Resultado da pesquisa (2)

Termo utilizado na pesquisa Deboleto S.G.C

#1 - Effect of pre-anesthetic fasting on gastric emptying and plasma glucose in healthy dogs of different age groups

Abstract in English:

Gastric emptying and plasma glucose were evaluated in young and adult dogs, fed with dry and wet food, submitted to different periods of pre-anesthetic fasting (6, 8, and 12 hours). Forty healthy dogs were selected, which were segmented into four groups according to the age group and type of diet. It was evaluated the gastric emptying by ultrasound and serum glycemia. Only 17.5% presented complete gastric emptying, and no significant differences were found between the 6 and 8-hour fasting evaluations, or between the age groups and the diets, considering significance level p<0.05. Mean plasma glucose values from the groups indicated normal glycemia at all times of evaluation. A significant difference was found between the means of glycemia in young and adult dogs, with the 8-hour fasting with wet diet (p=0.03) and with 12 hours with dry diet (p=0.04). Healthy young and adult dogs, in physiological equilibrium, maintain average values of plasma glucose despite prolonged periods of pre-anesthetic fasting, which may be necessary, since 8-hour fasting for solid food is not enough to provide complete gastric emptying.

Abstract in Portuguese:

Avaliou-se o esvaziamento gástrico e a glicemia plasmática em cães jovens e adultos, alimentados com ração seca e úmida, submetidos a diferentes períodos de jejum pré-anestésico (6, 8 e 12 horas). Foram selecionados 40 cães hígidos, os quais foram segmentados em 4 grupos de acordo com a faixa etária e o tipo de dieta administrada. Foi avaliado o esvaziamento gástrico por ultrassonografia e a glicemia sérica. Apenas 17,5% apresentaram completo esvaziamento gástrico, não sendo encontradas diferenças significativas entre as avaliações com 6 e 8 horas de jejum, ou entre as faixas etárias e dietas, considerando nível de significância p<0,05. Os valores médios da glicose plasmática dos grupos indicaram normoglicemia em todos os momentos de avaliação. Foi encontrada diferença significativa entre as médias da glicemia dos cães jovens e adultos, no período de 8 horas de jejum com dieta úmida (p=0,03) e com 12 horas nos animais com dieta seca (p=0,04). Conclui-se que cães hígidos jovens e adultos, em equilíbrio fisiológico, mantêm valores normais de glicemia plasmática apesar de períodos prolongados de jejum pré-anestésico, os quais podem ser necessários, tendo em vista que 8 horas de jejum alimentar de sólidos não é suficiente para proporcionar completo esvaziamento gástrico.


#2 - Changes in C-reactive protein and rheumatoid factor in dogs naturally infected by Leishmania spp., 38(9):1829-1833

Abstract in English:

ABSTRACT.- Braz P.H., Lima G.L., Sartoretto M.C., Marinho C.P. & Deboleto S.G.C. 2018. [Changes in C-reactive protein and rheumatoid factor in dogs naturally infected by Leishmania spp.] Alterações da proteína C reativa e fator reumatoide em cães naturalmente infectados por Leishmania spp. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(9):1829-1833. Faculdade de Medicina Veterinária, Centro Universitário da Grande Dourados, Cx. Postal 0000, Dourados, MS 79824-900, Brazil. E-mail: pauloh.braz@hotmail.com Canine visceral leishmaniasis is a zoonosis considered a priority tropical disease. The disease affects various body systems of dogs, including viscera and skin. C-reactive protein (CRP) and rheumatoid factor (RF) are tests performed in medicine for the detection of inflammation and arthritis in humans, however, there are few studies aimed at dogs with leishmaniasis that demonstrate changes in CRP and RF. This work aimed to demonstrate the changes of CRP and RF and its correlation with hyperproteinemia and hyperalbuminemia, in addition to the comparison with the left deviation present in the hematological examination. The work was carried out at the Veterinary Hospital of the University Center of Grande Dourados/MS and Zoonoses Control Center, in which 34 dogs of different breeds and ages were submitted to venous blood collection for immuno-latex exams, Biochemistry and blood count in dogs naturally infected with Leishmania spp. Only dogs to the DPP&#63194; rapid test for leishmaniasis were used, together with a positive result in parasitological examination, after hematological and biochemical tests were performed. When the test for the quantification of FR in serum was performed, for the 34 animals studied, positivity was observed in only 1 animal, while the dogs were PCR positive in 38.23% of the cases studied. In cases of animals with leishmaniasis it is possible to establish inflammatory levels early, whereas the FR showed not to be a good marker for animals seropositive for the disease.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Braz P.H., Lima G.L., Sartoretto M.C., Marinho C.P. & Deboleto S.G.C. 2018. [Changes in C-reactive protein and rheumatoid factor in dogs naturally infected by Leishmania spp.] Alterações da proteína C reativa e fator reumatoide em cães naturalmente infectados por Leishmania spp. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(9):1829-1833. Faculdade de Medicina Veterinária, Centro Universitário da Grande Dourados, Cx. Postal 0000, Dourados, MS 79824-900, Brazil. E-mail: pauloh.braz@hotmail.com A leishmaniose visceral canina é uma zoonose considerada doença tropical de prioridade. A leishmaniose afeta vários sistemas do corpo dos cães, incluindo vísceras e pele. A proteína C reativa (PCR) e o fator reumatoide (FR) são exames realizados na medicina para detecção de inflamação e artrites em seres humanos, no entanto, há poucos trabalhos voltados para cães com leishmaniose que demonstrem as alterações ocorridas na PCR e FR. Este trabalho teve como objetivo demonstrar as alterações de PCR e FR e sua correlação com a hiperproteinemia e hiperalbuminemia, além da compararação com o desvio a esquerda presente no exame hematológico. O trabalho foi realizado no Hospital Veterinário do Centro Universitário da Grande Dourados/MS e Centro de Controle de Zoonoses, no qual foram avaliados 34 cães, de diversar raças e idade e submetidos a colheita de sangue venosa para realização de exames em imuno-látex, bioquímica sérica e hemograma, em cães naturalmente infectados por Leishmania spp. Foram utilizados somente cães positivos ao teste rápido DPP&#63194; para leishmaniose, juntamente com resultado positivo no exame parasitológico, depois de diagnosticados foram realizados exames hematológicos e bioquímicos. Quando realizado o teste para quantificação de FR em soro sanguíneo, para os 34 animais estudados, foi observado positividade em apenas 1 animal, enquanto que os cães foram positivos para a PCR em 38,23% dos casos estudados. Em casos de animais com leishmaniose é possível estabelecer níveis inflamatórios precocemente, enquanto que o FR demonstrou não ser um bom marcador para animais soropositivos para a doença.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV