Resultado da pesquisa (2)

Termo utilizado na pesquisa Clinical management

#1 - Clinical management of dogs with presumptive diagnosis of thoracolumbar intervertebral disc disease: 164 cases (2006-2017)

Abstract in English:

This study aimed to identify dogs with presumptive diagnosis of cervical intervertebral disc disease (IVDD) submitted to clinical management and to evaluate the outcomes. Data were obtained from the medical records of patients with neurological dysfunction assisted at a University Veterinary Hospital from 2006 to 2017. In addition to the patients’ records, dog owners responded to a questionnaire on the success of therapy. Four hundred and thirteen neurological records were evaluated, and 164 met the inclusion criteria of the study. The most common breed was Dachshund, followed by mongrels. Classification of neurological dysfunction in the study sample was as follows: 15.9% with grade I, 25.6% with grade II, 26.8% with grade III, 8.5% with grade IV, and 23.2% with grade V. Outcome was satisfactory in 71.6% of the dogs and unsatisfactory in 28.4% of them. Recurrence was observed in 27.7% of those with satisfactory outcomes. The clinical treatment of dogs with thoracolumbar IVDD is satisfactory, particularly for animals with milder disease grades (I, II, and III). There is possibility of recurrence with conservative therapy and clinical signs may be more severe.

Abstract in Portuguese:

O objetivo desse estudo foi identificar cães com diagnóstico presuntivo de DDIV toracolombar submetidos ao tratamento clínico, a fim de avaliar a resposta à terapia instituída. Foram revisados os registros neurológicos de cães atendidos pelo Serviço de Neurologia e Neurocirurgia Veterinária no período de 2006 a 2017 de um Hospital Veterinário Universitário. Foi realizada coleta de dados a partir dos registros e por meio de um questionário respondido pelos tutores. Foram avaliadas 413 fichas neurológicas de cães e obtidas informações para inclusão no estudo em 164 delas. As raças mais frequentes foram dachshunds, seguido de cães sem raça definida. Quanto ao grau de disfunção neurológica foi definido como grau I para 15,9% dos cães, grau II para 25,6%, grau III para 26,8%, grau IV para 8,5% e grau V para 23,2%. A recuperação foi satisfatória em 71,6% dos cães e insatisfatória em 28,4%. Dos que se recuperaram satisfatoriamente, 27,7% tiveram recidivas. Com base nos resultados obtidos pode-se concluir que o tratamento clínico em repouso absoluto e administração de anti-inflamatórios e analgésicos opióides para cães com DDIV toracolombar é efetivo, principalmente para cães em graus mais leves da doença (grau I, II e III). Há possibilidade de recidiva com esse tipo de terapia cujos sinais clínicos poderão ser mais graves.


#2 - Retrospective study on clinical management of indolent ulcers in Boxer dogs, 31(10):910-915

Abstract in English:

ABSTRACT.- Hvenegaard A.P., Vieira J.E., Leandro D.C., Góes A.C., Safatle A.M.V. & Barros P.S.M. 2011. Retrospective study on clinical management of indolent ulcers in Boxer dogs. Pesquisa Veterinária Brasileira 31(10):910-915. Departamento de Cirurgia, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87, São Paulo, SP 05508-270, Brazil. E-mail: ana6113@hotmail.com Indolent ulcers are superficial corneal ulcers secondary to several changes on the corneal surface. They are frequently observed in middle-aged Boxer dogs, cause pain of acute onset and requires appropriate treatment. Aiming to evaluate the efficacy of clinical managements on the rate of healing of indolent ulcers, a retrospective study was conducted (1997-2008). Results demonstrated that proteinase inhibitors were the most often prescribed medication, and its administration did not interfere on the healing rate, as well as observed in dogs that received 1% atropine, antibiotics and anti-inflammatory drugs. Healing was delayed in dogs administered orally with vitamin C, but the healing process was faster on those dogs that went through corneal debridement/cauterization. In conclusion, to know the various types of treatments seems to be fundamental for the rapid resolution of the disease. It is suggested that debridement/cauterization, administration of proteinase inhibitor eye drops, prophylactic topical antibiotics and oral vitamin C, should be considered as an effective clinical management for indolent ulcers in Boxer dogs.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Hvenegaard A.P., Vieira J.E., Leandro D.C., Góes A.C., Safatle A.M.V. & Barros P.S.M. 2011. Retrospective study on clinical management of indolent ulcers in Boxer dogs. [Estudo retrospectivo do tratamento clínico da úlcera indolente em cães da raça Boxer.] Pesquisa Veterinária Brasileira 31(10):910-915. Departamento de Cirurgia, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87, São Paulo, SP 05508-270, Brazil. E-mail: ana6113@hotmail.com Úlceras indolentes são úlceras corneais superficiais e espontâneas, que apresentam curso prolongado e que tendem a recidivar. Comumente observadas em cães de meia idade da raça Boxer, provoca dor de início agudo e necessita de tratamento específico, já que este, quando não realizado corretamente, pode prolongar o curso da lesão por semanas a meses. Com o objetivo de avaliar a eficácia dos tratamentos clínicos quanto à rapidez na resolução do quadro, realizou-se estudo retrospectivo (1997 a 2008). Observou-se que os inibidores das proteinases foram as medicações mais frequentemente prescritas e que sua administração não interferiu no tempo de cicatrização corneal, o que também foi observado nos casos em que se administrou antibióticos e antinflamatórios tópicos e sistêmicos e/ou atropina 1%. A administração de vitamina C retardou, de maneira estatisticamente significante, o tempo de cicatrização. Por outro lado, a realização do debridamento/cauterização corneal acelerou, significativamente, o processo. Conhecer os diversos tipos de tratamentos parece ser fundamental no sucesso e rapidez da resolução da doença. Os autores sugerem que a realização do debridamento/cauterização corneal, administração de inibidores das proteinases e antibióticos tópicos, associados à vitamina C por via oral, seja considerado um tratamento clínico efetivo na rápida resolução da doença.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV