Resultado da pesquisa (7)

Termo utilizado na pesquisa Peconick A.P

#1 - Experimental poisoning by Brachiaria decumbens in rabbits, 38(10):1885-1889

Abstract in English:

ABSTRACT.- Utiumi K.U., Albuquerque A.S., Burque A.S., Souza F.R., Sonne L., Varaschin M.S., Raymundo D.L. & Peconick A.P. 2018. Experimental poisoning by Brachiaria decumbens in rabbits. [Intoxicação experimental por Brachiaria decumbens em coelhos.] Pesquisa Veterinária Brasileira 38(10):1885-1889. Setor de Medicina Veterinária Preventiva, Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Cx. Postal 3037, Lavras, MG 37200-000, Brazil. E-mail: ki_uemura@yahoo.com.br Brachiaria spp. are important sources of forage for ruminants in Brazil, due to the easy cultivation, good resistance to drought, good adaptation to different soils and low maintenance cost. However, the ingestion of this grass has been related to photosensitization outbreaks in cattle and sheep with significant economic losses. The hepatotoxic effects related to the ingestion of grass are the formation of crystals and foamy macrophages due to the accumulation of toxic metabolites. The use of cattle and sheep in experiments involving the plant presents several obstacles in the ethical, economic and animal management. The objective of this study was to evaluate the sensitivity of rabbits as an experimental model for B. decumbens poisoning. Two experiments were carried out. In Experiment 1 four rabbits received the fresh plant in daily doses of 10, 20, 40 and 80g/kg body weight for 120 days. In Experiment 2 three rabbits received the fresh plant in amounts of 500g daily with duration of 210 days. The animals of Experiment 1 showed no clinical signs and no macroscopic and microscopic changes characteristic of B. decumbens poisoning. In Experiment 2 the animals also showed no clinical signs or significant macroscopic alterations. Histological analysis showed isolated foamy macrophages or present in random groups of cells in the liver and mesenteric lymph nodes. Samples of liver and mesenteric lymph nodes of the rabbits of Experiment 2 were submitted to the lectin-histochemistry technique. The WGA, sWGA and RCA lectins showed reactivity in foamy macrophages in both organs. This is the first study of our knowledge that demonstrates histopathological lesions caused expetimentally by Brachiaria spp. in rabbits, demonstrating its potential as an animal model.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Utiumi K.U., Albuquerque A.S., Burque A.S., Souza F.R., Sonne L., Varaschin M.S., Raymundo D.L. & Peconick A.P. 2018. Experimental poisoning by Brachiaria decumbens in rabbits. [Intoxicação experimental por Brachiaria decumbens em coelhos.] Pesquisa Veterinária Brasileira 38(10):1885-1889. Setor de Medicina Veterinária Preventiva, Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Cx. Postal 3037, Lavras, MG 37200-000, Brazil. E-mail: ki_uemura@yahoo.com.br Brachiaria ssp. são importantes fontes de forragem para ruminantes no Brasil, devido ao fácil cultivo, boa resistência a seca, boa adaptação a diferentes solos e baixo custo de manutenção. Entretanto, a ingestão desta gramínea está relacionada a surtos de fotossensibilização, em bovinos e ovinos, principalmente, ocasionando prejuízos econômicos significativos. Os efeitos hepatotóxicos relacionados à ingestão da gramínea são a formação de cristais e macrófagos espumosos causados pelo acúmulo de metabólitos tóxicos. A utilização de bovinos e ovinos em experimentos envolvendo a planta apresenta vários empecilhos, tanto no âmbito ético, econômico e no manejo dos animais. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a sensibilidade de coelhos como modelo experimental para intoxicação por B. decumbens. No presente estudo foram realizados dois experimentos. O Experimento 1 utilizou quatro coelhos que receberam a planta fresca em doses diárias de 10, 20, 40 e 80 g/Kg de peso vivo durante 120 dias. O Experimento 2 utilizou três coelhos recebendo a planta fresca em quantidades de 500g diárias por animal com duração de 210 dias. No Experimento 1, os animais não apresentaram sinais clínicos e nem alterações macroscópicas e microscópicas características de intoxicação por B. decumbens. No Experimento 2 os animais também não apresentaram sinais clínicos e alterações macroscópicas significativas. Na análise histológica observou-se presença de macrófagos espumosos isolados ou em grupos aleatórios de células no fígado e nos linfonodos mesentéricos. Amostras de fígado e linfonodos mesentéricos dos animais do Experimento 2 foram submetidos à técnica de lectino-histoquímica. As lectinas WGA, sWGA e RCA apresentaram reatividade em macrófagos espumosos nos dois órgãos. Este é o primeiro trabalho de nosso conhecimento que demonstra lesões histopatológicas por Brachiaria spp conduzido de forma experimental em coelhos, demonstrando seu potencial como modelo animal nesse campo de estudo.


#2 - Placental lesions associated with abortion and stillbirth in goats naturally infected by Neospora caninum

Abstract in English:

Neospora caninum has been described as a parasite that sporadically causes reproductive problems in goats. Several aspects of the pathogenesis of neosporosis in naturally infected goats remain to be established. The aims of the present study were to characterize the placental lesions in goats naturally infected by N. caninum and to evaluate several diagnostic techniques for effective detection of this protozoan in the goat placenta. Some placentas in this study originated from abortion and stillbirth in which there were severe lesions. The lesions were characterized mainly by necrosis involving the mesenchyme of the chorionic villi and trophoblast cells often alongside mononuclear inflammation and in some cases with neutrophilic infiltration. N. caninum DNA was detected in these placentas, but parasite structures were not visualized through immunohistochemistry (IHC). However, five of 11 placentas from N. caninum-infected goats that gave birth to healthy kids had histological lesions characterized by mononuclear inflammation. Of these 11 placentas, N. caninum DNA was detected in seven, and N. caninum tachyzoites were detected in only one of these seven placentas using IHC. The present study demonstrates that severe lesions in the placenta are associated with abortion and stillbirth in caprine neosporosis and the placental alterations are likely involved in abortion pathogenesis. Moreover, the results highlight the importance of using more than one diagnostic technique for the detection of the protozoan in placentas because N. caninum cannot be reliably detected by histological and immunohistochemical tests.

Abstract in Portuguese:

Neospora caninum é descrito como um parasito que causa problemas reprodutivos esporádicos em cabras. Muitos aspectos da patogênese da neosporose em cabras naturalmente infectadas ainda precisam ser estabelecidos. Os objetivos deste trabalho foram caracterizar as lesões placentárias em cabras naturalmente infectadas por N. caninum e avaliar as técnicas diagnósticas para a detecção efetiva do protozoário na placenta. Algumas placentas deste estudo são originárias de abortos e natimortos, nas quais havia lesões graves. As lesões foram classificadas principalmente por necrose envolvendo o mesênquima das vilosidades coriônicas e células trofoblásticas, geralmente associadas a infiltrado inflamatório mononuclear e em alguns casos infiltrado neutrofílico. O DNA do N. caninum foi detectado nestas placentas, porém estruturas parasitárias não foram visualizadas na imuno-histoquímica (IHQ). Entretanto, cinco das onze placentas de cabras infectadas, que deram à luz a conceptos saudáveis, apresentaram lesões histológicas caracterizadas por infiltrado inflamatório mononuclear. Destas 11 placentas, foi detectado DNA de N. caninum em sete e taquizoítos foram encontrados em apenas uma por meio de imuno-histoquímica. O presente estudo demonstra que abortos e natimortos na espécie caprina, causados pelo N. caninum estão associados a lesões acentuadas nas placentas, sendo que as mesmas estão envolvidas na patogênese do aborto. Os resultados também ressaltam a importância do uso de mais de uma técnica diagnóstica para a detecção do protozoário em placentas, pois o N. caninum não pode ser confiavelmente detectado somente pelos exames de histopatologia e imuno-histoquímica.


#3 - Protective effect of β-glucan and glutamine on intestinal and immunological damage in mice induced by cytarabine (Ara-C), 37(9):977-983

Abstract in English:

ABSTRACT.- Porsani M.Y.H., Paludetti M., Orlando D.R., Peconick A.P., Costa R.C., Oliveira L.E.D., Zangeronimo M.G. & Sousa R.V. 2017. Protective effect of β-glucan and glutamine on intestinal and immunological damage in mice induced by cytarabine (Ara-C). Pesquisa Veterinária Brasileira 37(9):977-983. Departamento de Clínica Veterinária, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Cidade Universitária, Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87, São Paulo, SP 05508-270, Brazil. E-mail: mariporsani@hotmail.com Recently, glutamine and β-glucan have been demonstrated to play an important role in modulation of the immune system and in promoting intestinal health benefits. The aim of this study was to investigate the effect of this intervention on inflammatory responses and intestinal health in mice orally pretreated with soluble Saccharomyces cerevisiae derived 1,3/1,6-β-glucan (80mg/kg) with or without glutamine (150mg/kg) and then challenged with cytarabine (Ara-C) (15mg/kg). Improvements in villi and crypts were not observed in the β-glucan group. The intestinal morphometry in the glutamine group showed the best results. β-glucan in combination with glutamine presented the highest values of IL-1β and IL-10 and lowest values for leukocytes and INF-γ. Based on these results, combined β-glucan and glutamine pretreatment reduced intestinal inflammation and improved the immune response after Ara-C challenge.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Porsani M.Y.H., Paludetti M., Orlando D.R., Peconick A.P., Costa R.C., Oliveira L.E.D., Zangeronimo M.G. & Sousa R.V. 2017. Protective effect of β-glucan and glutamine on intestinal and immunological damage in mice induced by cytarabine (Ara-C). [Efeito protetor do β-glucano e glutamina em lesões intestinais e imunológicas induzidas por ciratabina (Ara-C) em camundongos.] Pesquisa Veterinária Brasileira 37(9):977-983. Departamento de Clínica Veterinária, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Cidade Universitária, Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87, São Paulo, SP 05508-270, Brazil. E-mail: mariporsani@hotmail.com Recentemente, glutamina e β-glucano têm demonstrado desempenhar um papel importante na modulação do sistema imune e na promoção de benefícios para a saúde intestinal. O objetivo deste estudo foi investigar o efeito dessa intervenção sobre as respostas inflamatórias e saúde intestinal de camundongos pré- tratados por via oral com 1,3/1,6-β-glucano (80mg/kg) derivado de Saccharomyces cerevisiae com ou sem glutamina (150mg/kg) e posteriormente desafiados com citarabina (Ara-C) (15mg/kg). Melhoras em vilosidades e criptas não foram observadas no grupo de tratamento com β-glucano. A morfometria intestinal no grupo de tratamento com glutamina apresentou os melhores resultados. O grupo em que foi utilizado β-glucano em combinação com glutamina apresentou os maiores valores de IL-1β e IL -10 e valores mais baixos para os leucócitos e INF-γ. Com base nestes resultados, o pré-tratamento de β-glucano combinado com glutamina reduziu a inflamação intestinal e melhorou a resposta imune após o desafio com Ara-C.


#4 - Babesia bovis: expression of adhesion molecules in bovine umbilical endothelial cells stimulated with plasma from infected cattle, 34(10):937-941

Abstract in English:

ABSTRACT.- Vargas M.I., Patarroyo J.H., Hernandez M., Peconick A.P., Patarroyo A.M., Tafur G.A., Araújo L.S. & Valente F. 2014. Babesia bovis: expression of adhesion molecules in bovine umbilical endothelial cells stimulated with plasma from infected cattle. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(10):937-941. Laboratório de Biologia e Controle de Hematozoários e Vetores, Departamento de Veterinária, Instituto de Biotecnologia Aplicada à Agropecuária, Universidade Federal de Viçosa, Campus Universitário, Viçosa, MG 36570-900, Brazil. E- mail: jpatarro@ufv.br Ten male, 12-month-old Jersey with intact spleens, serologically and parasitologically free from Babesia were housed individually in an arthropod-free isolation system from birth and throughout entire experiment. The animals were randomly divided into two groups. Five animals (group A) were intravenously inoculated with 6.6 X107 red blood cells parasitized with pathogenic sample of Babesia bovis (passage 7 BboUFV-1), for the subsequent “ex vivo” determination of the expression of adhesion molecules. Five non-inoculated animals (group B) were used as the negative control. The expression of the adhesion molecules ICAM-1, VCAM, PECAM-1 E-selectin and thrombospondin (TSP) was measured in bovine umbilical vein endothelial cells (BUVECs). The endothelial cells stimulated with a pool of plasma from animals infected with the BboUFV-1 7th passage sample had a much more intense immunostaining of ICAM-1, VCAM, PECAM-1 E-selectin and TSP, compared to the cells which did not received the stimulus. The results suggest that proinflammatory cytokines released in the acute phase of babesiosis may be involved in the expression of adhesion molecules thereby implicating them in the pathophysiology of babesiosis caused by B. bovis.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Vargas M.I., Patarroyo J.H., Hernandez M., Peconick A.P., Patarroyo A.M., Tafur G.A., Araújo L.S. & Valente F. 2014. Babesia bovis: expression of adhesion molecules in bovine umbilical endothelial cells stimulated with plasma from infected cattle. [Babesia bovis: expressão de moléculas de adesão em células endoteliais de cordão umbilical de bovinos estimuladas com plasma de bovinos infectados.] Pesquisa Veterinária Brasileira 34(10):937-941. Laboratório de Biologia e Controle de Hematozoários e Vetores, Departamento de Veterinária, Instituto de Biotecnologia Aplicada à Agropecuária, Universidade Federal de Viçosa, Campus Universitário, Viçosa, MG 36570-900, Brazil. E- mail: jpatarro@ufv.br Dez bezerros machos, da raça Jersey, com 1 ano de idade com baços “in situ”, sorológica e parasitologicamente livres de Babesia, foram mantidos em baias individuais no isolamento a prova de artrópodes do Depto de Veterinária desde o nascimento e ao longo de toda a experimentação. Os animais foram divididos aleatoriamente em dois grupos. Cinco animais (grupo A) foram inoculados por via intravenosa com 6,6 x107 hemácias parasitados com amostra patogênica de Babesia bovis (BboUFV - 1 7ª passagem) , para a determinação subseqüente “ex vivo” da expressão de moléculas de adesão . Cinco animais não inoculados (Grupo B ) foram utilizados como controlo negativo . A expressão de moléculas de adesão ICAM - 1, VCAM , PECAM – 1, E - selectina e trombospondina ( TSP ) foi medida em células endoteliais da veia umbilical de bovinos (BUVECs). As células endoteliais estimuladas com um pool de plasma proveniente de animais infectados com BboUFV - 1 7ª passagem tinham uma imunocoloração muito mais intensa de ICAM - 1 , VCAM , PECAM - 1 de E - selectina e de TSP , em comparação com as células que não receberam o estímulo . Os resultados sugerem que as citocinas pró-inflamatórias liberados na fase aguda da babesiose pode estar envolvida na expressão de moléculas de adesão , implicando , assim, elas na fisiopatologia da babesiose causada por B. bovis.


#5 - Selection, characterization and cloning of the fljB and groEL genes agonists of the innate immune system pattern recognition receptors of birds, 34(3):217-223

Abstract in English:

ABSTRACT.- Soares B.A., Ságio S.A., Peconick A.P., Barrios P.R., Chalfun-Júnior A., Costa G.M., Barçante J.M. & Martins N.R.S. 2014. [Selection, characterization and cloning of the fljB and groEL genes agonists of the innate immune system pattern recognition receptors of birds.] Seleção, caracterização e clonagem dos genes fljB e groEL agonistas dos receptores de reconhecimento de padrão do sistema imune inato das aves. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(3):217-223. Setor de Medicina Veterinária Preventiva, Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Campus UFLA, Lavras, MG 37200-000, Brazil. E-mail: brunoantunes.soares@yahoo.com.br The recombinant production of innate immune system pattern recognition receptor agonists has provided a new tool for the production of immunostimulants for animals. The molecular pattern associated with the pathogen (PAMP), flagellin, coded by the fljB gene from Salmonella Typhimirium, and the molecular pattern associated to the damage (DAMP), HSP60, coded by the groEL gene from S. Typhimurium and S. Enteritidis, are recognized by pattern recognition receptors (PRRs) of the innate immune system of birds. In the present study, we performed the cloning of genetic fragments of the genes fljB, from S. Typhimurium, and groEL from S. Typhimurium and S. Enteritidis inserted in expression vector pET100/D-TOPO and transformed in E. coli TO10 cells. The clones were evaluated by colony PCR, plasmidial DNA PCR and genome sequencing in order to confirm the presence of these genes. In the colony PCR, we identified the presence of genes groEL (S. Enteritidis), groEL (S. Typhimurium) and fljB (S. Typhimurium) in 80%, 60% and 80% of the transformed colonies, respectively. The cloning system adopted allowed the production of HSP60 genetic fragment clones and flagellin of Salmonella strains, allowing the posterior use of these clones in gene expression trials, with the future potential of being used as non-specific immunostimulants for birds.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Soares B.A., Ságio S.A., Peconick A.P., Barrios P.R., Chalfun-Júnior A., Costa G.M., Barçante J.M. & Martins N.R.S. 2014. [Selection, characterization and cloning of the fljB and groEL genes agonists of the innate immune system pattern recognition receptors of birds.] Seleção, caracterização e clonagem dos genes fljB e groEL agonistas dos receptores de reconhecimento de padrão do sistema imune inato das aves. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(3):217-223. Setor de Medicina Veterinária Preventiva, Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Campus UFLA, Lavras, MG 37200-000, Brazil. E-mail: brunoantunes.soares@yahoo.com.br A produção recombinante de agonistas dos receptores do reconhecimento de padrão do sistema imune inato tem fornecido uma nova ferramenta para a produção de imunoestimulantes para animais. O padrão molecular associado ao patógeno (PAMP), flagelina, codificado pelo gene fljB de Salmonella Typhimurium e o padrão molecular associado ao dano (DAMP) HSP60, codificado pelo gene groEL da S. Typhimurium e S. Enteritidis, são reconhecidos por receptores de reconhecimento de padrões (RRPs) do sistema imune inato das aves. No presente estudo, foi feita a clonagem de fragmentos genéticos dos genes fljB de S. Typhimurium e groEL de S. Typhimurium e S. Enteritidis inseridos no vetor de expressão pET100/D-TOPO e transformados em células de E. coli TOP10. Os clones foram avaliados pela PCR de colônia, PCR de DNA plasmidial e sequenciamento genômico para a confirmação da presença desses genes. Na PCR de colônia, foram identificadas em 80%, 60% e 80% das colônias transformadas, a presença dos genes groEL (S. Enteritidis), groEL (S. Typhimurium) e fljB (S. Typhimurium) respectivamente. O sistema de clonagem adotado possibilitou a produção de clones dos fragmentos genéticos da HSP60 e flagelina das cepas de Salmonella, permitindo a utilização posterior desses clones em ensaios de expressão gênica, com potencial futuro de serem utilizados como imunoestimulante inespecífico das aves.


#6 - Neospora caninum abortions in cattle in southern Minas Gerais, Brazil, 33(11):1332-1338

Abstract in English:

ABSTRACT.- Orlando D.R., Costa R.C., Soares B.A., Oliveira N.S.C., Nascimento L.C., Peconick A.P., Raymundo D.L. & Varaschin M.S. 2013. [Neospora caninum abortions in cattle in southern Minas Gerais, Brazil.] Abortos por Neospora caninum em bovinos do sul de Minas Gerais. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(11):1332-1338. Setor de Patologia Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Cx. Postal 3037, Lavras, MG 37200-000, Brazil. E-mail: msvaraschin@dmv.ufla.br The present study evaluates the participation of Neospora caninum in bovine abortions from farms in the southern region of Minas Gerais state, Brazil, through histopathological, immunohistochemical (IHQ) analysis and DNA detection by polymerase chain reaction (PCR). The material used in this study was obtained through retrospective study of bovine abortion cases received by the Setor de Patologia Veterinária da Universidade Federal de Lavras and by necropsies performed in fetuses from 2011 to 2013. From 60 fetuses studied, 30 (50%) had microscopic lesions; 19 (63%) of them had histologic lesions compatible with N. caninum abortion, characterized by multifocal non-suppurative encephalitis, necrosis and gliosis in the central nervous system and multifocal nonsuppurative myocarditis and myositis. From the 19 fetuses with protozoa lesions in 14 the final diagnosis was performed; five were confirmated only by IHQ staining and five were positive only by PCR. Four fetuses were positive in IHC and in PCR. In five fetuses from the retrospective study lesions compatible with N. caninum were seen, but the presence of the protozoan was not confirmed by IHQ labeling. The findings demonstrate that N. caninum is an important agent associated with abortion in cattle from Minas Gerais. Therefore, beyond the microscopic lesions association between IHC and PCR was essential to confirm the diagnosis.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Orlando D.R., Costa R.C., Soares B.A., Oliveira N.S.C., Nascimento L.C., Peconick A.P., Raymundo D.L. & Varaschin M.S. 2013. [Neospora caninum abortions in cattle in southern Minas Gerais, Brazil.] Abortos por Neospora caninum em bovinos do sul de Minas Gerais. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(11):1332-1338. Setor de Patologia Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Cx. Postal 3037, Lavras, MG 37200-000, Brazil. E-mail: msvaraschin@dmv.ufla.br Este estudo avaliou a participação de Neospora caninum em casos de abortos em bovinos provenientes de propriedades rurais da região sul de Minas Gerais por meio de análises histopatológicas, imuno-histoquímicas (IHQ) e pela reação em Cadeia de Polimerase (PCR). O material utilizado foi obtido de um estudo retrospectivo de casos de aborto recebidos pelo Setor de Patologia Veterinária da Universidade Federal de Lavras e de fetos necropsiados durante os anos de 2011 a 2013. De 60 fetos estudados, 30 (50%) tinham lesões microscópicas. Destes, 19 (63%) apresentaram lesões compatíveis com aborto por N. caninum, caracterizadas principalmente por encefalite não supurativa multifocal, necrose e gliose multifocal, assim como, miocardite e miosite não supurativa. Em 14 fetos chegou-se ao diagnóstico definitivo. Destes, cinco tiveram sua confirmação somente pela marcação IHQ e cinco foram positivos somente na PCR. Quatro fetos foram positivos tanto na IHQ quanto na PCR. Cinco fetos, provenientes do estudo retrospectivo apresentaram lesões compatíveis com N. caninum, mas a presença do protozoário não foi confirmada pela marcação IHQ. Os achados demonstram que o N. caninum é um importante agente associado ao aborto em bovinos na região sul de Minas Gerais. Para tanto, além das lesões microscópicas a associação entre a IHQ e a técnica de PCR foi essencial para a confirmação do diagnóstico.


#7 - Desmodus rotundus capture in forest (Amazon biome) and mangrove areas in the State of Maranhão, Brazil: a longitudinal study, 33(5):571-574

Abstract in English:

ABSTRACT.- Arruda R.C.N., Barçante T.A., Peconick A.P., Pereira S.M., Souza J.C.P., Sousa T.M. & Barçante J.M.P. 2013. [Desmodus rotundus capture in forest (Amazon biome) and mangrove areas in the State of Maranhão, Brazil: a longitudinal study.] Captura de Desmodus rotundus em regiões de mata e manguezais do estado do Maranhão: um estudo longitudinal. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(5):571-574. Setor de Medicina Veterinária Preventiva, Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Campus Universitário, Lavras, MG 37200-000, Brazil. E-mail: joziana@dmv.ufla.br The aim of the study was to investigate the number of captures and the control of the common vampire bat Desmodus rotundus on small farms in the municipality of Cedral, State of Maranhão, Brazil. The area was chosen because the highest number of captures in Maranhão was made there around corrals. Official control is accomplished by applying warfarin 2%, a vampiricid gel, on captured bats. In this study, control records of captured hematophagous bats were analyzed, and a questionnaire was applied in the field to identify areas with the highest number of captures. From 2005 to 2010, 223 captures in 101 farms were studied; in 190 of them existed control with application of warfarin 2% gel on the bats.. There was a total of 344 attacked livestock out of 754 exposed animals, mostly cattle (49%), followed by horses (18%), poultry (15%), pigs (9%) and goats (8%). After 6 years, the proportion of captured male and female bats was 1.08 to 1.00, compared to 1.00 to 1.21 in the first year, what demonstrates that the treatment was more effective in females. Within three years, there was control in the number of bats in 95% of the farms, after 1 to 6 captures. The main attacked area of the animal bodies was the neck. Only 57% of the owners vaccinated their livestock. The present study concluded that (1) the control with capture of bats in corrals was effective, (2) but it is prudent to monitor the area during the first 3 months after the end of control, (3) the number of captured bats was similar to the number of recent bites, and (4) D. rotundus could attack any domestic animal, with little predilection for poultry.

Abstract in Portuguese:

RESUMO- Arruda R.C.N., Barçante T.A., Peconick A.P., Pereira S.M., Souza J.C.P., Sousa T.M. & Barçante J.M.P. 2013. [Desmodus rotundus capture in forest (Amazon biome) and mangrove areas in the State of Maranhão, Brazil: a longitudinal study.] Captura de Desmodus rotundus em regiões de mata e manguezais do estado do Maranhão: um estudo longitudinal. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(5):571-574. Setor de Medicina Veterinária Preventiva, Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Campus Universitário, Lavras, MG 37200-000, Brazil. E-mail: joziana@dmv.ufla.br O presente trabalho teve por objetivos investigar o número de capturas e o controle do morcego hematófago Desmodus rotundus, em pequenas propriedades localizadas no município de Cedral no estado do Maranhão, que foi escolhido por ter sido efetuado o maior número de capturas do estado, sendo todas ao redor de currais. O controle oficial é realizado pela aplicação de pasta vampiricida de uso tópico a base de warfarina a 2%. Para o estudo foram utilizadas fichas de controle de morcegos hematófagos capturados em currais, como também, foi aplicado um questionário a campo para identificação dos locais com maior número de capturas. No período de 2005 a 2010 foram estudados os resultados de 223 buscas ativas por D. rotundus, em 101 propriedades. Foi capturado um total de 408 morcegos hematófagos, distribuídos em 190 das 223 buscas. Em todos os espécimes de D. rotundus capturados foi realizado o tratamento, que consistiu na aplicação da pasta vampiricida, no dorso do animal. Nas propriedades estudadas, verificou-se que dos 754 animais expostos, 344 foram agredidos. Destes, os bovinos foram a maior oferta de alimento aos Desmodus (49%), seguidos dos equídeos (18%), aves (15%), suínos (9%) e caprinos (8%). Apesar dos bovinos terem sido os mais atacados, em função do efetivo disponível, verificou-se uma preferência dos morcegos hematófagos por eqüídeos. As falhas nas capturas ocorreram onde havia poucos animais agredidos. Após análise de seis anos de realização do programa de controle com pasta vampiricida, verificou-se que a proporção de macho e fêmeas de D. rotundus capturados foi 1,08 machos para cada fêmea, o que demonstra que o tratamento foi mais efetivo nas fêmeas, uma vez que no primeiro ano do estudo, a proporção era de 1,21 fêmeas para cada macho. Verificou-se ainda que o controle foi realizado com sucesso em 95% das propriedades trabalhadas, com uma média de tempo de três anos de trabalho com até seis capturas por propriedade. Ao exame dos animais agredidos verificou-se que a área do pescoço dos grandes animais e dos caprinos são as mais atingidas, sugerindo o pouso direto dos morcegos sobre o animal. Uma representação pequena dos proprietários entrevistados vacinavam seus animais (57%), e destes apenas um fazia o reforço de vacinação. Concluiu-se que nas regiões de mangue e/ou matas, o controle foi efetivo nas capturas em currais, sendo prudente verificar a ocorrência de novas agressões, dentro de 15 dias e nos primeiros três meses. No planejamento de controle de D. rotundus em curral, deve ser considerado que o número de morcegos capturados é semelhante ao número de mordidas recentes. Em relação às criações domésticas de subsistências, D. rotundus se alimenta de fontes distintas, com uma menor predileção pelas aves.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV