Resultado da pesquisa (2)

Termo utilizado na pesquisa Otaka D.Y

#1 - Clostridium perfringens α and β recombinant toxoids in equine immunization

Abstract in English:

Clostridium perfringens is considered one of the main causative agents of superacute enterocolitis, usually fatal in the equine species, due to the action of the β toxin, and is responsible for causing severe myonecrosis, by the action of the α toxin. The great importance of this agent in the equine economy is due to high mortality and lack of vaccines, which are the main form of prevention, which guarantee the immunization of this animal species. The aim of this study was to evaluate three different concentrations (100, 200 and 400µg) of C. perfringens α and β recombinant toxoids in equine immunization and to compare with a group vaccinated with a commercial toxoid. The commercial vaccine was not able to stimulate an immune response and the recombinant vaccine was able to induce satisfactory humoral immune response in vaccinated horses, proving to be an alternative prophylactic for C. perfringens infection.

Abstract in Portuguese:

Clostridium perfringens é considerado um dos principais agentes causadores de enterocolites superagudas, geralmente fatais na espécie equina, devido à ação da toxina β, além de ser responsável por causar quadros graves de mionecrose, pela ação da toxina α. A grande importância desses agentes na equinocultura, deve-se a elevada mortalidade e a inexistência de vacinas, principal forma de prevenção, que garantam a imunização dessa espécie animal. O objetivo deste trabalho foi avaliar três diferentes concentrações (100, 200 e 400µg) dos toxóides recombinantes α e β de C. perfringens na imunização de equinos, bem como comparar com um grupo vacinado com um toxóide comercial. A vacina comercial não se mostrou capaz de estimular uma resposta imune e a vacina recombinante foi capaz de induzir resposta imune humoral satisfatória em equinos vacinados, provando ser uma alternativa profilática para infecção por C. Perfringens.


#2 - Type C waterborne botulism outbreaks in buffaloes (Bubalus bubalis) in the Amazon region, 37(7):697-700

Abstract in English:

ABSTRACT.- Salvarani F.M., Otaka D.Y., Oliveira C.M.C., Reis A.S.B., Perdigão H.H., Souza A.E.C., Brito M.F. & Barbosa J.D. 2017. Type C waterborne botulism outbreaks in buffaloes (Bubalus bubalis) in the Amazon region. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(7):697-700. Instituto de Medicina Veterinária, Universidade Federal do Pará, BR-316 Km 61, Saudade II, Cristo Redentor, Castanhal, PA 68740-970, Brazil. E-mail: felipems@ufpa.br Botulism is a poisoning caused by botulinum neurotoxins (BoNTs). BoNTs serotypes C and D are involved in botulism outbreaks in cattle in several countries. Despite the high number of buffaloes worldwide, the real impact of botulism in buffaloes is not known, because it is not a notifiable disease in Brazil and only few studies have evaluated the occurrence of the disease in buffaloes. Those studies did not conduct diagnostic tests to confirm the presence of BoNTs. The objective of the present study was to describe three outbreaks of botulism in buffaloes in the Brazilian Amazon region considering epidemiological and clinical data as well as laboratory diagnosis to confirm the presence of BoNTs. The results of the bioassay were negative in the tissues and in feed samples, but positive for BoNT C in water samples. Confirmation of the occurrence of botulism in buffaloes allows the implementation of preventive strategies in susceptible herds. Waterborne botulism in buffaloes is prevented by ensuring the constant circulation of water collections and restricting the presence of dead animals and bones in order to prevent the accumulation of organic matter and the development of anaerobic conditions, which might favor the replication of Clostridium botulinum. Another measure that can be adopted is the shading of the pasture, in order to maintain the thermal comfort for the buffaloes and to avoid the excess of permanence of them in the water pools.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Salvarani F.M., Otaka D.Y., Oliveira C.M.C., Reis A.S.B., Perdigão H.H., Souza A.E.C., Brito M.F. & Barbosa J.D. 2017. Type C waterborne botulism outbreaks in buffaloes (Bubalus bubalis) in the Amazon region. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(7):697-700. Instituto de Medicina Veterinária, Universidade Federal do Pará, BR-316 Km 61, Saudade II, Cristo Redentor, Castanhal, PA 68740-970, Brazil. E-mail: felipems@ufpa.br Botulismo é uma intoxicação causada por neurotoxinas botulínicas (BoNTs). Os sorotipos C e D de BoNTs estão envolvidos em surtos de botulismo em bovídeos em vários países. Apesar do elevado número de búfalos em todo o mundo, o real impacto do botulismo em búfalos não é conhecido; pois não é uma doença de notificação obrigatória no Brasil e poucos estudos avaliaram a incidência desta doença em búfalos. Além disso, estes estudos não realizaram testes diagnósticos para confirmar a presença de BoNTs. O objetivo do presente estudo foi descrever três surtos de botulismo em búfalos na região amazônica brasileira, considerando dados epidemiológicos e clínicos, bem como o diagnóstico laboratorial para confirmar a presença de BoNTs. Os resultados do bioensaio em camundongos foram negativos em todos os tecidos e nas amostras de alimentos testados; no entanto foram positivos para BoNT C nas amostras de água. A confirmação da ocorrência de botulismo em búfalos permite a implementação de estratégias preventivas nos rebanhos. O botulismo hídrico nos búfalos pode ser prevenido assegurando-se que coleções de água fossem mantidas limpas, sem a presença de animais mortos e ossadas no seu interior e não permitindo o acúmulo de matéria orgânica e condições de anaerobiose favoráveis à multiplicação de Clostridium. botulinum. Outra medida que pode ser adotada é o sombreamento das pastagens, a fim de manter o conforto térmico dos búfalos e assim evitar o excesso de sua permanência dentro das fontes de água.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV