Resultado da pesquisa (2)

Termo utilizado na pesquisa Freitas P.M.C

#1 - Uterine secretory activity and histology of prepubertal female dogs in an animal model of partial ablation of endometrial glands development

Abstract in English:

Inadequate exposure of the female reproductive system to steroids in uterine developmental periods can partially inhibit the development of endometrial glands in dogs. However, the effects of steroids on the formed glands functionality remain unknown, as well as the possible occurrence of endometrial fibrosis. This study aimed to evaluate the secretory activity of endometrial glands in prebubertal female dogs submitted to a protocol of partial ablation of the uterine adenogenesis. Sixteen females of non-specific breed were distributed into two groups; MPA (n=8), females that received applications of medroxyprogesterone acetate every 3 weeks; and C (n=8) untreated control females. Ovariohysterectomy was performed in all animals at the age of 6 months and evaluated the uterine horns by histological and histochemistry exams. The secretion intensity (degrees 1-4) was evaluated using periodic acid-Schiff (PAS) and alcian blue (AB) pH 2.5. Histological evaluation was performed using Masson’s trichrome and toluidine blue. Only degree 1 and 2 marks for PAS were observed in both groups, with no difference of uterine secretion intensity between the groups regarding the degrees found. However, the MPA group revealed higher intensity of uterine secretion compared to group C (p<0.05). Staining with AB pH 2.5 also revealed only degree 1 and 2 marks in both groups, with no statistically significance between them. Masson’s trichrome staining revealed no marks in the periglandular region in both groups. A higher among of mast cells was observed in the myometrial region of the uterus in both groups. Prepubertal female dogs with partial ablation of the uterine adenogenesis present minimal uterine secretory activity, absence of periglandular fibrosis and increased presence of mast cells in the myometrium compared to endometrium.

Abstract in Portuguese:

A exposição inadequada do sistema reprodutor feminino a esteróides em períodos do desenvolvimento uterino pode inibir parcialmente o desenvolvimento das glândulas endometriais em cães. Entretanto, não se conhece os efeitos dos esteróides sobre a funcionalidade das glândulas formadas, bem como a possível ocorrência de fibrose endometrial. Objetivou-se avaliar a atividade secretória das glândulas endometriais de cadelas pré-púberes submetidas a protocolo de ablação parcial da adenogênese uterina. Foram utilizadas 16 fêmeas, sem-raça-definida, distribuídas nos grupos MPA (n=8), fêmeas que receberam aplicações de acetato de medroxiprogesterona a cada 3 semanas, e C (n=8), fêmeas controle não tratadas. Aos seis meses de idade, foi realizada ovariohisterectomia em todos os animais, e avaliados os cornos uterinos pelo exame histológico e de histoquímica. Para avaliar a intensidade de secreção (graus 1-4), foram utilizadas periodic acid-Schiff e alcian blue (AB) pH 2,5. Para a avaliação histológica foram utilizados tricrômico de Masson e azul de toluidina. Apenas marcações graus 1 e 2 foram observadas para PAS em ambos os grupos, sem diferença na intensidade de secreção uterina entre grupos com relação aos graus encontrados. Entretanto, o grupo MPA apresentou maior intensidade de secreção uterina em relação ao grupo C (p<0,05). Com relação ao AB pH 2,5, em ambos os grupos também foram encontradas apenas marcações de graus 1 e 2, sem diferença estatística entre grupos. Não foram observadas marcações para a coloração de tricrômico de Masson na região periglandular, em ambos os grupos. Foi observada maior quantidade de mastócitos presentes no útero na região do miométrio, em ambos os grupos. Conclui-se que cadelas pré-púberes com ablação parcial da adenogênese uterina apresentam mínima atividade secretória uterina, ausência de fibrose periglandular e maior presença de mastócitos no miométrio em relação ao endométrio.


#2 - Serial administration of 7.5% hypertonic saline solution in the therapy of severe sepsis due to acute hemorrhagic diarrhea syndrome in dogs, 37(9):963-970

Abstract in English:

ABSTRACT.- Barbosa B.C., Freitas P.M.C., Alves F.S., Salvato L.A., Luz M.R., Paes P.R.O., Beier S.L. & Faleiros R.R. 2017. [Serial administration of 7.5% hypertonic saline solution in the therapy of severe sepsis due to acute hemorrhagic diarrhea syndrome in dogs.] Administração seriada de salina hipertônica 7,5% na terapia para sepse grave decorrente da síndrome da diarreia hemorrágica aguda em cães. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(9):963-970. Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinárias, Escola de Veterinária, Universidade Federal de Minas Gerais, Av. Antonio Carlos 6627, Cx. Postal 567, Campus Pampulha, Belo Horizonte, MG 31270-901, Brazil. E-mail: brenocurty@hotmail.com The association between acute hemorrhagic diarrhea syndrome and sepsis is frequent in dogs and causes high mortality. In this context we investigated in a randomized single-center controlled trial the late effects of 7.5% hypertonic saline solution in serial applications on hemodynamic, clinical and laboratory variables in dogs with severe sepsis due to the syndrome. Twelve dogs were randomly distributed into two groups of equal numbers, control (CON) and 7.5% hypertonic saline solution (SSH). Clinical and laboratory variables were evaluated immediately after admission of patients (T0), 24 (T24), 48 (T48) and 72 (T72) hours after the admission. The SSH group received Ringer with lactate, antibiotic therapy, analgesic and 5mL/kg-1 bolus of 7.5% SSH over 4 minutes on T24 and T48. The CON group received the same therapy, but instead of 7.5% SSH, Ringer with lactate bolus was given at the same dosis and times. All evaluations were performed prior to the administration of the bolus in both groups. Data collection included complete blood count and clinical variables (AVDN scale, degree of dehydration, respiratory rate and rectal temperature), heart rate (HR) and systolic blood pressure (SBP). Parametric data were evaluated by the Student Newman Keuls and Student t tests, and the nonparametric ones by the Friedman and Mann Whitney test, with a significance level of 0.05. There were no significant differences between the groups and moments in clinical variables. Nevertheless, the SSH group presented a significant elevation of SBP and HR reduction at T72. Hematocrit and hemoglobin concentration decreased in both groups over time. Total leukocyte and monocyte counts showed a significant elevation in the SSH group, however the leukocytes were within the normal range at T72. There were no significant differences in the segmental neutrophils, but a 9.5-fold increase in T72 compared to T24 (P=0.09) in the SSH group was observed, whereas this increase was only 2.5-fold in the CON group (P=0.30). A decrease in platelet counts and globulin concentration was observed in the CON group, while these variables remained stable in the SSH group. In conclusion, serial administration of 7.5% SSH is promising in the therapy of dogs with acute hemorrhagic diarrhea syndrome, since it assists in the stabilization of leukocytes, platelets and globulins in dogs with severe sepsis due to this syndrome.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Barbosa B.C., Freitas P.M.C., Alves F.S., Salvato L.A., Luz M.R., Paes P.R.O., Beier S.L. & Faleiros R.R. 2017. [Serial administration of 7.5% hypertonic saline solution in the therapy of severe sepsis due to acute hemorrhagic diarrhea syndrome in dogs.] Administração seriada de salina hipertônica 7,5% na terapia para sepse grave decorrente da síndrome da diarreia hemorrágica aguda em cães. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(9):963-970. Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinárias, Escola de Veterinária, Universidade Federal de Minas Gerais, Av. Antonio Carlos 6627, Cx. Postal 567, Campus Pampulha, Belo Horizonte, MG 31270-901, Brazil. E-mail: brenocurty@hotmail.com Na clínica de animais de companhia é frequente cães com síndrome da diarreia hemorrágica aguda associada a quadros de sepse, o que acarreta alta mortalidade. Nesse contexto, objetivou-se, em um ensaio clínico controlado aleatorizado de centro único, estudar os efeitos tardios da solução salina hipertônica a 7,5% em aplicações seriadas, sobre variáveis hemodinâmicas, clínicas e laboratoriais em cães com quadro de sepse grave decorrente desta síndrome. Para tal, 12 cães foram aleatoriamente distribuídos em dois grupos de igual número, sendo um controle (CON) e o outro, solução salina hipertônica 7,5% (SSH). Variáveis clínicas e laboratoriais foram avaliadas imediatamente após a admissão do paciente (T0), 24 (T24), 48 (T48) e 72 (T72) horas após a admissão. O grupo SSH recebeu Ringer com lactato, antibioticoterapia, analgésico e SSH 7,5% em bolus (5mL kg-1 em 4 minutos) no T24 e no T48. O grupo CON recebeu a mesma terapia acima, porém ao invés da utilização de SSH a 7,5%, administrou-se bolus de solução de Ringer lactato na mesma dose e tempos utilizado. As avaliações em cada tempo foram realizadas anteriormente à administração dos bolus, nos dois grupos. Avaliaram-se hemograma completo e as variáveis clínicas (escala AVDN, grau de desidratação, frequência respiratória e temperatura retal), frequência cardíaca (FC), pressão arterial sistólica (PAS). Os dados paramétricos foram avaliados pelos testes Student Newman Keuls e teste t de Student, e os não paramétricos pelo teste de Friedman e Mann Whitney, com nível de significância de P&#8804;0,05. Nas variáveis clínicas estudadas não se observou diferença entre os grupos e entre os momentos avaliados. Observou-se diferença significativa no grupo SSH no T72, com elevação da PAS e redução da FC, fato não observado no grupo CON, onde esses parâmetros não se alteraram. O hematócrito e a concentração de hemoglobina diminuíram em ambos os grupos com o tempo. As contagens dos leucócitos totais e dos monócitos apresentaram uma elevação significativa no grupo SSH, estando os leucócitos dentro da faixa de normalidade no T72. Não houve diferenças significativas em relação aos neutrófilos segmentados, porém no grupo SSH verificou-se aumento de 9,5 vezes no T72 comparado com o T24 (P=0,09), enquanto que este aumento foi de apenas 2,5 vezes no grupo CON (P=0,30). Observou-se ainda redução nas contagens de plaquetas e na concentração de globulinas no grupo COM, enquanto essas variáveis se mantiveram estáveis no grupo SSH. Conclui-se que a administração seriada de SSH 7,5% se mostrou promissora no tratamento de cães com síndrome da diarreia hemorrágica aguda, pois auxilia na estabilização dos leucócitos, plaquetas e globulinas de cães com sepse grave decorrente da síndrome da diarreia hemorrágica aguda.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV