Resultado da pesquisa (3)

Termo utilizado na pesquisa Garino Júnior F

#1 - Ocurrence and risk factors associated with Mycoplasma agalactiae infection in dairy goat herds of Paraíba State, Brazil

Abstract in English:

Mycoplasmosis is a disease that may cause severe economical losses in goat and sheep herds, and it is associated with mastitis, polyarthritis, agalactia, conjunctivitis, pneumonia and reproductive failure. The objective of this study was to determine the occurrence of Mycoplasma agalactiae in milk samples and investigate the main risk factors associated with infection in goats from farms of the state of Paraíba, Brazil. For Mycoplasma agalactiae diagnosis, 251 milk samples were submitted to DNA extraction using a commercially available kit, following the manufacturer’s instructions and Polymerase Chain Reaction (PCR) was performed. In addition, questionnaires were applied to identify the main risk factors associated with contagious agalactia. Out of the two hundred fifty-one samples analyzed, 50 (19.9%, I.C. 15.1-25.4%) were PCR positive for M. agalactiae. In the risk factors analysis, some associations were observed for the following variables: size of the herd (P<0.001, OR=7.1, I.C. 2.4-20.6), replacement of farm animals (P<0.001, OR=4.7, I.C. 1.8-12.2) and participation of animals in fairs and exhibitions (P=0.029, OR=2.0, I.C.1.0-3.9). The results allowed confirming the occurrence of Mycoplasma agalactiae in milk samples of goats from Paraíba. Therefore, it is strictly necessary to monitor dairy goat flocks and to raise the awareness of farmers about the economic importance of the disease, since it causes severe economic losses for producers of the state. Identification of risk factors is essential for adoption of control measures and for the correction of the management factors in farms where there are animals with positive diagnosis, avoiding, so, pathogen dissemination.

Abstract in Portuguese:

As micoplasmoses ocasionam prejuízos econômicos nas criações de ovinos e caprinos, e estão associados com quadros de mastite, poliartrite, agalaxia, conjuntivite, pneumonia e falhas reprodutivas. Objetivou-se neste estudo determinar a ocorrência de Mycoplasma agalactiae em amostras de leite e investigar os principais fatores de risco associados à infecção em caprinos provenientes de propriedades rurais do estado da Paraíba, Brasil. Para o diagnóstico de Mycoplasma agalactiae, foram analisadas 251 amostras de leite, que foram submetidas à extração do DNA genômico usando um kit comercial, seguindo as recomendações do fabricante. Para diagnóstico da infecção utilizou-se a Reação em Cadeia da Polimerase (PCR). Além disso, foram aplicados questionários para identificar os principais fatores de risco associados infecção à agalaxia contagiosa. Das 251 amostras analisadas, 50 (19,9%; I.C. 15,1-25,4%) foram positivas na PCR para M. agalactiae. Observaram-se na análise dos fatores de risco, algumas associações para as seguintes variáveis: tamanho do rebanho (P<0,001; OR 7,1), reposição de animais da propriedade (P<0,001; OR 4,7) e participação dos animais em feiras e exposições (P= 0,029; OR 2,0). Os resultados permitiram confirmar a ocorrência do Mycoplasma agalactiae em amostras de leite de caprinos da Paraíba. Portanto, é necessário o monitoramento dos rebanhos caprinos leiteiros e a conscientização dos produtores rurais para a importância econômica da doença, visto que a mesma acarreta severos prejuízos econômicos para os produtores do estado. A identificação dos fatores de risco são imprescindíveis para a adoção de medidas de controle e para a correção dos fatores de manejo em propriedades que tenham animais com diagnóstico positivo, evitando assim, a disseminação do patógeno.


#2 - Effects of the previous bath, trichotomy and antisepsis in reducing contamination of the surgical site in bitches undergoing elective OSH, 38(9):1787-1792

Abstract in English:

ABSTRACT.- Medeiros L.K.G., Rego R.O., Silva M.M., Henrique F.V., Oliveira K.D.S., Garino Júnior F., Sousa A.P. & Nóbrega Neto P.I. 2018. [Effects of the previous bath, trichotomy and antisepsis in reducing contamination of the surgical site in bitches undergoing elective OSH.] Efeitos do banho prévio, da tricotomia e da antissepsia na redução da contaminação do sítio cirúrgico em cadelas submetidas à OSH eletiva. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(9):1787-1792. Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande, Av. Universitária s/n, Bairro Santa Cecília, Patos, PB 58708-110, Brazil. E-mail: lyliankarlla@hotmail.com The objective of this study was to analyze the influence of bath 24 hours before surgery and preoperative shaving in reducing microbial count of the operating field skin and antiseptic efficiency of 0.5% chlorhexidine gluconate and 10% iodine polyvinylpyrrolidone for antisepsis of the surgical site, by checking its action 4 minutes and 2 hours after application. We used 20 healthy bitches, randomly allocated into 2 groups of 10 animals: Group I underwent bath 24 hours before surgery, whereas Group II did not undergo this procedure. Many bacterial genera have been isolated before and after use of antiseptics. Statistical significance was observed between the groups regarding the effect of bath prior to surgery, just two hours after application of chlorhexidine. Shaving reduced 26.48% of the microbial load in Group I and increased the microbial load in 41.19% in Group II, showing statistical difference. After the use of antiseptics, there was no statistical difference between the groups at any time. Similarly, comparison of the efficiency of the bath with or without antiseptic showed no statistical significance. The iodine polyvinylpyrrolidone caused allergic reaction in 15% of animals and was not observed skin irritation caused by chlorhexidine. We conclude that the prior bath is effective in reducing bacterial load just after 2 hours of antisepsis with chlorhexidine; shaving is more effective in reducing microbial when the animal is subjected to the bath and the two antiseptic agents are equally effective in surgical antisepsis or for up to 2 hours the animal did not take a bath or prior to surgery.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Medeiros L.K.G., Rego R.O., Silva M.M., Henrique F.V., Oliveira K.D.S., Garino Júnior F., Sousa A.P. & Nóbrega Neto P.I. 2018. [Effects of the previous bath, trichotomy and antisepsis in reducing contamination of the surgical site in bitches undergoing elective OSH.] Efeitos do banho prévio, da tricotomia e da antissepsia na redução da contaminação do sítio cirúrgico em cadelas submetidas à OSH eletiva. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(9):1787-1792. Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande, Av. Universitária s/n, Bairro Santa Cecília, Patos, PB 58708-110, Brazil. E-mail: lyliankarlla@hotmail.com O objetivo deste estudo foi analisar a influencia do banho 24 horas antes do procedimento cirúrgico e da tricotomia pré-operatória na redução da contagem microbiana da pele do campo operatório, bem como a eficiência antisséptica do gluconato de clorexidina 0,5% e da polivinilpirrolidona iodada 10% para antissepsia do sítio cirúrgico, verificando sua ação 4 minutos e 2 horas após aplicação. Utilizaram-se 20 cadelas hígidas, alocadas ao acaso em 2 grupos de 10 animais: os animais do Grupo I foram submetidos ao banho 24 horas antes do procedimento cirúrgico, enquanto os do Grupo II não passaram por este procedimento. Foram isolados diversos gêneros bacterianos antes e após o uso dos antissépticos. Significância estatística foi verificada entre os grupos quanto ao efeito do banho prévio à cirurgia, apenas 2 horas após a aplicação de clorexidina. A tricotomia reduziu 26,48% da carga microbiana nos animais do Grupo I e elevou a carga microbiana em 41,19% nos animais do Grupo II, revelando diferença estatística. Após o uso dos antissépticos, não foi observada diferença estatística entre os grupos em nenhum momento. Do mesmo modo, a comparação da eficiência dos antissépticos com ou sem banho, não revelou significância estatística. A polivinilpirrolidona iodada causou reação alérgica em 15% dos animais e não foi observada irritação cutânea causada pela clorexidina. Conclui-se que o banho prévio tem efeito na redução da carga bacteriana apenas após 2 horas de antissepsia com clorexidina; a tricotomia é mais eficaz na redução microbiana quando o animal é submetido ao banho e os dois antissépticos são igualmente eficazes na antissepsia cirúrgica por até 2 horas quer o animal tome banho ou não previamente à cirurgia.


#3 - Microbiological, molecular and histopathological findings in small ruminants experimentally infected with Actinobacillus seminis, 37(7):686-690

Abstract in English:

ABSTRACT.- Santos F.A., Garino Júnior F., Kim P.C.P., Araújo J.L., Azevedo S.S., Mota R.A., Dantas A.F.M. & Alves C.J. 2017. [Microbiological, molecular and histopathological findings in small ruminants experimentally infected with Actinobacillus seminis.] Achados microbiológicos, moleculares e histopatológicos em pequenos ruminantes experimentalmente infectados com Actinobacilus seminis. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(7):686-690. Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária, Universidade Federal de Campina Grande, Av. Universitária s/n, Santa Cecília, Patos, PB 58700-970, Brazil. E-mail: clebertja@uol.com.br The aim of this study was to evaluate, in sheep, the pathogenicity of an Actinobacillus seminis strain isolated from a goat in Brazil. Samples of semen, puncture and fragments of epididymis, deferent duct, testicles and seminal vesicles from two goats (animals 1 and 2) and two sheep (animals 3 and 4) were used, and histopathological, microbiological culture and molecular diagnoses were performed. The inoculum was prepared with saline solution at 10-2 dilution corresponding to 1.0 McFarland standard, with A. seminis colonies previously cultured and administered on 2mL volume by intra-preputial (animals 1 and 3) and epididymis tail (animals 2 and 4) routes. At clinical evaluation it were found unilateral swelling of firm consistency after 30 days in epididymis and testicle from animal 4 that continued until the day of euthanasia, as well as animal 1 shown discrete unilateral swelling of testicles. Gross and microscopic lesions in animals 3 and 4 were compatibles with that caused by A. seminis infection. A. seminis was isolated from material of puncture and semen of one sheep (animal 4). It is concluded that the experimental infection model using goats and sheep has proved the pathogenicity of the A. seminis strain isolated from a goat in the Brazilian semiarid and reproduced in a sheep, which confirm the prediletion of the agent for epididymis, with clinical signs, histopathological findings, bacterial isolation and positive molecular diagnosis.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Santos F.A., Garino Júnior F., Kim P.C.P., Araújo J.L., Azevedo S.S., Mota R.A., Dantas A.F.M. & Alves C.J. 2017. [Microbiological, molecular and histopathological findings in small ruminants experimentally infected with Actinobacillus seminis.] Achados microbiológicos, moleculares e histopatológicos em pequenos ruminantes experimentalmente infectados com Actinobacilus seminis. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(7):686-690. Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária, Universidade Federal de Campina Grande, Av. Universitária s/n, Santa Cecília, Patos, PB 58700-970, Brazil. E-mail: clebertja@uol.com.br O objetivo deste trabalho foi avaliar a patogenicidade, em ovinos, de uma cepa de Actinobacillus seminis isolada de caprino no Brasil. Foram utilizadas amostras de sêmen, punção e fragmentos de epidídimo, ducto deferente, testículos e glândulas seminíferas de dois caprinos (animais 1 e 2) e dois ovinos (animais 3 e 4), e foram realizados exame histopatológico, cultivo microbiológico e diagnóstico molecular. O inóculo foi preparado com solução salina na diluição de 10&#8315;² correspondendo ao padrão 1,0 da escala de McFarland, com colônias previamente cultivadas de A. seminis e administrado no volume de 2 mL pelas vias intra-prepucial (animais 1 e 3) e na cauda do epidídimo (animais 2 e 4). Na avaliação clínica observou-se aumento unilateral de consistência firme após 30 dias no epidídimo e testículo do animal 4 que continuou até o dia da eutanásia, bem como o animal 1 apresentou discreto aumento unilateral dos testículos. As lesões macroscópicas e microscópicas observadas nos animais 3 e 4 foram compatíveis com aquelas causadas pela infecção por A. seminis. A. seminis foi isolado de material de punção e sêmen de um ovino (animal 4). Conclui-se que o modelo de infecção experimental utilizando caprinos e ovinos comprovou a patogenicidade da amostra de A. seminis, isolada de um caprino no semiárido brasileiro e reproduzida em um ovino, comprovando a predileção do agente pelo epidídimo, com quadro clinico, achados histopatológicos, isolamento bacteriano e diagnóstico molecular positivo.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV