anticorpos séricos contra Taenia solium em suínos de criações não tecnificadas em uma região do Estado de São Paulo, Brasil.] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(3):141-144. Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Reprodução Animal, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Via de acesso Paulo Castellane s/n, Jaboticabal, SP 14884-900, Brazil. E-mail: gabrielrossiveterinario@gmail.com A Taenia solium é uma importante zoonose com grande importância em países em desenvolvimento, devido a ocorrência de teníase e cisticercose em humanos. Os suínos possuem grande importância no ciclo biológico desse parasita como hospedeiros intermediários. A literatura científica descreve alguns fatores de risco associados com a ocorrência da enfermidade e que devem ser evitados em países com baixo saneamento básico a fim de reduzir a exposição dos suínos aos ovos do parasita. Assim, objetivou-se avaliar a presença de anticorpos séricos contra Taenia solium em suínos de criações não tecnificadas na região do Município de Jaboticabal, Estado de São Paulo, Brasil. A prevalência estabelecida foi de 6,82% (IC 95% 4,18 - 9,45) a nível animal e 28,87% (IC 16,74 - 40,40) nos rebanhos. Isso está provavelmente associado ao baixo nível de tecnificação adotado durante a criação dos animais na área avaliada, o qual aumenta a exposição dos animais aos fatores de risco associados ao complexo Taenia solium. Os resultados da ocorrência de cisticercose suína baseados em evidências sorológicas na região avaliada servem como um alerta as autoridades sanitárias para promover a saúde pública e controlar a Taenia solium


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV