Resultado da pesquisa (2)

Termo utilizado na pesquisa Oliveira D.A.S

#1 - Gastrointestinal parasites in goats from Quixadá, Ceará, 38(8):1505-1510

Abstract in English:

ABSTRACT.- Oliveira D.A.S., Brito R.L.L., Neves M.R.M., Sousa M.M., Miranda R.R.C., Mourão A.E.B., Cavalcante A.C.R. & Vieira L.S. 2018. [Gastrointestinal parasites in goats from Quixadá, Ceará.] Parasitos gastrintestinais em caprinos no município de Quixadá, Ceará. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(8):1505-1510. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia, Centro de Ciências Agrárias e Biológicas, Universidade Estadual do Vale do Acaraú, Avenida da Universidade 850, Campus Betânia, Sobral, CE 62040-370, Brazil. E-mail: dalilian.an@gmail.com The objective of this study was to evaluate the occurrence of main gastrointestinal parasites and to quantify and identify the species of Eimeria present in young goats and adults in the city of Quixadá, Ceará, during the dry and rainy season. Six hundred fifty-four animals were used, with 334 animals during the dry season, which were 149 mothers and 185 offspring and 320 animals during the rainy season, with 106 mothers and 214 offspring, independent of breed standard and creation system. Samples were collected in the months of November and December 2012 and May 2013 in the city of Quixadá, Ceará and sent to the Parasitology Laboratory of Embrapa Goats and Sheep at Sobral, Ceará, feces were collected for counting the number of eggs per gram of feces (EPG), counting oocysts per gram of feces (OOPG), coproculture and identification of Eimeria species based on the morphometry. Matrices showed higher means egg type Strongyloidea (372.03) and Strongyloides (8.45) in the dry season and the rainy season had higher mean only to Strongyloidea (502.85). The inverse happened to OOPG, where the offspring showed higher means in the dry season (9387.41) and rainy (9630.37). The genus most frequent of nematode in coprocultures was Trichostrongylus. (63.67%) in the dry season and Haemonchus sp. the rainy (66.67%). One hundred percent of the herds, oocysts of Eimeria were found, with 81% of infected animals. The occurrence of eimeriosis in young and adult categories was 64.3% and 83.2% in the dry season and 87.4% and 92.4% during the rainy season. The species identified were: Eimeria alijevi, E. apsheronica, E. arloingi, E. caprina, E. caprovina, E. christenseni, E. hirci, E. and E. jolchijevi ninakohlyakimovae. In the offspring E. alijevi was the most frequent in the dry season and the rainy E. ninakohlyakimovae. Already in matrices the species E. Alijevi showed the highest frequency in both periods. In herds studied it evidenced the presence of gastrointestinal nematodes eggs and oocysts of Eimeria spp. independent of animal category.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Oliveira D.A.S., Brito R.L.L., Neves M.R.M., Sousa M.M., Miranda R.R.C., Mourão A.E.B., Cavalcante A.C.R. & Vieira L.S. 2018. [Gastrointestinal parasites in goats from Quixadá, Ceará.] Parasitos gastrintestinais em caprinos no município de Quixadá, Ceará. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(8):1505-1510. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia, Centro de Ciências Agrárias e Biológicas, Universidade Estadual do Vale do Acaraú, Avenida da Universidade 850, Campus Betânia, Sobral, CE 62040-370, Brazil. E-mail: dalilian.an@gmail.com O objetivo desse trabalho foi avaliar a ocorrência dos principais parasitos gastrintestinais que acometem caprinos adultos e jovens do município de Quixadá-Ceará durante a época seca e chuvosa, além de identificar e quantificar as espécies de Eimeria presentes no rebanho. Foram utilizados 654 animais, sendo 334 animais no período seco, dos quais eram 149 matrizes e 185 crias e 320 animais no período chuvoso, sendo 106 matrizes e 214 crias, independente de padrão racial e sistema de criação. As coletas foram realizadas nos meses de novembro e dezembro de 2012 e maio de 2013 no município de Quixadá-Ceará e encaminhadas ao Laboratório de Parasitologia da Embrapa Caprinos e Ovinos na cidade de Sobral-Ceará. Foram coletadas fezes para contagem do número de ovos por gramas de fezes (OPG), contagem de Oocistos por gramas de fezes (OOPG), coprocultura e identificação das espécies de Eimeria com base na morfometria. As matrizes apresentaram maiores médias de ovos do tipo Strongyloidea (372,03) e Strongyloides (8,45) no período seco e no período chuvoso apresentaram maiores médias apenas para Strongyloidea (502,85). O inverso aconteceu com o OOPG, onde as crias apresentaram maiores médias no período seco (9387,41) e no chuvoso (9630,37). O gênero de nematódeo mais frequente na coprocultura foi o Trichostrongylus sp. (63,67%) no período seco e o Haemonchus sp. no chuvoso (66,67%). Em 100% dos rebanhos, foram encontrados oocistos de Eimeria, com 81% dos animais infectados. A ocorrência da eimeriose nas categorias jovens e adultas foi de 64,3% e 83,2% no período seco e de 87,4% e 92,4% no período chuvoso. As espécies identificadas foram: Eimeria alijevi, E. apsheronica, E. arloingi, E. caprina, E. caprovina, E. christenseni, E. hirci, E. jolchijevi e E. ninakohlyakimovae. Nas crias a E. alijevi foi a mais freqüente no período seco e a E. ninakohlyakimovae no chuvoso. Já nas matrizes a espécie E. alijevi apresentou a maior frequência em ambos os períodos. Nos rebanhos estudados foi evidenciado a presença de ovos de nematódeos gastrointestinais e oocistos de Eimeria spp. independente da categoria animal.


#2 - Occurrence of infection by Cryptosporidium spp. in goat kids (Capra hircus), 34(8):728-732

Abstract in English:

ABSTRACT.- Brito R.L.L., Inácio S.V., Oliveira D.A.S., Sousa M.M., Meireles M.V., Lobo R.N.B., Vieira L.S. & Bresciani K.D.S. 2014. [Occurrence of infection by Cryptosporidium spp. in goat kids (Capra hircus).] Ocorrência da infecção por Cryptosporidium spp. em cabritos (Capra hircus). Pesquisa Veterinária Brasileira 34(8):728-732. Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinária, Universidade Estadual Paulista, Via de Acesso Prof. Paulo Donato Castellane s/n, Jaboticabal, SP 14884-900, Brazil. E-mail: rolomonte@gmail.com The present study aimed to determine the occurrence of infection by Cryptosporidium spp. in goat kids from Quixadá, Ceará, Brazil. The study included 400 goat kids of both sexes, 3 to 360 days old, with or without defined breed, originating from 25 farms distributed in three circuits. Feces were registered in accordance with the appearance and color, distributed into tubes Eppendorf tubes and frozen in natura at-20°C until the moment of extraction of genomic DNA from the parasite with the aid of a commercial kit. For amplification of fragments of the 18S subunit of ribosomal RNA (rRNA) was used to Nested PCR. The occurrence of Cryptosporidium spp. in goats kids of the Quixadá was 7.50% (30/400). The frequency in the dry period and rainy was 9.55% (19/199) and 5.47% (11/201) respectively (χ2=2.39 and P>0.05). Positive samples were identified in 64.00% (16/25) of the studied farms, and from these samples 50.00% (15/30) and 70.00% (21/30) had feces with normal appearance and color respectively, suggesting that the asymptomatic goats were eliminating oocysts. No positivity for Cryptosporidium spp. was observed in 301 to 360-day-old goats, demonstrating that older animals have less chance to become infected with the parasite.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Brito R.L.L., Inácio S.V., Oliveira D.A.S., Sousa M.M., Meireles M.V., Lobo R.N.B., Vieira L.S. & Bresciani K.D.S. 2014. [Occurrence of infection by Cryptosporidium spp. in goat kids (Capra hircus).] Ocorrência da infecção por Cryptosporidium spp. em cabritos (Capra hircus). Pesquisa Veterinária Brasileira 34(8):728-732. Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinária, Universidade Estadual Paulista, Via de Acesso Prof. Paulo Donato Castellane s/n, Jaboticabal, SP 14884-900, Brazil. E-mail: rolomonte@gmail.com O presente estudo teve como objetivo determinar a ocorrência da infecção por Cryptosporidium spp. em cabritos de Quixadá, Ceará, Brasil. Participaram do estudo 400 cabritos, com idade entre três e 360 dias, de ambos os sexos, com e sem padrão racial definido, procedentes de 25 estabelecimentos rurais distribuídos em três circuitos. As fezes foram cadastradas de acordo com o aspecto e cor, distribuídas em tubos tipo “eppendorf®” e congeladas in natura a -20°C, até o momento das extrações de DNA genômico do parasito com auxílio de kit comercial. Para amplificação de fragmentos da subunidade 18S do RNA ribossômico (rRNA) foi utilizada a “Nested”-PCR. A ocorrência de Cryptosporidium spp em cabritos de Quixadá foi de 7,50% (30/400). A frequência no período seco e no chuvoso foi de 9,55% (19/199) e 5,47% (11/201), respectivamente (χ2=2,39 e P>0,05). Amostras positivas foram identificadas em 64,00% (16/25) das propriedades estudadas e dessas amostras 50,00% (15/30) e 70,00% (21/30) tinham as fezes com aspecto e cor normais, respectivamente, sugerindo que cabritos assintomáticos estão eliminando oocistos. Não foi observada positividade para Cryptosporidium spp. em animais com 301 a 360 dias, demonstrando que animais mais velhos apresentam menos possibilidade de se infectarem com o parasito.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV