Resultado da pesquisa (4)

Termo utilizado na pesquisa Guimarães-Peixoto R.P.M

#1 - Prevalence and risk factors for porcine cysticercosis in rural communities of eastern Minas Gerais, Brazil, 37(9):905-910

Abstract in English:

ABSTRACT.- Acevedo-Nieto E.C., Pinto P.S.A., Silva L.F., Guimarães-Peixoto R.P.M., Santos T.O., Ducas C.T.S. & Bevilacqua P.D. 2017. Prevalence and risk factors for porcine cysticercosis in rural communities of eastern Minas Gerais, Brazil. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(9):905-910. Setor de Medicina Veterinária Preventiva, Departamento de Veterinária, Universidade Federal de Viçosa, Avenida PH Rolfs s/n. Viçosa, MG 36570-900, Brazil. E-mail: ecanieto@gmail.com Cysticercosis is caused by Taenia solium, a parasitic zoonosis that affects human and pigs raised free-range in developing countries. The epidemiology of the taeniosis cysticercosis complex in Brazil is poorly understood especially when it comes to field research. The aim of this study was to estimate the prevalence and identify the risk factors associated with porcine cysticercosis in rural communities located in the east of Minas Gerais (MG), Brazil. From 371 farms in the county of Tumiritinga/MG, 101 farms from 14 communities were randomly sampled. Blood samples from pigs were collected, and epidemiological questionnaires were carried out. The serum samples obtained were analyzed through immunodiagnosis techniques, including ELISA and Western Blot, both for the detection of antibodies. The data obtained by different surveys were analyzed using EpiInfo 3.5.1 software to determine seroprevalence and risk factors associated with cysticercosis. The prevalence of farms with porcine cysticercosis was 9.9% (10/101) and antibody-based seropositive was 5.3% (13/247). The results indicate that cysticercosis occurs in high level in the rural area never studied before. These results suggest the presence of tapeworm carriers contributing to the occurrence and maintenance of this zoonotic life cycle in the county. Regarding risk factors, the most significant determinants for porcine cysticercosis in the field were free-range pig management (OR: 17.4, p: 0.0001), the method of disposal of human faeces in the environmental (OR: 7.6; p 0.012), and the size of the farm. Porcine cysticercosis was diagnosed only in areas represented by Agrarian Reform Settlements. From the results, it is possible to recommend as a means of control and prevention the destination of human faeces in appropriate sanitary landfills and the production of pigs in an enclosed area. Additionally, improving education in the communities sampled will indirectly affect the spreading of this disease. The results draw attention to the largest studies of this zoonotic disease in human settlements from rural areas due to the lack of knowledge about the epidemiology of the taeniosis-cysticercosis complex. The results could serve as the basis to support public policies aimed at creating an effective program to control the taeniosis-cysticercosis complex in the studied area. Awareness of TC among medical doctors, veterinarians, meat animal family producers and the public should be developed through appropriate information and education

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Acevedo-Nieto E.C., Pinto P.S.A., Silva L.F., Guimarães-Peixoto R.P.M., Santos T.O., Ducas C.T.S. & Bevilacqua P.D. 2017. Prevalence and risk factors for porcine cysticercosis in rural communities of eastern Minas Gerais, Brazil. [Prevalência e fatores de risco para cisticercose suína em comunidades rurais do leste de Minas Gerais.] Pesquisa Veterinária Brasileira 37(9):905-910. Setor de Medicina Veterinária Preventiva, Departamento de Veterinária, Universidade Federal de Viçosa, Avenida PH Rolfs s/n. Viçosa, MG 36570-900, Brazil. E-mail: ecanieto@gmail.com A cisticercose causada pela Taenia solium é uma zoonose parasitária que afeta humanos e suínos principalmente nos países em desenvolvimento. No Brasil, sua epidemiologia é ainda pouco compreendida em diversas regiões. O objetivo deste estudo foi estimar a prevalência e identificar os fatores de risco associados à cisticercose suína em comunidades rurais localizadas na região leste do estado de Minas Gerais (MG). A partir de 371 propriedades pertencentes à 14 comunidades rurais do município de Tumiritinga, 101 foram amostradas aleatoriamente. Foram coletadas amostras de sangue dos suínos e aplicados questionários epidemiológicos. As amostras séricas foram analisadas através de técnicas de imunodiagnóstico, ELISA e Western Blot, para a detecção de anticorpos. Os dados obtidos nos inquéritos foram analisados utilizando o software EpiInfo 3.5.1 para determinar os fatores de risco associados à cisticercose. A prevalência das propriedades com a presença da cisticercose suína foi de 9,9% (10/101), a soropositividade foi de 5,3% (13/247). Os resultados são alarmantes para a ocorrência da cisticercose suína, sugerindo a presença de portadores de tênia que contribuem manutenção deste ciclo zoonótico nas áreas amostradas. Em relação aos fatores de risco, os determinantes mais importantes para a ocorrência da cisticercose suína foram a criação de suínos soltos (OR:17,4, p:0,0001), a eliminação de fezes humanas no meio ambiente (OR:7,6, p:0,012 ) e o tamanho da propriedade. Cisticercose suína foi diagnosticada somente em áreas representadas por assentamentos de Reforma Agrária. Os resultados permitem recomendar como medida de controle, a destinação dos dejetos humanos em sistemas adequados, a utilização de fossas sépticas, a criação de suínos em sistemas confinados e investimentos em educação em saúde. Ainda, os resultados chamam a atenção para maiores estudos sobre esta zoonose nos assentamentos da reforma agrária do país, devido à sua presença e à falta de conhecimento sobre a epidemiologia da teníase-cisticercose nestas áreas. Estas informações podem servir de base para apoiar políticas públicas voltadas para a criação de um programa eficaz de controle da teníase-cisticercose na região estudada. Uma maior atenção para esta zoonose deve ser estimulada entre médicos, médicos veterinários e agricultores familiares, através da informação e educação.


#2 - Testing pigs of non-technified rearing farms for serum antibodies against Taenia solium in a region of the state of São Paulo, Brazil, 36(3):141-144

Abstract in English:

ABSTRACT.- Rossi G.A.M., Almeida H.M.S., Guimarães-Peixoto R.P.M., Acevedo-Nieto E.C., Pinto P.S.A., Vidal A.M.C., Mathias L.A. & Oliveira L.G. 2016. Testing pigs of non-technified rearing farms for serum antibodies against Taenia solium in a region of the state of São Paulo, Brazil. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(3):141-144. Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Reprodução Animal, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Via de acesso Paulo Castellane s/n, Jaboticabal, SP 14884-900, Brazil. E-mail: gabrielrossiveterinario@gmail.com Taenia solium is a zoonotic tapeworm of great importance in developing countries, due to the occurrence of human taeniasis and cysticercosis. Pigs have an important role in the biological cycle of the parasite as intermediate hosts. The scientific literature has been describing risk factors associated with the occurrence of this disease that must be avoided in countries with poor sanitation, in order to reduce the exposure of swine to the parasite eggs. This research focused on testing pigs of non-technified rearing farms for serum antibodies against Taenia solium in the region of Jaboticabal municipality, in the state of São Paulo, Brazil. The found prevalence was 6.82% (CI 95% 4.18 - 9.45) at animal level and 28.87% (CI 95% 16.74 – 40.40) at herd level. These figures are probably associated with low technification adoption during animal rearing in the studied area, which increased the exposure of the animals to risk factors associated with the occurrence of Taenia solium complex. The results found based on serological evidences of swine cysticercosis in the studied region serves as a warning to public sanitary authorities to improve public health and control T. solium.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Rossi G.A.M., Almeida H.M.S., Guimarães-Peixoto R.P.M., Acevedo-Nieto E.C., Pinto P.S.A., Vidal A.M.C., Mathias L.A. & Oliveira L.G. 2016. Testing pigs of non-technified rearing farms for serum antibodies against Taenia solium in a region of the state of São Paulo, Brazil. [Anticorpos séricos contra Taenia solium em suínos de criações não tecnificadas em uma região do Estado de São Paulo, Brasil.] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(3):141-144. Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Reprodução Animal, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Via de acesso Paulo Castellane s/n, Jaboticabal, SP 14884-900, Brazil. E-mail: gabrielrossiveterinario@gmail.com A Taenia solium é uma importante zoonose com grande importância em países em desenvolvimento, devido a ocorrência de teníase e cisticercose em humanos. Os suínos possuem grande importância no ciclo biológico desse parasita como hospedeiros intermediários. A literatura científica descreve alguns fatores de risco associados com a ocorrência da enfermidade e que devem ser evitados em países com baixo saneamento básico a fim de reduzir a exposição dos suínos aos ovos do parasita. Assim, objetivou-se avaliar a presença de anticorpos séricos contra Taenia solium em suínos de criações não tecnificadas na região do Município de Jaboticabal, Estado de São Paulo, Brasil. A prevalência estabelecida foi de 6,82% (IC 95% 4,18 - 9,45) a nível animal e 28,87% (IC 16,74 - 40,40) nos rebanhos. Isso está provavelmente associado ao baixo nível de tecnificação adotado durante a criação dos animais na área avaliada, o qual aumenta a exposição dos animais aos fatores de risco associados ao complexo Taenia solium. Os resultados da ocorrência de cisticercose suína baseados em evidências sorológicas na região avaliada servem como um alerta as autoridades sanitárias para promover a saúde pública e controlar a Taenia solium


#3 - Epidemiological survey of the taeniasis/cysticercosis complex in cattle farms in Viçosa County, Minas Gerais, Brazil, 33(4):449-452

Abstract in English:

ABSTRACT.- Santos T.O., Pinto P.S.A., Iasbik A.F., Silva L.F., Nieto E.C.A. & Guimarães-Peixoto R.P.M. 2013. Epidemiological survey of the taeniasis/cysticercosis complex in cattle farms in Viçosa County, Minas Gerais, Brazil. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(4):449-452. Laboratório de Inspeção de Produtos de Origem Animal, Departamento de Veterinária, Universidade Federal de Viçosa, Avenida P.H. Rolfs, s/n, Viçosa, MG 36570-000, Brazil. E-mail: tatyvetoli@hotmail.com Despite the importance of human taeniasis/bovine cysticercosis for public and animal health and the economy, its actual epidemiological status in Brazil is not well-studied. We sought to assess the epidemiological profile of this zoonosis in the rural area of Viçosa County, Minas Gerais, Brazil. The prevalence of bovine cysticercosis was 0.42%, whereas no case of human taeniasis was diagnosed. Factors favoring the persistence of zoonosis were identified. These included the supply of untreated water to animals, animals raised for slaughter without sanitary supervision, poor mechanization of raising techniques, and the use of untreated water for human consumption. Bovine meat for human consumption acquired in the city or from the farm itself was characterized as a risk factor for bovine cysticercosis (Odds Ratio (OR) =16.77; p<0.05). Nevertheless, the families on the investigated farms did apply several appropriate measures to control this disease, such as the virtual lack of open sewers and the consumption of well-cooked meat. The presence of bovine cysticercosis cases, and the factors favoring its persistence, point to the need for constant epidemiological and sanitary surveillance in this county.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Santos T.O., Pinto P.S.A., Iasbik A.F., Silva L.F., Nieto E.C.A. & Guimarães-Peixoto R.P.M. 2013. Epidemiological survey of the taeniasis/cysticercosis complex in cattle farms in Viçosa County, Minas Gerais, Brazil. [Inquérito epidemiológico sobre o complexo teníase-cisticercose bovina no município de Viçosa, Minas Gerais.] Pesquisa Veterinária Brasileira 33(4):449-452. Laboratório de Inspeção de Produtos de Origem Animal, Departamento de Veterinária, Universidade Federal de Viçosa, Avenida P.H. Rolfs, s/n, Viçosa, MG 36570-000, Brazil. E-mail: tatyvetoli@hotmail.com Apesar da importância do complexo teníase-cisticercose bovina para a saúde pública, animal e para a economia, a realidade epidemiológica da ocorrência dessas zoonoses no Brasil é pouco conhecida. Este estudo foi realizado com o objetivo de avaliar o perfil epidemiológico desta zoonose na zona rural do município de Viçosa, MG. A prevalência encontrada de cisticercose bovina foi de 0,42%, e nenhum caso de teníase humana foi diagnosticado. Foi verificada presença de fatores favoráveis a manutenção dessa zoonose, como fornecimento de água sem tratar aos animais, criação de animais destinados ao abate sem inspeção sanitária, criação de bovinos com baixa adoção de tecnologia, e utilização de água sem tratamento. O consumo de carne bovina oriunda da propriedade e da cidade foi caracterizado como variável de risco (OR=16,77; p<0,05) para a cisticercose bovina. Apesar disso, as famílias das propriedades pesquisadas possuíam hábitos favoráveis como medida de controle para o desenvolvimento desta parasitose, como a quase ausência de esgoto a céu aberto e a ingestão de carne bovina bem passada. A presença de caso de cisticercose bovina e de fatores considerados favoráveis a manutenção dessa parasitose, mostra a necessidade da contínua vigilância epidemiológica e sanitária neste município.


#4 - Distribution and identification of risk areas for bovine cysticercosis in the State of Paraná, Brazil, 32(10):975-979

Abstract in English:

ABSTRACT.- Guimarães-Peixoto R.P.M., Souza V.K., Pinto P.S.A. & Santos T.O. 2012. [Distribution and identification of risk areas for bovine cysticercosis in the State of Paraná, Brazil.] Distribuição e identificação das regiões de risco para a cisticercose bovina no Estado do Paraná. Pesquisa Veterinária Brasileira 32(10):975-979. Laboratório de Inspeção de Produtos de Origem Animal, Departamento de Veterinária, Universidade Federal de Viçosa, Av. PH Rolfs s/n, Viçosa, MG 36570-000, Brazil. E-mail: rafinhapaola@hotmail.com Bovine cysticercosis is a problem of public and animal health highly spread in Brazil, which has negative repercussions in meat production in several states. This is one of the most common diseases occurring in the slaughterhouses under sanitary inspection, becoming a concern for cold stores and producers, because of the losses that it entails. Little is known about the distribution and evolution of the number of cases of bovine cysticercosis in the state of Paraná. Given the above, this work aimed to perform a retrospective survey on the occurrence of bovine cysticercosis, diagnosed by post-mortem examination by the Federal Inspection Service of the State of Paraná from 2004 to 2008; determine the distribution of cases in the state; identify the areas that most likely present cases of the disease, and analyze the economic loss of the state due to the condemnations for this parasitosis. It has been found a 2.23% prevalence of bovine cysticercosis in the state of Paraná. During the period analyzed, there was a statistically significant reduction (p<0.05) of the prevalence of bovine cysticercosis in the state. In the years 2004-2008, 29,708,550 kg of beef were condemned for cysticercosis, leading to economic losses. The state of Paraná is getting, through the deployment of the control program for the taeniasis-cysticercosis complex, a positive development since it got, during the analysis period, to reduce the prevalence of this parasite in cattle and, thus, reduce the economic losses.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Guimarães-Peixoto R.P.M., Souza V.K., Pinto P.S.A. & Santos T.O. 2012. [Distribution and identification of risk areas for bovine cysticercosis in the State of Paraná, Brazil.] Distribuição e identificação das regiões de risco para a cisticercose bovina no Estado do Paraná. Pesquisa Veterinária Brasileira 32(10):975-979. Laboratório de Inspeção de Produtos de Origem Animal, Departamento de Veterinária, Universidade Federal de Viçosa, Av. PH Rolfs s/n, Viçosa, MG 36570-000, Brazil. E-mail: rafinhapaola@hotmail.com A cisticercose bovina é um problema de saúde pública e animal amplamente difundido no Brasil, que repercute negativamente na produção de carne em diversos estados do país. Trata-se de uma das afecções mais ocorrentes nos abates sob inspeção sanitária tornando-se motivo de preocupação para frigoríficos e produtores, devido os prejuízos que acarreta. Pouco se conhece sobre a distribuição e a evolução do número de casos de cisticercose bovina no estado do Paraná. Diante do exposto este trabalho teve o objetivo realizar um levantamento retrospectivo sobre a ocorrência da cisticercose bovina, diagnosticada através do exame post-mortem pelo Serviço de Inspeção Federal do Estado do Paraná entre os anos de 2004 a 2008, além de determinar a distribuição dos casos no Estado, identificar as regiões com maiores chances de apresentarem casos da doença e analisar a perda econômica do Estado por conta das condenações por esta parasitose. Foi constatada prevalência de 2,23% cisticercose bovina no estado do Paraná. Durante o período analisado ocorreu uma redução estatisticamente significante (p<0,05) da prevalência de cisticercose bovina no estado. Nos anos de 2004-2008 foram condenadas 29.708.550 kg de carne bovina por cisticercose, acarretando prejuízos de ordem econômica. O estado do Paraná está conseguindo através da implantação do programa de controle do complexo teníase-cisticercose, uma evolução positiva já que conseguiu durante o período analisado diminuir a prevalência desta parasitose nos bovinos e consequentemente diminuir as perdas econômicas.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV