Resultado da pesquisa (2)

Termo utilizado na pesquisa Guiduce M.V.S

#1 - Research of Klebsiella pneumoniae in dairy herds, 35(1):9-12

Abstract in English:

ABSTRACT.- Langoni H., Guiduce M.V.S., Nóbrega D.B., Silva R.C., Richini-Pereira V.B., Salina A. & Guimarães F.F. 2015. Research of Klebsiella pneumoniae in dairy herds. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(1):9-12. Departamento de Higiene Veterinária e Saúde Pública, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Campus de Botucatu, Distrito de Rubião Júnior s/n, Botucatu, SP 18618-970, Brazil. E-mail: hlangoni@fmvz.unesp.br Klebsiella pneumoniae is a common environmental agent of clinical and subclinical mastitis affecting dairy herds, and may be present in the final product decreasing its quality. Mastitis caused by K. pneumoniae is even more severe due to its poor response to antibiotic therapy, rapid evolution to toxic shock and death of the animal. This paper aimed to study the prevalence of this pathogen among dairy herds in ten farms located in different municipalities of São Paulo State based on size and use of milking technology. All mammary glands of all lactating cows were screened using the California Mastitis Test (CMT) and a strip cup. A single aseptic milk sample (20mL) was collected from all CMT-positive quarters and bulk tanks, whereas swab samples were collected from feces, hind limbs of the animals, bedding and milking parlor. Identification of K. pneumoniae was performed using conventional microbiology culture, biochemical assay and Polimerase Chain Reaction. The primers were designed and tested at the Laboratory of Molecular Biology applied to Zoonoses (FMVZ, Unesp-Botucatu) targeting the 16S rRNA gene. This study included 1067 animals. Six cases of intramammary infection by K. pneumoniae were detected in six different cows in two farms. Moreover, K. pneumoniae was isolated in 77 swabs (34 from bedding in 9 farms, 7 from waiting rooms in 5 farms, 6 from milking parlors in 4 farms, 11 from rectums in six farms, and 19 from hindlimbs in 7 farms. Molecular analysis confirmed the agent was K. pneumoniae. At least one strain of the agent was identified in a certain site in all farms, showing the need of maintaining the hygiene in dairy farms.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Langoni H., Guiduce M.V.S., Nóbrega D.B., Silva R.C., Richini-Pereira V.B., Salina A. & Guimarães F.F. 2015. Research of Klebsiella pneumoniae in dairy herds. [Pesquisa de Klebsiella pneumoniae em rebanhos leiteiros.] Pesquisa Veterinária Brasileira 35(1):9-12. Departamento de Higiene Veterinária e Saúde Pública, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Campus de Botucatu, Distrito de Rubião Júnior s/n, Botucatu, SP 18618-970, Brazil. E-mail: hlangoni@fmvz.unesp.br Klebsiella pneumoniae é um agente ambiental comum de mastite clínica e subclínica que afetam vacas leiteiras e pode estar presente no produto final, reduzindo a sua qualidade. Mastite causada por K. pneumoniae é ainda mais grave devido à sua má resposta à antibioticoterapia, rápida evolução para choque tóxico e morte do animal. Este trabalho teve como objetivo estudar a prevalência deste patógeno entre os rebanhos leiteiros em dez fazendas localizadas em diferentes municípios do Estado de São Paulo com base no tamanho do rebanho e uso de tecnologia de ordenha. Todas as glândulas mamárias das vacas em lactação foram examinadas usando o California Mastitis Test (CMT) e caneca de fundo telado. Foram colhidas amostras de leite (20mL) de todos os quartos CMT- positivos e dos tanques de expansão, também foram colhidos swab de fezes, membros posteriores dos animais, cama dos animais e sala de ordenha. O isolamento e identificação de K. pneumoniae foi realizada através de cultura microbiológica convencional, ensaio bioquímico e Reação em Cadeia da Polimerase, utilizando primers desenhados e testados no Laboratório de Biologia Molecular aplicada à Zoonoses (FMVZ, Unesp-Botucatu) com base na região do gene de 16S rRNA. Este estudo incluiu 1067 animais. Foram detectados seis casos de infecção intramamária por K. pneumoniae em seis diferentes animais em duas fazendas. Ainda, K. pneumoniae foi isolada em 77 swabs (34 de camas em 9 propriedades, 7 de salas de pré-ordenha em 5 propriedades, 6 de salas de ordenha em 4 propriedades, 11 do reto de animais em 6 propriedades e 19 de membros posteriores em 7 propriedades. A análise molecular confirmou o agente K. pneumoniae. K. pneumoniae foi isolada pelo menos em uma localização em todas as propriedades leiteiras., salientando a necessidade de manter a higiene nas fazendas leiteiras a fim de controlar a mastite por esse patógeno.


#2 - Molecular epidemiology and extended-spectrum β-lactamases production of Klebsiella pneumoniae isolated from three dairy herds, 33(7):855-859

Abstract in English:

ABSTRACT.- Nóbrega D.B., Guiduce M.V.S., Guimarães F.F., Riboli D.F., Cunha M.L.R.S., Langoni H., Pantoja J.C.F. & Lucheis S.B. 2013. Molecular epidemiology and extended-spectrum β-lactamases production of Klebsiella pneumoniae isolated from three dairy herds. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(7):855-859. Departamento de Higiene Veterinária e Saúde Pública, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Estadual Paulista, Campus de Botucatu, Distrito de Rubião Júnior s/n, Botucatu, SP 18618-900, Brazil. E-mail: diegoborin@yahoo.com The objectives of this study were to isolate Klebsiella pneumoniae from different sources in three dairy cattle herds, to use the pulsed-field gel electrophoresis (PFGE) to measure genotypic similarities between isolates within a dairy herd, to verify the production of extended-spectrum β-lactamases (ESBLs) by the double-disk synergy test (DDST), and to use the PCR to detect the main ESBLs subgroups genes. Three dairy farms were selected based on previous mastitis outbreaks caused by K. pneumoniae. Milk samples were collected from lactating cows and from the bulk tank. Swabs were performed in different locations, including milking parlors, waiting room, soil, animal’s hind limbs and rectum. K. pneumoniae was isolated from 27 cases of intramammary infections (IMI) and from 41 swabs. For farm A isolates from IMI and bulk tank were considered of the same PGFE subtype. One isolate from a bulk tank, three from IMI cases and four from environmental samples were positive in the DDST test. All eight DDST positive isolates harbored the blashv gene, one harbored the blatem gene, and three harbored the blactx-m gene, including the bulk tank isolate. Our study confirms that ESBL producing bacteria is present in different locations in dairy farms, and may be responsible for IMI. The detection of ESBLs on dairy herds could be a major concern for both public and animal health.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Nóbrega D.B., Guiduce M.V.S., Guimarães F.F., Riboli D.F., Cunha M.L.R.S., Langoni H., Pantoja J.C.F. & Lucheis S.B. 2013. Molecular epidemiology and extended-spectrum β-lactamases production of Klebsiella pneumoniae isolated from three dairy herds. [Epidemiologia molecular e produção de b- lac-tamases de espectro estendido de Klebsiella pneumoniae isoladas de três propriedades leiteiras.] Pesquisa Veterinária Brasileira 33(7):855-859. Departamento de Higiene Veterinária e Saúde Pública, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Estadual Paulista, Campus de Botucatu, Distrito de Rubião Júnior s/n, Botucatu, SP 18618-900, Brazil. E-mail: diegoborin@yahoo.com Os objetivos deste estudo foram isolar Klebsiella pneumoniae de diferentes localidades em três propriedades leiteiras, utilizar a eletroforese em campo pulsátil para averiguar similaridades genotípicas entre os isolados de uma mesma propriedade, verificar a produção de beta-lactamases de espectro estendido (ESBLs) pela prova da disco-difusão dupla associada (DDST) e utilizar a PCR para detecção dos principais subgrupos genéticos de ESBLs. Três propriedades leiteiras foram selecionadas baseando-se em surtos prévios de mastites causadas por K. pneumoniae. Amostras de leite foram coletadas de vacas em lactação e do tanque de expansão. Swabs foram realizados em diferentes localidades, incluindo salas de lactação, salas de espera, solo, reto e membros posteriores de animais. K. pneumoniae foi isolada de 27 casos de infecções intramamária (IMI) e de 41 swabs. Para a propriedade A os isolados de IMI e do tanque de expansão foram considerados do mesmo subtipo molecular. Um isolado do tanque de expansão, três de casos de IMI e quatro de amostras ambientais foram considerados positivos no teste da DDST. Todos os oito isolados DDST positivos portavam o gene blashv, um portava o gene blatem, e três portavam o gene blactx-m, incluindo um isolado de tanque de expansão. Nosso estudo confirma que bactérias produtoras de ESBLs estão presentes em diferentes localidades em propriedades leiteiras, e podem ser responsáveis por quadros de IMI. A detecção de ESBLs em propriedades leiteiras pode representar uma grande preocupação para saúde pública e para a saúde animal.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV