Resultado da pesquisa (2)

Termo utilizado na pesquisa Latorre A.O

#1 - Selenium and vitamin E enriched diet increases NK cell cytotoxicity in cattle, 34(11):1141-1145

Abstract in English:

ABSTRACT.- Latorre A.O., Greghi G.F., Netto A.S., Fukumasu H., Balieiro J.C., Côrrea L.B. & Zanetti M.A. 2014. Selenium and vitamin E enriched diet increases NK cell cytotoxicity in cattle. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(11):1141-1145. Departamento de Zootecnia, Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Universidade de São Paulo, Av. Duque de Caxias Norte 255, Pirassununga, SP 13630-000, Brazil. E-mail: giselegreghi@usp.br A number of studies has shown that antioxidants, fatty acids and trace minerals may modulate different immune cell activities, and that their deficiency may be associated with diseases and impaired immune responses. In innate immunity, natural killer (NK) cells have a central role, killing virally infected and cancerous cells, and also secreting cytokines that shape adaptive immune responses. Thus, the aim of this study was to evaluate the effect of enriched diets in selenium plus vitamin E and/or canola oil on complete blood count and on NK cell cytotoxicity from blood lymphocytes of Nellore bulls. Bulls that received selenium plus vitamin E had (P=0.0091) higher NK cell cytotoxicity than control bulls. This result positively correlated with serum selenium levels. To the best of our knowledge, this is the first study that showed immunostimulatory effects of selenium plus vitamin E on NK cell cytotoxicity of Nellore bulls.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Latorre A.O., Greghi G.F., Netto A.S., Fukumasu H., Balieiro J.C., Côrrea L.B. & Zanetti M.A. 2014. Selenium and vitamin E enriched diet increases NK cell cytotoxicity in cattle. [Dieta enriquecida com selênio e vitamina E aumenta a citotoxicidade de células NK em bovinos.] Pesquisa Veterinária Brasileira 34(11):1141-1145. Departamento de Zootecnia, Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Universidade de São Paulo, Av. Duque de Caxias Norte 255, Pirassununga, SP 13630-000, Brazil. E-mail: giselegreghi@usp.br Vários estudos demonstraram que antioxidantes, ácidos graxos e minerais podem modular a atividade de diferentes células do sistema imunológico e que as suas carências podem estar associadas a doenças e a respostas imunes comprometidas. Na imunidade inata, os linfócitos natural killer (NK) têm um papel central matando células infectadas por vírus e células cancerígenas, ao mesmo tempo em que também secretam citocinas que modulam as respostas imunes adaptativas. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar o efeito de dietas enriquecidas em selênio e vitamina E e/ou óleo de canola no hemograma e na citotoxicidade das células NK do sangue de bovinos da raça Nelore. Os animais que receberam selênio e vitamina E tiveram (P = 0,0091) maior citotoxicidade das células NK do que os animais do grupo controle. Este resultado foi positivamente correlacionado com os níveis de selênio no sangue. Para o melhor do nosso conhecimento, este é o primeiro estudo que mostrou efeitos imunoestimulatórios do selênio e vitamina E sobre a citotoxicidade das células NK de bovinos Nelore.


#2 - Effects of in vitro selenium supplementation on blood and milk neutrophils from dairy cows, 32(2):174-178

Abstract in English:

ABSTRACT.- Souza F.N., Blagitz M.G., Latorre A.O., Mori C.S., Sucupira M.C.A. & Della Libera A.M.M.P. 2012. Effects of in vitro selenium supplementation on blood and milk neutrophils from dairy cows. Pesquisa Veterinária Brasileira 32(2):174-178. Departamento de Clínica Médica e Patologia, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87, Cidade Universitária, São Paulo, SP 05508-270, Brazil. E-mail: nogueirasouza@yahoo.com.br The study was designed to assess the effects of in vitro selenium addition on intracellular hydrogen peroxide production by neutrophils from the milk and blood of dairy cows. Blood from 10 dairy cows and 20 milk samples from five dairy cows were incubated with 0 mg (control) or 10µM of sodium selenite. Then, milk and blood neutrophils were submitted for evaluation of intracellular hydrogen peroxide production by flow cytometry using 2’,7’-dichlorofluorescein diacetate as a probe. The selenium status of the animals was evaluated by determination of the blood glutathione peroxidase activity. The results of the present work showed that in vitro selenium supplementation leads to an enhancement in intracellular hydrogen peroxide production, which indicates an improvement in the bactericidal effects of blood and milk neutrophils even in cows with a selenium-adequate status. Thus, the present study showed that in vitro Se supplementation leads to an enhancement in intracellular hydrogen peroxide production, indicating an improvement in the bactericidal effects of blood and milk neutrophils in cows with Se-adequate status.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Souza F.N., Blagitz M.G., Latorre A.O., Mori C.S., Sucupira M.C.A. & Della Libera A.M.M.P. 2012. Effects of in vitro selenium supplementation on blood and milk neutrophils from dairy cows. Pesquisa Veterinária Brasileira 32(2):174-178. Departamento de Clínica Médica e Patologia, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87, Cidade Universitária, São Paulo, SP 05508-270, Brazil. E-mail: nogueirasouza@yahoo.com.br O presente estudo avaliou o efeito da suplementação in vitro de selênio sobre a produção intracelular de perόxido de hidrogênio (H2O2) por leucόcitos polimorfonucleares do leite e do sangue em bovinos. Assim, 10 e 20 amostras de sangue e leite, respectivamente, foram incubadas com 0 mg (controle) ou 10µM de selenito de sόdio. A determinação da produção intracelular de peróxido de hidrogênio se deu por citometria de fluxo através da utilização do 2´,7´ diclorodihidrofluoresceína diacetato como sonda. A mensuração do conteúdo de selênio foi avaliada pela atividade da glutationa peroxidase eritrocitária. Os leucócitos polimorfonucleares tanto sanguíneos quanto do leite apresentaram significativo aumento na produção intracelular de H2O2 com a suplementação in vitro de selênio. Desta forma, o presente estudo apontou para aumento da produção intracelular de H2O2, indicando aumento da capacidade microbicida dos leucócitos polimorfonucleares sanguíneos e lácteos mesmo em animais com níveis adequados de selênio.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV