Resultado da pesquisa (2)

Termo utilizado na pesquisa Bacalhao M.B.M

#1 - Ulcerative and granulomatous enteritis associated with Molineus torulosus parasitism in neotropical primates, 36(10):1005-1008

Abstract in English:

ABSTRACT.- Bacalhao M.B.M., Siqueira R.A.S., Nery T.F.L., Firmino M.O., Oliveira Neto T.S., Nascimento H.H.L., Guerra R.R. & Lucena R.B. 2016. Ulcerative and granulomatous enteritis associated with Molineus torulosus parasitism in neotropical primates. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(10):1005-1008. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, Universidade Federal da Paraíba, Centro Ciências Agrárias, Cidade Universitária, Areia, PB 58397-110, Brazil. E-mail: lucena.rb@gmail.com This paper reports eleven cases of ulcerative and granulomatous enteritis associated with Molineus torulosus parasitism in different species of neotropical primates of the Sapajus genus. All of the affected monkeys had been apprehended by the environmental police and were being treated in a rehabilitation center for wild animals. The clinical history was weight loss and debility. During the necropsy, several nodules were found on the duodenum and proximal jejunum wall, with ulcers on the adjacent intestinal mucosa, including the nodules in the pancreas of four monkeys. Histologically, eosinophilic granulomas were observed in the small intestine, associated with fibrosis, eggs and adult models of Trichostrongylidae, etiology consistent with Molineus torulosus. This study describes the first cases of parasitism in Sapajus flavius, a species previously considered extinct, but recently rediscovered, and presents the occurrence of M. torulosus in two other species, Sapajus libidinosus and Sapajus apella.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Bacalhao M.B.M., Siqueira R.A.S., Nery T.F.L., Firmino M.O., Oliveira Neto T.S., Nascimento H.H.L., Guerra R.R. & Lucena R.B. 2016. Ulcerative and granulomatous enteritis associated with Molineus torulosus parasitism in neotropical primates. [Enterite ulcerativa e granulomatosa com parasitismo de Molineus torulosus em primatas neotropicais.] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(10):1005-1008. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, Universidade Federal da Paraíba, Centro Ciências Agrárias, Cidade Universitária, Areia, PB 58397-110, Brazil. E-mail: lucena.rb@gmail.com São relatados 11 casos de enterite ulcerativa e granulomatosa associada ao parasitismo por Molineus torulosus em diferentes espécies de primatas neotropicais do gênero Sapajus. Todos os macacos afetados haviam sido apreendidos pela polícia ambiental e estavam sendo tratados em um centro de reabilitação de animais silvestres. O histórico clínico era de emagrecimento e debilidade. Durante a necropsia, foram constatados diversos nódulos na parede do duodeno e jejuno proximal, com úlceras na mucosa intestinal adjacente, além de nódulos no pâncreas de quatro macacos. Histologicamente, observou-se no intestino delgado, granulomas eosinofílicos associados à fibrose, ovos e exemplares adultos de tricostrongilídeos, etiologia consistente com Molineus torulosus. O presente trabalho descreve os primeiros casos de parasitismo em Sapajus flavius, uma espécie antes considerada extinta e recentemente redescoberta, e relata a ocorrência de M. torulosus em outras duas espécies, Sapajus libidinosus e Sapajus apella.


#2 - Morphological description of two species of Sapajus found in Paraíba: S. libidinosus and the newly discovered and endangered S. flavius, 36(4):317-321

Abstract in English:

ABSTRACT.- Bacalhao M.B.M., Firmino M.O., Siqueira R.A.S., Ramalho A.C., Cavalcante T.A., Nery T.F.L. & Guerra R.R. 2016. [Morphological description of two species of Sapajus found in Paraíba: S. libidinosus and the newly discovered and endangered S. flavius.] Descrição morfológica de duas espécies de Sapajus encontradas na Paraíba: S. libidinosus e o recém-redescoberto e já criticamente ameaçado S. flavius. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(4):317-321. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal da Paraíba, Campus II, Areia, PB 58397-000, Brazil. E-mail: rromaoguerra@gmail.com Sapajus flavius and S. libidinosus are two species of capuchin monkeys found in the state of Paraíba, Brazil. S. flavius or Macgrave´s capuchin monkey was recently rediscovered and is now critically endangered, found only in remaining fragments of Atlantic forest in the coastal region of the Brazian Northeast. S. libidinosus has a larger population and distribution, coexisting with S. flavius in Paraíba, however living in the western part of the state, in the semi-arid. Since there is a lack of knowledge about these species, a morphologic description of them was made, involving external and gastrointestinal tract biometry, visceral topography and anatomic description. Although the literature describes S. flavius as the smaller monkey of the Sapajus genus, we conclude that there are no morphological differences between these species. Such information contributes to best management practices for conservation of the species and to the correct taxonomic classification of the genus recently modified.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Bacalhao M.B.M., Firmino M.O., Siqueira R.A.S., Ramalho A.C., Cavalcante T.A., Nery T.F.L. & Guerra R.R. 2016. [Morphological description of two species of Sapajus found in Paraíba: S. libidinosus and the newly discovered and endangered S. flavius.] Descrição morfológica de duas espécies de Sapajus encontradas na Paraíba: S. libidinosus e o recém-redescoberto e já criticamente ameaçado S. flavius. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(4):317-321. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal da Paraíba, Campus II, Areia, PB 58397-000, Brazil. E-mail: rromaoguerra@gmail.com Sapajus flavius e S. libidinosus são duas espécies de macacos-prego encontrados no Estado da Paraíba. S. flavius ou macaco-prego-galego foi recentemente redescoberto e está criticamente ameaçado de extinção, sendo encontrado em fragmentos remanescentes de mata Atlântica do litoral do RN, PB, PE e AL. S. libidinosus tem uma distribuição e população maior, coexistindo de S. flavius na PB, entretanto, ocupando o oeste da PB, na caatinga. Frente à lacuna no conhecimento sobre estas espécies foi realizada a descrição morfológica das mesmas, envolvendo biometria externa, dos órgãos do trato gastrointestinal, topografia visceral e a descrição anatômica. Apesar da literatura descrever S. flavius como o menor dos Sapajus, concluímos que não há diferenças morfológicas entre as espécies estudadas. Tais informações servem de subsídios para melhores manejos visando a conservação das espécies e ajudando na classificação taxonômica desse gênero recentemente modificado.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV