Resultado da pesquisa (1)

Termo utilizado na pesquisa Freitas B.B

#1 - Prevalence of bovines persistently infected with bovine viral diarrhea virus (BVDV) in dairy cattle herds in Paraná State, Brazil

Abstract in English:

This study aimed to establish the prevalence of animals persistently infected (PI) with bovine viral diarrhea virus (BVDV) in dairy farms at Parana State, Brazil. Samples were collected from 6,465 female Holstein Friesian Dairy Cattle, including animals less than two years old, females over two years old who had not given birth at the farm, and mothers of calves diagnosed as persistently infected. The cattle came from 40 dairy herds distributed in 10 municipalities in the State of Paraná. The samples were obtained from May 2015 to August 2018. The diagnosis of PI animals was made with an antigen-capture ELISA test. We detected PI animals in fifteen herds sampled (37.5%), ranging from one to sixteen animals per herd. The prevalence in Parana State’s municipalities was 1.78%, ranging from 0.3 to 8.9% at positive herds. The analysis of the individual herds shows significant dissemination of the BVDV in Parana’s municipalities, including endemic areas. With this, we highlight the need for measures to raise awareness among producers about the existence and importance of bovine viral diarrhea (BVD) in dairy herds, reinforcing the PI animals’ role in disease epidemiology and the economic impact caused by the maintenance of these farm animals.

Abstract in Portuguese:

Com o intuito de se estabelecer a prevalência de animais persistentemente infectados (PI) com o BVDV em propriedades leiteiras no estado do Paraná. Foram coletadas amostras de 6.465 bovinos, fêmeas, da raça Holandês Preto e Branco (HPB). Amostraram-se animais com idade inferior a dois anos, fêmeas com mais de dois anos que não haviam tido partos na propriedade, e mães de bezerros que foram diagnosticados como persistentemente infectados. Os bovinos foram provenientes de 40 rebanhos leiteiros, distribuídos em 10 municípios no Estado do Paraná. A coleta deu-se no período de maio de 2015 a agosto de 2018. O diagnóstico dos animais PI foi feito por meio do teste de ELISA de captura de antígeno. Animais PI foram detectados em quinze rebanhos amostrais (37,5%), oscilando entre um e dezesseis animais por rebanho. A prevalência nos municípios do estado Paraná foi de 1,78%, oscilando entre 0,3 a 8,9% nos rebanhos positivos. Com a alta prevalência de animais PI observada, quando analisados os rebanhos amostrais individualmente, é possível afirmar que há uma disseminação importante do BVDV em municípios paranaenses, destacando inclusive áreas endêmicas. Com isso, vê-se a necessidade de medidas de conscientização dos produtores sobre a existência e importância da BVD nos rebanhos, destacando o papel dos animais PI na epidemiologia da doença, bem como o impacto econômico causado pela manutenção desses animais nos rebanhos.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV